Centrais sindicais desancam Paulo Bernardo | Fábio Campana

Centrais sindicais desancam Paulo Bernardo

As centrais sindicais criticaram a atuação do petista Paulo Bernardo à frente do Ministério das Comunicações. Para eles, Bernardo tem dado declarações que representam apenas suas posições individuais, nitidamente contrárias à democratização da mídia.

“Suas posições não refletem nada do que discutimos sobre o tema, afinal, somos favoráveis à criação do marco regulatório do setor. Suas declarações mais recentes são patéticas”, diz Vagner Freitas, da CUT – o braço sindical do PT.

Recentemente, Bernardo concedeu entrevista às páginas amarelas da Veja, declarando ser contrário à regulação e ganhando o apelido de “bom petista” por parte da revista. Para Ubiraci Dantas (CGTB), Bernardo é um cidadão “que jogou a toalha”. Em sua avaliação, o ministro faz um “desserviço” à comunicação: “Ele está no caminho contrário da democratização, ao entregar o setor para os grandes empresários, atrasando e boicotando a luta


9 comentários

  1. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 12 de julho de 2013 – 7:36 hs

    LEMBRANDO:

    Paulo Bernardo, enquanto Bancário,

    FOI LÍDER SINDICAL.

    Promoveu greves e defendia o “interesse” dos bancários.

  2. SPRING
    sexta-feira, 12 de julho de 2013 – 9:29 hs

    O que pode se esperar de um governo que tem gente mandando e dando pitaco como…. Paulo Bernardo,… Gilberto de Carvalho…,Gleyse Hofemann……Andre Vargas…coitada da Dilma se não fizer uma limpa rapidinho no puleiro a coisa va ipiorar anda mais

  3. sexta-feira, 12 de julho de 2013 – 9:47 hs

    Se esses petralhas criticam o Paulo Bernardo, é sinal de que ele está certo. Ser criticado pela banda podre do PT ( 99% do partido) significa um grande elogio, mostra que o cidadão está no caminho certo

  4. carlos a.r.
    sexta-feira, 12 de julho de 2013 – 22:04 hs

    Olha ser criticado pelas centrais é motivo de orgulho.Os sindicalista não tem o minimo respeito da população.Aliás, sindicato algum merece respeito inclusive os das classes patronais.Gostaria de saber o que é feito com o dinheiro recolhido dos trabalhadores e empregadores quando é realizados as negociações salariais.Vivo uma situação engraçada sou empregado de uma empresa e tenho também uma miiiiicro com dois funcionarios.Quando tem a negociação a salarial o Sindicatol patronal cobra R$ 350,00, o dos empregados um dia de trabalho.Pertenço ao setor de transportes.

  5. samuel silva
    sexta-feira, 12 de julho de 2013 – 22:33 hs

    Quem manda nas comunicações no Brasil é a globo, oi e todas essas desgraças que fazem o povo de bobo…um dia esse país vai virar uma nação…fora Paulo bernardo..

  6. OCIMAR
    sábado, 13 de julho de 2013 – 8:20 hs

    ATÉ AS QUADRILHAS SE DESENTENDEM,DIZEM QUE NA DEMOCRACIA ISSO É NORMAL.

  7. Helena
    sábado, 13 de julho de 2013 – 10:08 hs

    Paulo Bernardo só tem um defeito ser e estar no PT, pois o PT fala tanto em democracia mas não dão liberdade de expressão a ninguém… Será que o PT não sabe que”TODA A UNANIMIDADE É BURRA”?

  8. A Sociedade Responde
    sábado, 13 de julho de 2013 – 10:58 hs

    Concordo com o José Ribeiro. Se os chiitas do PT e sindicalistas estão criticando Bernardo, é sinal de que ele está certo. Aliás, tais centrais não representam a maioria dos brasileiros como ficou demonstrado nas recentes manifestações da sociedade decente.

    Essas centrais querem mesmo é dinheiro, mordomias e benesses do governo. Chega disso. O povo não aguenta mais. É hora de mudar.

  9. Gardel
    sábado, 13 de julho de 2013 – 11:25 hs

    Sindicatos e centrais sindicais, pagaram maior mico. Cade a força da militância petista de que os ptralhas tanto orgulhavam?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*