Rapaz afirma ter sido agredido por guardas municipais de Curitiba | Fábio Campana

Rapaz afirma ter sido agredido por guardas municipais de Curitiba

De Adriana Justi, G1 PR:

O corretor de imóveis Eduardo Zem, de 23 anos, que foi parar na delegacia na noite de domingo (2), após ter sido abordado por dois guardas municipais, disse em entrevista ao G1, na manhã desta segunda-feira (3), que entendeu a situação como abuso de autoridade. “Eu me senti um bandido e fui humilhado na frente de várias pessoas”, afirmou. A abordagem ocorreu em Curitiba após o jovem ter feito uma conversão proibida em uma canaleta de ônibus, segundo ele. “Mesmo tendo cometido esse deslize, não justifica a forma com que me trataram”, avalia Eduardo.

O jovem relatou a ação no Facebook:

O corretor relatou o caso em uma postagem no Facebook. Segundo ele, a abordagem foi realizada no bairro Juvevê e a mãe, a irmã e um amigo também foram detidos. Todos foram levados para o Centro Integrado de Atendimento Ao Cidadão (Ciac Sul).
“Eu ia sair com a minha esposa e fui até casa da minha mãe, para deixar meu filho de um ano e nove meses. Assim que eu virei o carro para entrar no prédio fui abordado”, explicou. Ele relatou que os guardas estavam exaltados. “Eu disse pra eles que não precisavam apontar a arma porque meu filho estava no carro, mas eles não quiseram nem saber, abriram a porta do carro e apontaram uma pistola na direção do rosto dele. A minha mulher estava no banco da frente e ficou desesperada. Eles ordenaram então que ela descesse, mas que não era para tirar a criança do carro”, explicou Zem.

O rapaz contou que enquanto isso, o outro guarda o revistava. “Mesmo sem reagir, ele me xingava o tempo todo e me chutava”, reclamou. Depois de ter certeza que o jovem não fazia uso de arma de fogo, o outro agente autorizou que a mulher retirasse a criança do veículo. Foi quando ele começou a discutir com os guardas.

“Quando a minha mulher pegou meu filho no colo, o guarda deu um chute nela. Aí eu não aguentei e comecei a discutir e a me debater. Ele me algemou na mão esquerda e os populares que estavam em volta tentaram ajudar, mas foi impossível”, contou. A mãe dele, o amigo e a irmã também tentaram conter os agentes, mas segundo Eduardo, eles também foram agredidos e algemados.
Em seguida, Zem conseguiu escapar da situação e contou que correu para dentro do prédio. “Foi mais precisamente nessa hora que eu me senti um bandido porque vi pelos menos uns 15 carros de polícia embaixo do prédio. E o pior, por uma coisa que eu não tinha feito”, reclamou. Ele disse que fugiu porque estava assustado. “Eles queriam me levar para a delegacia dentro do porta malas de um carro. Eu fiquei com medo, sei lá, do jeito que eles estavam, pensei que pudessem me levar para qualquer lugar e me matar”.

Em seguida, o jovem foi abordado por outros guardas dentro do apartamento e levado para a delegacia. Ele ficou algemado em uma sala por seis horas, foi liberado em seguida e vai responder por desacato policial. O rapaz contou se recusou a fazer o teste do bafômetro sob orientação do advogado. Os demais detidos na ação também foram liberados.

Formalização da denúncia
O diretor da Guarda Municipal em Curitiba, Cláudio Frederico de Carvalho, disse que aguarda a formalização da denúncia junto à Ouvidoria do órgão. “Somente após termos esse documento é que nós poderemos dar início ao processo investigatório. Na rede social ele informou que existe um sistema de monitoramento. Então, nós esperamos que ele apresente isso o mais breve possível para que possamos iniciar as investigações e tomar as devidas providências”, ressaltou.
Os dois agentes citados pelo rapaz no Facebook nunca tiveram uma reclamação semelhante, garantiu Carvalho.


33 comentários

  1. lentilha
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 17:24 hs

    E ta reclamando do que cara ? Fez cagada, fugiu, e se recusou ao bafômetro ? Tava bêbado? Tem que agradecer de não estar em um país sério, senão estava enjaulado até agora.

    Parabéns a guarda municipal, pela prisão, pena que a justiça ja liverou o safado.

