Promotor incita violência contra manifestantes e depois pede desculpas | Fábio Campana

Promotor incita violência contra manifestantes e depois pede desculpas

Da Folha de S.Paulo:

O promotor Rogério Zagallo, da 5ª Vara do Júri de São Paulo, publicou texto no Facebook, na sexta-feira, com xingamentos a manifestantes do Movimento Passe Livre e incitando a violência.

Ontem, ele apagou o comentário, pediu desculpas e disse à Folha que foi apenas um desabafo.

“Estou há duas horas tentando voltar para casa, mas tem um bando de bugios revoltados parando a Faria Lima e a Marginal Pinheiros. Por favor alguém pode avisar a Tropa de Choque que essa região faz parte do meu Tribunal do Júri e que se eles matarem esses filhos da puta eu arquivarei o inquérito policial”, diz o texto.

“Que saudades do tempo em que esse tipo de merda era resolvida com borrachada nas costas dos medras (sic)”, continua. Zagallo afirmou ontem que publicou o texto, mas que só mal-intencionados achariam que as declarações são sua opinião.

“Entendo como lícita e válida toda forma de protesto, debate e discussão sobre temas que estão na pauta da administração…o Movimento Passe Livre exercitou seu legítimo direito”, escreveu ontem, ao se desculpar.

Segundo ele, o texto “foi fruto de desabafo feito por pessoas que estavam há muito tempo paradas no trânsito, mas que tinham compromisso com seus filhos”. Ele diz que se manifestou como cidadão. “Foi uma forma de expressão, jamais caracterizando aquiescência com execuções ou arbitrariedades”.

Em março de 2011, ele escreveu num processo que um policial deveria melhorar sua mira. “Bandido que dá tiro para matar tem que tomar tiro para morrer. Lamento que tenha sido apenas um dos rapinantes enviado para o inferno. Fica o conselho: melhore sua mira”. A Procuradoria-Geral de Justiça avaliará a publicação.


30 comentários

  1. Perseu Guido 21
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 15:37 hs

    um dia… nem poderemos mais ficar com raiva…

  2. Pipe Fux Truta
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 15:38 hs

    É por isso que a PEC-37 é importante… imagine se realmente ocorresse confronto e mortes e esse PROMOTOR DE (IN)JUSTIÇA fosse a única autoridade a investigar o fato… a barbárie estaria liberada… e IGUAL A ELE TEM MUITOS membros do MP… por isso é que a investigação criminal tem de ser realizada pela POLÍCIA JUDICIÁRIA, com todos os controles que já possui…

  3. Pedro
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 16:02 hs

    Um retrato de como nossa Justiça caminha… um comentário desse tipo é de assombrar não só a esquerda, mas até mesmo aqueles que, sendo de direita, se dizem defender a tal da democracia.

  4. Pedro Rocha
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 16:06 hs

    O Promotor está corretíssimo em seu desabafo! – Tem que proibir essa p… de passeata todo os dias, em todos os lugares, e na hora que o vagabundo achar que é hora, sob os motivos mais fúteis e mais escabrosos possíveis.
    Esse bando de desocupados não pode cercear o MEU DIREITO DE IR E VIR.
    Quer fazer passeada, aparecer na mídia, protestar, encher o saco de quem não tem nada a ver com assunto? – Alugue um Pavilhão de eventos; um estádio, uma chácara ou uma fazenda inteira, e fique lá o tempo que quiser, e divirta-se! Ou vá lá pra Brasília, pois os chefes de vocês, os chefes da quadrilha, estão todos lá! – Vá encher o saco daquele bando que também nada faz, além de ….

  5. Gardel
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 16:24 hs

    Belo exemplo senhor promotor Rogério Zagallo, da 5ª Vara do Júri de São Paulo, todos sabem que a maioria das vezes a justiça é tendenciosa, o senhor garante esse fato. Será que não seria o caso do senhor mudar pra Cuba, onde não existe greve, nem democracia?

  6. CARUNCHO
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 16:24 hs

    ESSE SENHOR NÃO TEM A MÍNIMA CONDIÇÃO DE SER PROMOTOR,COM QUE ISENÇÃO ELE VAI ATUAR EM CASOS DE ARBITRARIEDADES POLICIAIS, SE ELE É O PRIMEIRO A INCITAR A VIOLÊNCIA POLICIAL ,SERÁ QUE A PROCURADORIA GERAL VAI TOMAR ALGUMA PROVIDÊNCIA OU O CORPORATIVISMO VAI FALAR MAIS ALTO

  7. luciano
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 16:39 hs

    Um sujeito como esse acusa pessoas no Tribunal do Juri e age como um celerado e arrogante, ninguém pode contrariar sua vontade e poder, assim não é diferente dos que acusa. Essas coisas só e esse tipo de autoridade fazem e acontecem no bananão do PT. E ainda tem gente contra a Pec 37.

