Definida a data para eleição de conselheiro do Tribunal de Contas | Fábio Campana

Definida a data para eleição de conselheiro do Tribunal de Contas

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (12) que a eleição para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) será realizada na segunda-feira (15), às 17 horas.

Rossoni recebeu o relatório da Comissão Especial criada para analisar as candidaturas na quinta-feira (11) e, após consultar o procurador-geral do Legislativo, decidiu marcar a data. O presidente lembrou que na segunda-feira ainda serão ouvidos os últimos doze candidatos aptos à disputa.

O quórum mínimo para o início da sessão de eleição é de 28 parlamentares. Para ser eleito, o candidato precisa ter a maioria dos votos dos deputados presentes, ou seja, 50% mais um. Caso nenhum candidato atinja a maioria, será realizado um segundo turno entre os dois candidatos mais votados. Se no segundo turno houver empate, vencerá o candidato mais idoso.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Presidência, com Sonia Maschke e Jaime S. Martins.


10 comentários

  1. augusto seabra
    sábado, 13 de julho de 2013 – 6:55 hs

    VOU MUDAR PARA O PARAGUAI…terra de gente honesta. ..não
    voltarão para o MERCOSUL para serem liderados por mais um IDIOTA
    da VENEZUELA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Roberto Erasmo
    sábado, 13 de julho de 2013 – 9:09 hs

    Com certeza será bem disputada. Leva o cargo um deputado. Acredito que o nome de Fabio Camargo seja o preferido.

  3. Anderson - Campo Mourão
    sábado, 13 de julho de 2013 – 9:28 hs

    Aposto uma paçoquinha que o deputado Plauto Miró vencerá a eleição de conselheiro.

  4. Kobayashi
    sábado, 13 de julho de 2013 – 10:53 hs

    Teatro.
    Já está definido quem será.
    FC

    Favas Contadas

  5. Anisio
    sábado, 13 de julho de 2013 – 12:01 hs

    Certeza da vitória de um deputado. Alguns candidatos criticaram tanto a forma de escolha e atacaram os deputados que o lógico que não vão receber nenhum voto. Vence o deputado Fabio Camargo por diferença mínima.

  6. Marco Assefinho
    sábado, 13 de julho de 2013 – 12:31 hs

    Dois nomes na disputa..Fabio Camargo e Plauto..o resto fuleragem petista!!

  7. gilson mauri
    sábado, 13 de julho de 2013 – 18:35 hs

    acho que a escolha de um escritório de auditoria e consultoria contábil seria mais economico e mais prático do que este sistema arcaico que vem desde o Império; será que mesmo estando na constituição e isso permite que se faça esta maracutaia não aparece um parlamentar “macho” para entrar com um projeto para mudar a situação?

  8. Arthur
    sábado, 13 de julho de 2013 – 20:34 hs

    Bom, os deputados que pensem bem o que vão fazer, pois caso coloquem um dePUTAdo no TC, no ano a vingança do povo terá o reflexo nas urnas…

    Vai faltar cargo em comissão para os que não forem reeleitos!

    VERGONHA!!!!

  9. Cristina Aparecida
    sábado, 13 de julho de 2013 – 23:04 hs

    Essa eleição segue o rito da CF/88, promulgada pelo democrata Doutor Ulysses Guimarães, portanto é legítima.
    Assim sendo, a vitória do deputado Fabio Camargo também será legítima.

  10. zequeno
    segunda-feira, 15 de julho de 2013 – 14:31 hs

    democrática? hahaha…parece a mesma desculpa que tentaram colar para o Hitler, que governava num “Estado de Direito”, hahahaha…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*