  2. Paulo Noronha
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 17:35 hs

    Sabe que tem pipocado denúncias desse tipo envolvendo a Guarda Municipal de Curitiba? O despreparo e a arrogâncias dos policiais é evidente. Abusos de poder são frequentes. Devia ser realizada uma CPI para investigação das ações da GM….

  3. gilson mauri
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 18:36 hs

    Eu colocaria ao invés de rapaz, um homem de 24 anos……temos que deixar de ser condescendentes com maiores de 18 anos, pois são donos de suas atitudes. Assisti na RPC a explicação do cidadão e quem ouve seu depoimento fica extremamente constrangido com o que ocorreu com ele, mas é importante ouvir as outras partes, que são profissionais encarregados em zelar pela segurança e que tiveram que tomar atitudes drásticas por algum motivo justificável. Podem ocorrer erros dos dois lados, mas cansei de ver matérias abusivas contra policiais que agridem, dão “uma dura” em “rapazes” e “moçoilas” que não estavam infringindo normas e sofreram agressão de autoridades policiais. A mídia tem que ser mais cautelosa ao defender uma das partes pois pode causar dano profissional ao policial e provocar nos seus colegas um temor de abordar “rapazes” inofensivos……….e os “dimenores”

  4. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 18:55 hs

    …O guarda XINGAVA e chutava o sujeito?

    Assim, do nada?

    É MENTIRA!

    O infrator fez uma “conversão proibida” (palavras dele).

    Ele parou ao primeiro comando da GM.?
    Aposto que tentou escapar.

    CASO TENHA TENTADO FUGIR,
    Hummmm,
    Levou sorte.

    Espero que tenha dado tempo da RPC ter ouvido a versão dos Guardas.

  5. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 19:14 hs

    Não falei?

    Acabo de assistir ao Jornal das 19:00.

    Uma testemunha afirmou que o INFRATOR FUGIU da abordagem.

    Levou sorte,

    Fosse nos EUA,
    Teria levado uns tiros.

  6. Isabel
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 19:41 hs

    Eu conheco o zem e ele eh uma pessoa que tenho muita admiracao, pois ele eh bem calmo.

  7. Marcos
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 20:18 hs

    Ele estava com sintomas de embriagues e com uma criança no veiculo. E ainda quer ter razão.

  8. xyko
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 21:58 hs

    Bêbado, mereceu apanhar. Se não ainda mataria na próxima esquina. Fez bem nossa GUARDA MUNICIPAL. E foi toda a corja presa, inclusive, mãe, irmãe esposa.

  9. Anônimo
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 23:00 hs

    Safado é vc lentilha

  10. Thiago Medeiros
    segunda-feira, 3 de junho de 2013 – 23:41 hs

    Historinha mal contada né?

  11. Eli
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 0:20 hs

    Eu já presenciei arrogância e falta de educação por parte de “uma guarda municipal” ,em frente a Igreja Perpétuo Socorro, há um tempo atrás. Abuso de Autoridade, pra variar.

  12. Playboy
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 0:21 hs

    Muito estranho se fosse alguém da periferia esse tipo de abordagem não assustaria, porém como se trata de um rapaz de boa aparência essa estória dele esta muito mal contada… de farol apagado…conversão proibida hum…

  13. Pedreiro
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 0:37 hs

    Típico do sujeito que se acha acima de tudo e de todos! Não sabe respeitar nem lei de transito e quer ser respeitado por que? Vai no Juvevê e se acha o rei da cocada preta? Faz conversão proibida, estaciona na calçada… da tempo de falar com advogado pra não fazer bafômetro… além de bater boca com quem tem o dever de fiscalizar?
    Será que ninguém informou pra doce criatura que nos tempos atuais não se fala com guarda, policia, agente… só se responde o que for perguntado? Ou ele acha que marginal só tem nas “vila”? Respeite as leis e ensine pro filhotinho que lei é pra todos! Ele terá orgulho do pai! Ficar nessa de “Face” e dizer que os cara da lei são bandidos …tenho dó do garoto!

  14. Silvajr
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 1:14 hs

    8 anos de Richa e Ducci treinando esses guardas só poderia dar nisso

  15. lentilha
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 2:42 hs

    Nao falo com anonimos parabéns a guarda municipal pela prisão.

