Malafaia compara Marcha para Jesus aos protestos pelo Brasil; Feliciano é ovacionado | Fábio Campana

Malafaia compara Marcha para Jesus aos protestos pelo Brasil; Feliciano é ovacionado

Do UOL, em São Paulo:

Antes do início dos shows de música gospel no palco montado na praça Heróis da FEB, em São Paulo, diversos pastores ligados à organização da Marcha para Jesus fizeram pregações e orações às milhares de pessoas presentes. Coube à Silas Malafaia o papel de fazer um discurso político. Malafaia comparou a marcha aos protestos que estão sendo organizados em todo o país. O deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) decidiu não falar, mas foi ovacionado pelos fiéis.

“Não estamos preocupados com reforma política. Queremos apenas menos roubalheira e mais governo”, afirmou Malafaia para os fieis que, em coro, gritavam “Jesus”.

Em seu discurso, Malafaia disse que os evangélicos estavam dando exemplo de manifestação pacífica.

“Aqui não tem palavrão, não tem quebra-quebra”, afirmou. “Nós somos o povo evangélico, cidadãos dessa pátria. Nós vamos influenciar todo esse país. O Estado é laico, mas não é ateu”, completou.

Não faltaram críticas ao movimento LGBT, chamado no evento de “ativismo gay”. Para Malafaia, o famigerado projeto da chamada “cura gay” foi algo plantado na imprensa pelos homossexuais.

“Sou psicólogo. Não conheço na psicologia a palavra cura. Desafio o presidente do Conselho Federal de Psicologia para um debate”, disse.

Feliciano não quis falar em público, mas a roupa que estava usando já dava o tom de sua participação. “Eu represento vocês”, dizia a camiseta do atual presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

Em breve declaração à imprensa, Feliciano disse que não vai renunciar ao cargo e que apoiou o projeto da “cura gay” – expressão que ele diz não gostar – apenas como demarcação política. “Eu sabia que não ia passar”, afirmou.


24 comentários

  1. gilsinho
    sábado, 29 de junho de 2013 – 22:35 hs

    Sou católico praticante mas tiro o chapéu para o movimento evangélico que combate o movimento heterofóbico que vem sendo efetuado por veados e machorras que exageram e querem intimidar a população e convencer que o certo é o que eles fazem. E o povão se influencia contra os evangélicos como ocorreu com a PEC 37 sem saber o conteúdo.

  2. gabrielle
    sábado, 29 de junho de 2013 – 22:38 hs

    Via com bons olhos a Marcha para Jesus, agora, qualquer manifestação onde pessoas que disseminam o ódio, o preconceito e a alienação, são ovacionados, TÔ FORA!!!!!

  3. Marcelo
    sábado, 29 de junho de 2013 – 22:43 hs

    Gosto do povo nas ruas reivindicando seus direitos, no entanto, Malafaia e Feliciano na minha opinião não passam de enganadores, que se aproveitam da boa fé das pessoas para enriquecer.

  4. Villa
    sábado, 29 de junho de 2013 – 22:48 hs

    Que pena!
    Uma manifestação tão bonita, liderada por esses CHARLATÕES!

  5. wal
    sábado, 29 de junho de 2013 – 23:02 hs

    olha a camisinha do gayliciano enrustido kkkkkk

  6. Pedro Rocha
    sábado, 29 de junho de 2013 – 23:16 hs

    Realmente o povo evangélico deu uma lição de como se pode exercer a cidadania e o respeito ao culto, com civismo, patriotismo e espirito cristão.
    Sendo o povo de Deus, tem tudo pra mostrar para esse governo ateu e corrupto,e ordinário, que que essa vida terrena não se resume a falcatruas, crimes, poder e dinheiro.
    Existe algo mais, num futuro próximo!

  7. Paulo
    domingo, 30 de junho de 2013 – 1:27 hs

    A esquerda jamais teria chegado ao poder sem o apoio maciço de líderes evangélicos (e, por sua vez, do povo, que segue esses líderes, cegamente). O SAFADO APEDEUTA e seus asseclas esquerdistas atraíram os evangélicos em 2002, compraram (literalmente) o apoio dos partidos que os abrigavam, apesar do profundo desprezo que nutrem em relação a esse povo! Pergunto, então, a esses pastores e “bispos”: valeu à pena?

