Deputados elegem hoje novo conselheiro do TC | Fábio Campana

Deputados elegem hoje novo conselheiro do TC

A Assembleia Legislativa do Paraná elege hoje, às 17 horas, o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. São 40 candidatos inscritos. A votação promete ser disputada. O quórum mínimo para o início da sessão de eleição é de 28 parlamentares. Para ser eleito, o candidato precisa ter a maioria dos votos dos deputados presentes, ou seja, 50% mais um. Caso nenhum candidato atinja a maioria, será realizado um segundo turno entre os dois candidatos mais votados. Se no segundo turno houver empate, vence o mais velho.


7 comentários

  1. segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 11:38 hs

    O Fabio Camargo vai ser eleito.

  2. Antonio
    segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 13:20 hs

    Fabio Camargo leva essa.

  3. Ana
    segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 13:25 hs

    QUE DEUS AJUDE PRA QUE A PAZ SEJA MANTIDA.
    SORTE AO FABIO CAMARGO, LUTOU MUITO, MERECE VENCER.

  4. Paulo Rocha
    segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 13:26 hs

    Fabio Camargo, pela luta na CPI das Falências, merece ser o vencedor.

  5. segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 13:29 hs

    fabio camargo vai ser eleito.

  6. Alexandre Reis
    segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 14:05 hs

    Fabio,
    Porque a Gazeta do povo nao foi contra o sistema de votacao quando emplacou o medico João Cândido Ferreira da Cunha Pereira como conselheiro do tribunal de contas? Será que ele era um especialista tal como defende a gazeta nos dias de hoje? Ao ler o editorial de domingo, fiquei impressionado com a falta de memoria de alguns…Nossa imprensa é uma piada.

  7. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 16:58 hs

    Claro que o processo para preenchimento de vagas no Tribunal das Ressalvas das Contas do Paraná, seria decente se através de concurso.
    Mas, como disse o Mazza agora pouco na CBN, lembrando ainda o fiasco das manifestações das centrais sindicais – pelegas ou nem tanto, o assunto também não ouriçou o povão.
    Meia centena se posta nas imediações da ALEP, não contra o processo em si, mas contra um dos candidatos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*