  16. Luiz
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 8:48 hs

    Pois é, fez errado, e está ensinando errado, lei é lei, autoridade existe para se fazer cumprí-la, e a polícia, por mais despreparada que seja, só reagem dessa forma se você quiser bater de frente, marginal experto abaixa a cabeça e chama de senhor. Se ele fosse na boa, teria saído dessa com um sermão uma multa e nada mais.

  17. Servidor Municipal
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 9:21 hs

    Essa guarda municipal só representa um gasto ou prejuízo ao município que não justifica o custo-benefício para ser mantida. Aí surgem esses casos e muitos outros que vem ocorrendo com certa frequência pelo que se vê na mídia. A constante é despreparo, arrogância inabilidade para abordagens e outras situações, claro que por parte de alguns, não vamos generalizar. ´
    Se erraram merecem punição como todo servidor público.

  18. MAC
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 9:43 hs

    É dever da boa mídia analisar o que se publica e atribuir à fonte primária todos os indícios de culpabilidade de qualquer dos envolvidos. Não é do interesse público criar comoção por um fato em que as partes estão antagonizando sem provas contrárias. De um lado, uma abordagem padrão, talvez mais rígida. Aqueles que são praticantes de ilícitos também tem família, não é mesmo?! Outro dia, num mercado da Capital a caixa me disse que um casal estava praticando furtos e escondendo mercadorias (picanha) na bolsa do próprio bebê que estava em seu colo. Um absurdo! Evidente que não é o caso da família em questão. Se bem que o rapaz ao se negar fazer o exame do bafômetro deixou transparecer que houve algum excesso no uso de álcool ou outro entorpecente (facilmente detectável em exame de sangue), ainda mais se trafegou com luz apagada, fez conversão perigosa e estacionou irregularmente sobre o passeio. Não há como definir culpa a ninguém se não por comprovação em abordagem, desde que esta esteja em atitude suspeita de ilícito. E este foi o caso, ao que parece. Lembremos que a Guarda deve, e qualquer cidadão pode, em flagrante delito agir de forma a conter o infrator para encaminhamento às autoridades competentes. É apenas uma opinião, não expressão da verdade. Este tipo de situação carece de testemunhas e não execração dos profissionais que agiram no estrito cumprimento de um dever devido aos comentários dos próprios abordados. As provas diferenciam os fatos das injúrias…

  19. Jhoni
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 10:57 hs

    Bando de ignorantes, xingando o rapaz… Queria ver se fosse com vocês se estariam falando essas bobagens. Abordar o cidadão na frente de casa, com a violência utilizada é INJUSTIFICÁVEL, isso prova o quanto a polícia está mal preparada. Se ele fez a conversão errada, que aplicassem a multa e não agredisse o cidadão. Esse é o típico policial que mata um inocente no futuro, imcompetente, covarde e arrogante. A polícia ao invés de prender bandidos gosta de atormentar os cidadãos de bem que paga seus impostos. As imagens irão esclarecer e espero q quem esteja falando essas bobagens caia numa blitz ou sofra uma abordagem truculenta para engolir as palavras.

  20. X-9
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 11:53 hs

    FAZER COM SE CUMPRA A LEI AGORA CHAMA-SE ABUSO DO PODER…
    ISSO É MESMO UMA VERGONHA, O “SUJEITO” QUER FAZER O QUE BEM QUISER E AINDA SE ACHA DO DIRETO DE JUSTIFICAR DIZENDO QUE A GUARDA MUNICIPAL AGIU ERRONEAMENTE, VÁ PROCURAR SER DIREITOS FILHINHO DE PAPAI…

  21. Pedro Rocha
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 12:03 hs

    Estranho! Essa história tá faltando um pedaço! –
    Se os GM tiveram essa reação intempestiva, violenta, com um cidadão ordeiro, desarmado, que apenas cometeu uma infração de trânsito, sem esboçar qualquer reação, é lógico que esses caras têm que ser conduzidos a um manicômio! Estão todos loucos!
    Porém, e pelos depoimentos aí pra cima, o garoto zem, tão zem que deixou os guardas enlouquecidos, não falou tudo, não!

