Diluindo as ruas | Fábio Campana

Diluindo as ruas

Do Ilimar Franco:

A pesquisa Ibope, que a CNI divulga hoje, agrada ao Planalto. Oito mil pessoas foram ouvidas sobre o governo Dilma e de 11 governadores de estado. O governo espera dividir, com os governadores, o desgaste que levou milhares a protestar nas ruas.


3 comentários

  1. silvajr
    quinta-feira, 25 de julho de 2013 – 21:13 hs

    A verdade? Vejo a imprensa brasileira atacando o governo do PT, com a presidenta Dilma Rousseff, porque a todo o momento verifica problemas, corrige o curso e traz novas soluções. Essa é a função do administrador (POCCC) e a ‘Conspiradora Corrupta’ sabe disso. Se todos os planos se resolvessem por si só não haveria administradores. Tempos realmente ruins eram os de FHC com os seus planos ‘Avança Brasil’ e o ‘Brasil em Ação’, que foram um retumbante fracasso. Não trouxeram uma única obra pública, nos deixaram no ‘Apagão’, inflação quatro vezes maior do que a de hoje, sem empregos, sem salários e sem reservas internacionais. Não devemos esquecer ‘A Privataria Tucana’ e a compra de votos para a mudança da Constituição Brasileira nos impondo uma reeleição espúria. P.S. O senador Aécio Neves, com o apoio da imprensa brasileira, nos fala em planejamento diuturnamente, mas o seu partido vive até hoje de propaganda porque nem no governo federal e atualmente no governo de São Paulo, os seus planos ou não existem ou são pura ‘ficção científica’.

  2. João Santos
    quinta-feira, 25 de julho de 2013 – 23:12 hs

    “O Verticalismo do Presidencialismo”. O regime presidencialista organiza-se autocraticamente, donde um único dirigente governa a Nação. A legislação e os atos nacionais subordinam os demais governantes ao cumprimento de tais doutrinas. E cujo centralismo de poder exclue a participação direta, contribuindo para uma conduta de isolamento entre governo e povo. Porquanto, cujo regime de isolamento impede o compartilhamento de gestão, tanto no bônus como no ônus!..

  3. VISIONÁRIO
    sexta-feira, 26 de julho de 2013 – 7:12 hs

    O governo como um todo são culpados pela atual situação brasilei-
    ra. Issto quer dizer prefeitos, governadores e a turminha de Brasília.
    Dinheiro suado nosso gasto indevidamente e sem que a população
    usufrua do que realmente tem direito que é saúde, educação e segu-
    rança. Esta cadeia produtiva tem que ser quebrada a todo custo e
    a nossa arma é ainda a ELEIÇÃO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*