  8. marcelo
    domingo, 30 de junho de 2013 – 8:46 hs

    O povo deve se libertar da influência desses vigaristas, que espalham o ódio, o preconceito e o fundamentalismo. Toda opinião, escolha e opção tem que ser respeitada!

  9. domingo, 30 de junho de 2013 – 11:46 hs

    Todos os que julgam,com maior rigor serão julgados,e fazem isso pq não conhecem a palavra de DEUS, + quando JESUS vier nos buscar,e isso é tão certo como o sol q brilha tds os dias;Esse pessoal q escarnece e critica o povo de DEUS, vai se arrepender amargamente,+ vai ser tarde,e q DEUS tenha mesiricordia destas pessoas, pq mesmo q esses a quem criticam fizessem tudo isso q dizem e mais um pouco ainda a +,pois quem julga é somente DEUS O SOBERANO.

  10. domingo, 30 de junho de 2013 – 12:27 hs

    Não canso de repetir; “vivemos um Estado Democratico de Direito’, essa multidão mostrou o outro lado que grande parte da imprensa tenta desqualificar, com adjetivos que muitas vezes nem quem escreve sabe o real sentido histórico, sociologico e antropologico de alguns termos que usa, repetindo, para tentar relegar a manifestações de “gentalha”, como diria a Dona Florinda ao seu filho Kiko, “vamos tesouro não se misture com essa gentalha”… Somos “MILHÕES” não somos desqualificados, sem cultura e sem conhecimento, temos sim senso critico e não precisamos de “NINGUÉM” de fora de nosso convívio para nos ensinar a separar o “JOIO DO TRIGO”… O Pastor Silas e Marcos Feliciano nos representam SIM!… Falam em fundamentalismo, que fundamentalismo é esse que tanto falam, se nos conhecessem melhor não ficariam com ilações sem fandamento, tergiversando daquilo que não conhecem!… Fico indignado quando dizem que não temos cultura… Somos um povo pacifico, ordeiro, trabalhador, cumpridor de seus deveres civicos, sociais, comerciais…Eu sou Gestor Tributário / Pós-Graduado, MBA em Gestão Pública, MBA em Administração Tributária, MBA em Administração Pública e Governo, Especialista em Metodologia da Educação no Ensino Superior / Palestrante de Planejamento Tributário, Prática Processual Fiscal, Tributos Municipais, Gestão Pública, Direitos e Garantias Individuais e Coletivas. / Professor Universitário e Funcionário Público a 35 anos, isso sem mencionar os idiomas que falo. Onde está a falta de cultura?… Mais provavelmente em quem equivocadamente diz que não a temos!… Desculpem pelo desabafo, mas estou cansado de ouvir e ler sobre isso… Desculpe Campana, e leitores de bom senso!…

  11. Bete
    domingo, 30 de junho de 2013 – 13:56 hs

    Estes caras tinham que estar presos por estelionato, que é o que eles fazem tomando dinheiro do povo nas igrejas.

  12. Luiza Magalhaes
    domingo, 30 de junho de 2013 – 14:02 hs

    parabens gilsinho pelo comentario , Bem isto mesmo, o povo burro levanta a bandeira sem entender nada sobre o assunto, como foi na PEC37. Os juristas que entendem de direito sabem que aquuilo é uma absurdo, mas o povão acha certo. E os deputados safados com medo do MP (que ficaram la fazendo pressão cara a cara durane 3 dias seguidos), votaram contra. Deputados sem vergonha, canalhas.. Vai ter troco a falta de carater, pois uma hora a população vai entender que foi enganada.

  13. A Sociedade Responde
    domingo, 30 de junho de 2013 – 14:12 hs

    “Não estamos preocupados com reforma política. Queremos apenas menos roubalheira e mais governo”, afirmou Malafaia para os fieis que, em coro, gritavam “Jesus”.

    Disse tudo, Malafaia. Mesmo por que essa reforma política feita a toque-de-caixa não é bom para o país. Bom para o Brasil seria um Congresso de qualidade, consciente de suas funções e respeito ao erário e ao cidadão brasileiro. Que é o que está faltando.

    “Aqui não tem palavrão, não tem quebra-quebra”, afirmou. “Nós somos o povo evangélico, cidadãos dessa pátria. Nós vamos influenciar todo esse país. O Estado é laico, mas não é ateu”, completou.