  22. CARUNCHO
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 15:08 hs

    QUANDO SERÁ QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO VAI TOMAR UMA PROVIDENCIA E COLOCAR AS GMs NO SEU DEVIDO LUGAR ? A GM FAZENDO ABORDAGEM DE VEÍCULOS EM VIA PÚBLICA ESTÁ COMETENDO CRIME DE USURPAÇÃO DE FUNÇÃO PÚBLICA,ESSE TIPO DE PROCEDIMENTO É PRIVATIVO DAS PCs ,PMs E PF. ATENÇÃO MP VAMOS FAZER CUMPRIR A LEI,POIS GM SÓ DEVE CUIDAR DO PATRIMONIO PÚBLICO MUNICIPAL.

  23. Peter
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 18:14 hs

    Guarda municipal não é agente de transito. Se viram a situação comunicassem ao SETRAN ou chamassem o BPTran
    Abordagem muito mal feita por essa turminha de incompetentes que se acham “otoridade”.
    Dar poder para quem não sabe usar dá nisso.
    Vão tomar no zóio, simples assim e nós vamos pagar a indenização

  24. jucelei roberto frogel
    terça-feira, 4 de junho de 2013 – 18:55 hs

    Por favor parem de dizer que guarda é “policial”!!!

  25. terça-feira, 4 de junho de 2013 – 20:24 hs

    O cara e um filhinho de papai, e a sua família ta tentando intimidar a ação da Guarda, imaginem só se um profissional da segurança, faria isso que ele está falando nas redes sociais e na imprensa, apontar a arma para uma criança e chutar a sua esposa, “pelo amor de Deus pessoal” a gente tem que decidir, se a gente fica do lado da justiça ou se continua fechando os olhos e sendo conivente com essas situações o cara estava totalmente alcoolizado, imaginem se ele mata uma pessoa inocente, o problema e que agora ele poe uma camisa social, faz uma cara de coitado na televisão, o mais engraçado nisso é que a televisão não ta sendo nem um pouco imparcial nessa situação quem assistiu o jornal percebeu isso, o chefe da guarda tava dando explicações e simplesmente a reporter disse “entao so pra terminar, rapidinho e fez uma outra pergunta pra ele responder rapido, entrem no site da rpc e vejam o tempo que o rapaz preso teve pra contar sua historia e vejam o tempo que o inspetor da guarda teve pra dar suas explicações.Geralmente quem não gosta disso são as pessoas que fazem as mesmas coisas que ele fez, “que é beber e dirigir”, vamos consertar esse país pessoal!

  26. terça-feira, 4 de junho de 2013 – 20:48 hs

    Queria responder pra você Sr. Peter, pelo jeito você não acompanhou a situação para fazer comentários, mas vamos lá: primeiro que você não assistiu a entrevista que apareceu a guia do BpTran que os gms acionaram e que os policiais do trânsito colocaram que o rapaz estava com sintomas de embriagues e forte odor etílico, segunda que você não conhece a constituição federal, Guarda Municipal, há tempos, demonstra ser equipamento hábil no combate à criminalidade e deixar de lado a ideia de que a GM é mero órgão de segurança ao Patrimônio Municipal. O raciocínio é lógico, na constituição federal diz, que qualquer um da população pode prender alguém em flagrante delito, por que a GM, armada e treinada não fará isso?
    Segundo que os Gm´s passam por um curso na Academia superior da policia Civil, curso esse que é ministrado pelos melhores instrutores que também são policiais militares e civis, e que tem uma duração de oito meses, contando com o estagio supervisionado, então pra fazer comentários meu amigo você precisa saber o que tá falando e sobre o que está falando, porque falar? Até papagaio fala! Desculpe a sinceridade!

  27. Fernando Reif
    sábado, 15 de junho de 2013 – 2:24 hs

    Concordo plenamente com o colega Juliano Quadros, a GM deve e pode fiscalizar atitudes suspeitas, um automóvel com luz apagada, conversão proibida, fugindo da abordagem e o ocupante com sinais de embriaguez os GM´s pensariam que era quem? O Papa? Faça-me o favor as pessoas gostam de proteger os erros e transferir a responsabilidade para os fiscalizadores, e se este cara mata alguém no trânsito? E se tira a vida da própria família sem contar que estacionou na calçada! E mais o B.O. do Bptran consta o mesmo relatado pelos GM´S, ou seja playboy vê se cria vergonha na cara e dirija corretamente, e complementando as pessoas fazem literalmente cagadas e os agentes de segurança pública são taxados como abusadores de poder é sempre assim.