  8. Edson Azeredo
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 16:54 hs

    É lamentável o que disse esse filho da puta, nunca deve merecer respeito de ninguém…Não adianta agora esse marginal querer se defender dizendo que se manifestou como cidadão, porque todo cidadão de bem não agiria assim, portanto ele como cidadão ou promotor não passará nunca de um merda ou uma merda maior do que as palavras que por ele foram proferidas….

  9. Alessandro
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 17:00 hs

    Exagerou.
    Mas o que o “movimento passe livre” fez em São Paulo foi uma ação de quadrilha, em sucessivos crimes e infrações de toda a sorte.
    Movimento é o escambau, é mesmo um bando de vagabundos.

  10. Márcio Loss
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 17:43 hs

    “Zagallo afirmou ontem que publicou o texto, mas que só mal-intencionados achariam que as declarações são sua opinião.”

    Então podemos xingá-lo,ofendê-lo e mesmo assim não ser nossa opinião, apenas um desabafo?

  11. POVO DO VALE DO IVAI
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 18:36 hs

    MEU DEUS QUE LIXO E ESSE. SERÁ QUE ESTE CIDADÃO NÃO VIU O ATRASO QUE FOI O REGIME DE EXCESSÃO PARA NOSSO PAIS. MUDE PARA A LIBIA, CIDADÃO

  12. Carlos Maia
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 18:54 hs

    Dá-lhe! Esse é dos meus !
    Como eu já disse em posts anteriores, estamos vivendo a ditadura da minoria barulhenta! … Onde tudo pode, tudo é “legítimo”, e qualquer tentativa de restabelecer a ordem chamam de “repressão” !
    Pau neles !!!

  13. Diomar Campos
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 19:01 hs

    Nervoso, o rapaz…
    Prova de que qualquer anta passa em concurso publico, basta estudar…
    Infelizmente os que ocupam esses cargos publicos deveriam passar por um teste seletivo mais rigoroso, dá para ver que o referido sr. nao tem o minimo de competencia e eq. emocional para o cargo…

  14. sergio silvestre
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 19:09 hs

    Essa é a linha tenue da nossa justiça.Tem promotores probos e calmos e tem os Bugius como esse promotor ,que me perdoe os bugius.
    Fosse num pais em que a justiça não é brincadeira,poderiam enquadrar o distinto onipotente ai.Porisso sou a favos da pec 37,tem que deixar a policia tomar conta,senão a politica toma conta dos promotores.

  15. Roberta
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 19:16 hs

    Este é o nosso MInistério Público que quer comandar tudo. O país vai voltar a repressao se eles tiverem mais poder do que tem. Um horror , este cara tinha que ser preso e garanto que nada vai acontecer com ele.

  16. laisa lopes
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 19:37 hs

    sabe o que vai acontecer com este promotor? absolutamente nada. Alias é a única instituicao que esta acima do bem e do mal, ninguém investiga promotor neste pais, e ainda querem barrar a PEC 37.

  17. Ricardo Almeida
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 19:51 hs

    14 pessoas curtiram…

  18. CESAR ESTE DE UMUARAMA.
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 21:18 hs

    Promoto de Justiça??? E ainda alguém da justiça vem falando dos partidos de mentirinha. Faisss favor diria um irmão meu.
    E o pió, o que este tucano declarado tem contra o PT?? Se em SP quem aumentou foi o prefeito que é do PT?? com certeza os manifestantes não são do PT, ou ele acha que só do PT é que anda de onibus??

  19. Caça Corruptos
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 22:49 hs

    Nazista imbecil.
    Temos que lutar contra a ditadura do Judiciário.
    ELEIÇÕES PARA O JUDICIÁRIO JÁ!!!

