Delfim e os protestos | Fábio Campana

Delfim e os protestos

Delfim Netto, com seu brilhantismo e poder de síntese habituais, resumiu a um interlocutor o motivo dos protestos: “Os governos não atenderam às prioridades da população. Ela queria metrô, não estádios. O povo recusou as prioridades dos governos. É tão simples quanto isso”.

Delfim é otimista (“O movimento das ruas está na direção civilizatória”), mas alerta que redução do preço das tarifas dos ônibus e trens e o congelamento do preço dos pedágios afugentam os investidores, já assustados com o Brasil. Diz Delfim: “Não chegou a ser um rompimento mas, assim, se levantam dúvidas sobre o cumprimento dos contratos”.

Por Lauro Jardim


11 comentários

  1. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 13:20 hs

    -Grande opinião de quem conseguiu endividar o País por tantos anos….
    -É igual ex-técnico da Seleção Brasileira, todos tem teoria, mas quando assumem o cargo…bom deixa pra lá!!!
    -Este senhor pegava o jato da presidência e ia pedir empréstimo ao FMI com o chapéu na mão. Desta forma, o país teve como consequência, a década perdida(década de 80), o que atrasou em muito nosso país. Muitos se lembram, como eu, da agonia de se viver naquela época. Agora este senhor posa de bom mocinho….bom ministro era o Mário Henrique Simonsem que não conseguiu consertar o que o nobre Delfim fez….só mesmo o del fim!!!

  2. Lee
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 13:30 hs

    O único brilhantismo do Delfim é o do brilho do óleo de peroba.
    Tem que ser muito desinformado para dar trela ao que diz esse cidadão, que conseguiu errar todas as previsões.

  3. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 15:29 hs

    A copa do mundo no Brasil é fruto da idiossincrasia e da megalomania de Lula e de sua visão minimalista e simplificadora do mundo e da política. Bucho cheio, garganta molhada de cerveja e euforia de futebol é a receita para enganar o populacho, ontem, hoje e sempre. O panis et circenses pós-moderno, incrementado com churrasco na laje, geladeira cheia de cerveja e carro na garagem.

  4. justino bonifacio martins
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 16:13 hs

    Como os tempos mudam;Delfim, o economista servidor da ditadura, agora é brilhante.

  5. Fui II
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 16:41 hs

    Deu Fim é o idiota de sempre do “bolo que devia crescer, para depois dividir”, brilhante? tem dó

  6. daniel
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 16:54 hs

    E pensar q o povo nao elegeu Delfin deputado federal mas elegeu Tiririca, Clodovil, Romario, Waldemar nao sei o que, GENUINO, JOAO Paulo Cunha, etc etc, Depois vao p rua protestar. Melhor protesto eh nas urnas ano q vem. Fora PTralhas e mensaleiros. Vamos ver se o povo dessa vez vota direito ou daqui um ano ja esqueceram tudo, como sempre. Acorda nas urnas Brasil.

  7. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 18:19 hs

    O Delfim entende das coisas.

    Não me estranha que tenha sobrevivido aos novos tempos.

    Lembrando:

    É UM dos signatários do AI 5.
    Participou dos governos da Ditadura e, ainda hoje, é conselheiro eventual do Lula e da Dilma.

  8. Deutsch
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 18:22 hs

    Como é burra essa dilmANTA.. A cabeça dela parece bunda de nenê; só sai merda.

  9. Doni
    terça-feira, 2 de julho de 2013 – 11:19 hs

    “Vai prá casa Delfim”, teu tempo já foi, sem saudades.

  10. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 2 de julho de 2013 – 12:41 hs

    Ganhei o dia com o comment do D.r Prolegômeno.
    Obs.: Coloco o ponto abreviativo entre o Dê e o erre, porque, conforme Napoleão Mendes de Almeida, em sua Gramática Metódica, depois do erre, seria ponto final. Assim, escrevo Il.mo, Ex.mo…

  11. carlos a.r.
    terça-feira, 2 de julho de 2013 – 15:33 hs

    Pô esse homem devia ficar calado quem sofreu com desemprego na decada de oitenta, sabe o tralha que foi esse homem como ministro. Muita coisa do que acontece hoje foi culpa desse cidadão.Alias culpa só dele não tem mais gente exemplo Sarney, Collor, governos militares em parte, FHC também.Lula, e o povão que sempre ataca o executivo esquecendo do legislativo que vota emendas, leis etc.Esses sim sempre cobram por seus votos arrumando emprego, secretarias, para seus apaniguados.O Dia que o povão deixar de só protestar contra presidente,governador e prefeito a coisa vai mudar muito.No senado , camara deputados e até mesmo na de vereadores ai sim ta a rataiada.Tribunal de Contas ministério publico, T. Justiça todo esse povo tem que cumprir com seus deveres investigando.Percebe-se que muitos politicos sérios são ignorados considerados ultrapassados.Infelizmente todos o Partidos tem culpa do que acontece no país, não so o PT digo todos PSDB, PMDB, PDT, PSB PCB todos os p.. da vida, pois sempre negociam pensando em seus interesses.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*