  28. Riage
    sábado, 20 de julho de 2013 – 16:42 hs

    O cidadão Eduardo é um mero filhinho de mamãe que deve fumar cigarros com substâncias ilícitas e engirir alcoolidades e dirigir o carro sem a devida responsabilidade conforme comentário dos nobres acima e abaixo. Um recado à todos, respeite o serviço dos guardas e será respeitado. E fujam de problemas com alei. Poder de polícia todos tem; pois todos tem o dever de denunciar a criminalidade. E pasmem quem apoia atitudes iguais ao corredor e não corretor deve ser da mesma laia…

  29. Riage
    sábado, 20 de julho de 2013 – 17:14 hs

    E gente a guarda nunca foi polícia por que já começa no nome e visitem o site da Prefeitura para saberem da missão e valores deles… Imbecis com falta de conhecimento internético está cheio, pesquisem no google a importância da Guarda Municipal. Visitem também a sede da Guarda Municipal antes de criticar, conheça os profissionais que muitos deles devem trabalhar perto de sua casa. Nas instalações da prefeitura e atendendo quem sabe sua esposa e seus filhos. Bando de idiotas, hipócritas que se não sabem que guarda pode abordar quando em ocorrência de crime e assim deter o criminoso pode sim em estrito cumprimento do dever… Deixem dessa comparação de guarda e polícia. Nunca acontecerá pois para quem não sabe a doutrina da polícia nem se compara com a da guarda… São 150 e tantos anos de serviços da polícia e a guarda deve ser uns 30 anos… Então calem a boca pra criticar os guardas nesta situação de um imbecilóide que foi mal criado pela mãe e o pai e se tornou num arrogante que não sabe respeitar as leis básicas de convivência em sociedade… Colocar a carroça na frente dos cavalos é fácil, ou seja, envolveu a família se dizendo o santinho que nunca faz nada de errado, irá se revelar quando um dia fazer uma besteira grande (como a do Dep Carli Filho) e aí a coisa fede… Parabéns a Guarda Municipal que vem demonstrando os excelentes serviços atendidos para a população que pedem quando solicitados. E o importante é a contribuição deles para a Segurança Pública que vem de encontro com as polícias já saturadas, desgastadas, falidas, corruptas, arbitrárias, etc…

  30. Anônimo
    quarta-feira, 14 de agosto de 2013 – 11:46 hs

    Bando de ignorante! Tem uns que ainda fazem os comentários se achando o máximo…Baixar a cabeça e dizer sim senhor ou não senhor?! Não deveriamos ter medo da polícia e nem da guarda municipal, pois nós os pagamos para nos dar segurança (nós, não o estado ou o governo que, apenas repassam o nosso dinheiro em forma de salário e benefícios). Não sei da história verdadeira qto ao Zen, mas que existem muitos policiais e guardas municipais fdp que são bandidos, traficantes, corruptos, assassinos, que abusam do poder e etc, isso existe e todo mundo sabe, só não ve ou admite quem não quer ou age de mesma forma.

  31. indignação
    quarta-feira, 14 de agosto de 2013 – 11:49 hs

    Bando de ignorante! Tem uns que ainda fazem os comentários se achando o máximo…Baixar a cabeça e dizer sim senhor ou não senhor?! Não deveriamos ter medo da polícia e nem da guarda municipal, pois nós os pagamos para nos dar segurança (nós, não o estado ou o governo que, apenas repassam o nosso dinheiro em forma de salário e benefícios). Não sei da história verdadeira qto ao Zen, mas que existem muitos policiais e guardas municipais fdp que são bandidos, traficantes, corruptos, assassinos, que abusam do poder e etc, isso existe e todo mundo sabe, só não ve ou admite quem não quer ou age de mesma forma.

  32. indignação
    quarta-feira, 14 de agosto de 2013 – 12:03 hs

    Juliano quadros
    Vc esta se achando o espertinho, cheio de palavras difíceis e da razão, mas não esqueça que existem guardas e policiais que fazem as coisas do seu jeito e depois plantam provas pra se safarem. Não estou dizendo que é o caso, mas acho que malhar um ou outro baseado apenas em noticias não é certo….quero fatos comprovados….

  33. Fernando Reif
    domingo, 2 de fevereiro de 2014 – 10:45 hs

    Pior é ver o comentário de amiguinhos deste filhinho de papai se passando por indignado, anônimo e indignação, a ´pol´cia e a guarda são ruins para vagabundos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*