  20. Luiz Eduardo
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 23:49 hs

    A idade para ingressar na magistratura e no ministério público deveria ser no mínimo de 27 a 30 anos, pois apesar de existir a
    Lei é preciso maturidade, vivência social, experiência sobre as necessidades e clamores sociais para a mais justa interpretação dos fatos e o julgamento mais justo possível. Ficar nos gabinetes sob o conforto do ar condicionado e da poltrona acolchegante, afastam os juízes e promotores do convívio social e ficam sem saber sobre as penúrias sociais, sobre a terrível criminalidade que anda por aí à solta, sobre a necessidade do PM matar um bandido e sobre as reações ppopulares desprotegidos e certos de que os bandidos estão cada vez mais agressivos e mortais, transformando a vida em sociedade num caos, e quando condenados ficam numa boa, inclusiva com remuneração superior ao salário mínimo. Aos juízes e promotores, por favor se integrem na realidade social atual, que por coincidência o promotor origem deste comentário conviveu, para sentir o que é a desordem social e o que o povo e a polícia passa todos os domingos com a agressividade das torcidas, eventualmente com manifestações por isso e por aquilo, sem se importar com os danos sociais e com o prejuízo aos direitos dos outros. Sem conhecer a realidade social de desordem e baderna, quem acaba tomando pau é a polícia, mesmo cumprindo o dever de manter a ordem pública.

  21. Pedrenrique
    segunda-feira, 10 de junho de 2013 – 23:55 hs

    A maioria dos que aqui criticaram o Promotor, que aliás, como uma autoridade do judiciário ultrapassou todos os limites, certamente mora em cidades menores, onde não há trânsito, não há passeata, muito menos engarrafamento.
    Agora, chegue em, SP, na região da Paulista, e você com agenda, compromissos, tensão, etc etc, e uma minoria, formada por desordeiros, arruaceiros e desocupados simplesmente fecham todas as ruas, e vc fica ali parado, sem poder ir pra frente, nem pra trás, muito menos pra cima, ou pra baixo, enquanto o bando de desocupados, se mostra, aparece pras câmeras, pra depois colocar no Face e fazer bonito na roda de amigos, etc etc etc.
    Ôrra, meu! Tudo tem limite! É hora de acabar com essa zona que está virando esse Brasil. A polícia tem que intervir sim, e sentar o cacete nesse bando, e nos outros que volta e meia tomam conta de uma grande cidade..
    O DIREITO DELES, TERMINA ONDE COMEÇA O MEU DIREITO.
    Se os pais deles não lhes ensinaram isso, umas boas cacetadas da polícia, vai ensina-los rapidinho!

  22. Janice
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 0:38 hs

    Babaca

  23. Coronel Kurtz
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 2:20 hs

    Falou o que pensa, não é daqueles promotores de óculos quadrados e ternos bem arrumadinhos que tem mestrado e está fazendo doutorado e que são dissimulados. Fogo nestes bostas mesmo.

  24. alberto ramos
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 7:49 hs

    Pois é mandei a materia para um amigo meu, da polícia.
    Ele me disse, se fosse um policial que tivesse feito, o ministerio publico ja tinha pedido a prisão do policial.Mas ele promotor, pode tudo. Eles não tem órgão de controle deles mesmos….
    Os politicos que nao se enganem que dêm mais poder ao Promotor e eles vão caçar politicos.Disse caçar….

  25. Pedro Lorenzetti
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 9:12 hs

    Acho que agora a população está acordando para ver quem são estes promotores de justiça, que se acham acima do bem e do mal. Verdadeirso NAZISTAS !!!!!!

  26. Roberto
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 9:39 hs

    Essa é a Justiça no BRASIL!!!

  27. dibel
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 10:36 hs

    Não sabia que vendem franquia de Tribunais do Juri!!! Ele disse que o Tribunal é dele. Será que o Juiz desse tribunal também acha isso e só faz o que ele manda. Afinal ele é o dono! Pec 37 já!!!

  28. OBSERVADOR
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 14:45 hs

    Há mais exemplos de violência envolvendo delegados, é só pesquisar!
    O que esse promotor desequilibrado falou muitos delegados lúcidos já o fizeram!
    Não adianta pegar um caso isolado de um boçal, pois se for pra comparar, os delegados perdem feio no quesito violência, e ainda querem exclusividade nas investigações criminais!

    CONTRA A PEC 37!

  29. terça-feira, 11 de junho de 2013 – 15:21 hs

    Todo mundo condenando o Cidadão, só porque num rompante ele falou o que todo mundo tem vontade de falar mas não tem coragem, essa historia do “policamente correto” não passa de hipocrisia, farsa… Quem nunca num momento de raiva falou algo parecido? E se não falou ao menos não pensou? Dúvido que ninguém em sã consciência nunca tenha feito isso, dúvido!…

  30. silvajr
    terça-feira, 11 de junho de 2013 – 21:45 hs

    Como todo bom reacionário, trata-se de uma besta humana!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*