Salamuni e Chicarelli batem boca na Câmara de Curitiba | Fábio Campana

Salamuni e Chicarelli batem boca na Câmara de Curitiba

Paulo Salamuni (PV) e José Carlos Chicarelli (PSDC) bateram boca ontem na sessão da Câmara de Vereadores de Curitiba. Chicarelli questionou a licitação para compra de 38 notebooks, a R$ 3.263,00 cada um, e garantiu que encontrou computadores com a mesma configuração pela metade do preço, em uma rápida pesquisa na internet.

A intervenção de Chicarelli irritou o presidente Salamuni, presidente do legislativo. “Não aceito colocar uma história sobre algo tão pequeno, tão mesquinho. Ou vossa excelência é inexperiente ou tem outras intenções. Não estamos aqui para destruir a reputação de ninguém”, disse. Para Chicarelli, não há motivo para discussão.”No final da licitação, o bem adquirido está com valor bem acima do praticado no mercado. O meu funcionário está comprando o mesmo notebook em 10 vezes de R$ 179”, afirmou.


25 comentários

  1. terça-feira, 11 de junho de 2013 – 15:09 hs

    E agora Salamuni qual a resposta que voce tem para o povo voce que é cheio de artimanhas, um verdinho por fora e vermelhinho por dentro fala Salamuni fala ao povo.

  2. terça-feira, 11 de junho de 2013 – 15:16 hs

    Se La Vie… E assim caminha a humanidade curitibana tupiniquim… Alia Jacta Est…

  3. tadeu rocha
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 15:17 hs

    SENHOR PRESIDENTE DA CAMARA, SR PAULO SALAMUNI, É SÓ ELE O VEREADOR PROVAR QUE ESTA CERTO, OU ERRADO, O RESTO TEM QUE ESCLAREÇER. O SENHOR SE VOCE ESTA CORRETO OU ERRADO.

  4. carlos rocha
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 15:36 hs

    Salamuni vç que tem uma bela história de luta vem que dizer que 50% de diferença é uma coisa tão pequena, tão mesquinha, que decepção. Lamentável se iguala aos demais triste.

  5. SYLVIO SEBASTIANI
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 17:26 hs

    A Denúncia é forte. tem que ser averiguada e de imediato comprovada, a população de curitiba não aceita mais esse tipo de política. Eu tenho um hábito:”Acuso e Provo”.

  6. Mr.Scrooge
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 17:34 hs

    O vereador não entendeu, eram 38 pares de notebooks por aquele preço. Porque só se forem ultrabooks de ultissima geração para custar esta grana toda. E folheados à ouro.

  7. ITA-MAR
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 17:50 hs

    É DE ENVERGONHAR QUALQUER CIDADÃO; SERÁ QUE CONTINUA TUDO IGUAL?

  8. CIDADÃO CURIIBANO
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 18:27 hs

    E com pequenos desvios,que se forma um grande ladrão.

  9. Pedro Rocha
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 19:11 hs

    O Salamuni é aquele mesmo que arrumou a grana pros escoteiros, lembram? – Um negócio que ficou engasgado na garganta de todos, mas como o escândalo do Derosso era muito maior, ficou por isso mesmo!
    Agora, um notebook por R$ 3.263,00? – Ôrra meu, isso não existe.
    Salvo se, inadvertidamente, ele comprou lá naquela lojinha de carteiras escolares, que nas horas de folga também vende umas TVs laranjas…,
    Não te conheço, Chicarelli, mas vá pra cima dele cara. Ele vai ter que explicar essa marmota!

  10. Anônimo
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 19:36 hs

    ESSA CAMARA NÃO TEM MAIS CONSERTO,TEM QUE IMPLODIR E COMEÇAR DO ZERO.

  11. Ciro Fortes Manica
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 19:50 hs

    Salamuni, responda e não fique fazendo discurso. Queria ver se vossa excelencia compraria um notebook com seu dinheiro a esse preço.

  12. Pedro Lorenzetti
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 20:28 hs

    Mesquinho???? pagar mais de 3 mil reais num comp. que vale a metade do preço???
    Esta gestão está passando dos limites. São uns falsos moralistas !

  13. florinda
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 21:31 hs

    as folhas secaram mais os bolsos estão verdes de fato e a cara vermelha…a companheirada tomando conta. o discurso é bom de enrrolação.

  14. Luciano
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 21:32 hs

    Sinceramente o Salamuni falar que é pequeno isso é pra acabar, pra mim é muito serio isso pagar o dobro do preço em algo apenas porque é comprado com dinheiro público isso é PALHAÇADA. Se queremos mudar que os políticos de o exemplo e não façam nos de palhaço nessas licitações onde se paga o dobro do preço de loja o correto seria pagar até menos pela quantidade adquirida tem que se pedir um belo desconto isso sim!

    Parabéns ao vereador Chicarelli que mesmo novo está mostrando que não pode gastar dinheiro público a rodo!

  15. Max
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 21:36 hs

    Pois é, agora estão vendo o santo do pau oco que é o então presidente da câmara……kkkkkkkkkk

  16. Pedro
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 23:52 hs

    Esse computadores sao da Apple ? Se for justifica o valor. Sempre tudo que envolve licitação do governo e super faturada alguém ta ganhando. Pode ter certeza

  17. FUI !!!
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 5:32 hs

    Não há motivo algum para tanta irritação. Independente de quem
    seja é “explicar” a diferença tão grande de preço de um mesmo pro-
    duto e fim de papo. Se não conseguir explicação o bicho pega…

  18. Júnior
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 9:18 hs

    O vereador “Chica” e seu funcionário ou não sabem ler ou nunca leram a Lei 8.666, a administração pública, não pode comprar nas casas bahia em 10x no hipercard, ou pedir para a amiga trazer do Paraguai. A compra deve seguir todo o rito descrito na Lei acima citada, se as empresas que se apresentaram para a licitação o menor preço foi X a administração compra por esse preço.

  19. Roberto
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 10:19 hs

    50% é a comissão esse povo Curitibano é muito muquirano !!!

  20. Tamandaré
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 10:32 hs

    Isto é Licitação, e é aberta e divulgada, se não foi nenhuma empresa lá e ofereceu pelo valor que o estimado (desinformado) vereador disse, tem que ser aprovado no menor valor por mais que seja “caro”. Infelizmente é a lei.

  21. Violeta
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 10:35 hs

    Mas, Fábio, o Salamuni tem que explicar o que foi feito, dos laptops da gestão anterior. Todos os 38 vereadores tinham um, comprado pela Câmara e que deveria ter sido devolvido após o término da gestão. Alguns vereaores foram reeleitos e outros não. Cadê o material? Mesmo que tenham sido devoldidos, eles podem ser formatados e reutilizados. Será que os nobres vereadores de Curitiba, não podem utilizar material formatado? E será que todos foram devolvidos? Cade o Ministério Público?

  22. Guribão
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 16:35 hs

    Pior, garanto que o tal do Salamuni malemal sabe usar o Word. Quiçá explorar toda a potência de um ultrabook de última geração. PC da XUXA neles! Ou da Positivo!

  23. Irineu
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 19:23 hs

    Colocar uma história em algo tão pequeno é por que vai para o seu bolso ou alguém protegido na licitação, é fácil falar seu Salaminho de centavo à centavo vai enchendo os bolsos.

  24. Irineu
    quarta-feira, 12 de junho de 2013 – 19:27 hs

    Só trocaram as coleiras, a lambança continua a mesma.

  25. Pedro Rocha
    quinta-feira, 13 de junho de 2013 – 13:02 hs

    Júnior e Tamandaré;
    vocês sabem que não é assim! – Uma empresa que lida com computadores, descobre uma licitação de poucas máquinas que seja, lá na prefeitura de NhecoNheco, e participa com sua proposta com a mesma gana que faria na sua praça de origem.
    Imaginem 38 máquinas, sofisticadas, pruma câmara com a de Curitiba. Com divulgação normal, vem gente da PQP participar.
    Salvo se, propositadamente, não divulgaram a bagaça, e o único concorrente foi a empresa em nome da mãe do vereador, que participou com três envelopes: cada um contendo a proposta das três empresas fajutas, em nome da filha, do outro filho, e do ex-marido…
    Não sejamos ingênuos. Estamos lidando do políticos, e políticos brasileiros! Portanto…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*