    NOVAMENTE acertou na mosca. É preciso movimento ORDEIRO. Quebra-quebra é coisa de paus mandados, de gente que quer se manter no poder doe a quem doer e quanto pior melhor. Só assim, no meio de dificuldades criadas, vendem facilidades a preços estratosféricos…

    Feliciano não quis falar em público, mas a roupa que estava usando já dava o tom de sua participação. “Eu represento vocês”, dizia a camiseta do atual presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

    DEPUTADO eleito pela força do voto democrático e também presidente da Comissão de Direitos Humanos eleito pelos seus pares da Câmara Federal. Portanto, LEGÍTIMO no cargo. Sem condenação interna (da Casa de Leis) ou externa (tribunais superiores).

    Está representando sim, o seu eleitorado e os que simpatizam com a sua retórica. Porém, unanimidade, nem mesmo Jesus, o Cristo, conseguiu.

  14. Roberto
    domingo, 30 de junho de 2013 – 14:13 hs

    O Povo de Deus sabe muito bem quem são os Pastores e pastores, e ha grande maioria dos Evangelicos votou sim no PT Lula e Dilma, mas estes trairam a sua confiança deixando se levar pelos ativistas Cristofobicos e perseguidores dos Cristãos. Defendem hoje o aborto e os comportamentos que destroem as familias brasileiras.
    Ano que vem toda a midia e institutos de pesquisa sera obrigada a colocar em suas pesquisas pela primeira vez um candidato a Presidencia realmente convertido(a) ao Senhor Jesus Cristo. Podemos ja afirmar que o próximo Presidente da Republica sera o defensor da Familia, da Vida, dos Valores Biblicos , da Honestidade que se perderam com a ausencia de Politicos Honrados e Tementes a Deus.Chegou a hora !

  15. Mr.Scrooge
    domingo, 30 de junho de 2013 – 19:09 hs

    Data vênia Gilsinho vá se educar antes de escrever tanta besteira, se você “pretendia” criticar os gays e lésbicas errou redondamente. Leia e releia o que escreveu e veja o tremendo erro que cometeu. Também sou católico mas nem por causa disto deixou saber a diferença entre heterossexual e homossexual.

  16. PAULO
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 0:17 hs

    Que nojo… simbolos do atraso para o Brasil…

  17. FUI !!!
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 6:47 hs

    Feliciano ovacionado !? Esta turminha de evangélicos precisam fazer a ter-
    ceira lavagem cerebral. Fui !!!

  18. verdade
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 7:23 hs

    Realmente eh o final dos tempos! Ovacionar um imbecil desses…não tem comentário!

  19. vera
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 8:13 hs

    Toda opinião tem que ser respeitada, inclusive a dos evangélicos que tem a Biblia como regra de fé e prática. Cremos que quem é a favor das prática homossexuais está contra os ensinos de Jesus Cristo. Somos mais de 35 milhões de brasileiros e também queremos respeito.

  20. lika
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 8:22 hs

    Se esse País fosse sério, Malafaia/Feliciano e essa catréfa de pastores, que compra horário nobre em TV e Radios para roubar o povo mais humilde, estariam é na cadeia, são uma tropa de vagabundos que estão ficando ricos nas costa desse povo, acho que nem o diabo vai querer essa turma lá encima.

  21. antonio pilarzinho
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 8:53 hs

    Resposta ao sr. Marcelo:
    Suas Palavras: Toda opinião, escolha e opção tem que ser respeitada!
    Creio que você quer queira ou não tambem deve respeitar a opção dos evangelicos, igual você ao que parece respeita a do homosexuais.
    Abraço, viva a liberdade de expressão.

  22. Marcos
    segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 11:38 hs

    Não entendi o comentário do Marcelo: ‘Toda opinião deve ser respeitada!’ : está falando da opinião dele mesmo (‘O povo deve ser libertar desses vigaristas…’), ou da opinião dos evangélicos?

  23. segunda-feira, 1 de julho de 2013 – 15:08 hs

    Sempre admirei, li, recomendei e divulguei esse blog, inclusive tenho um link em meu próprio blog… Entretanto fico na dúvida porque alguns comentários mais “incisivos” e as vezes até com palavras chulas e de baixo calão são publicados e um que postei ontem não foi, eu só usei termos respeitosos, legais, éticos e politicamente corretos… Onde está a tal da cantada em verso e prosa”IMPARCIALIDADE” que ensinam nos cursos de Jornalismo? Só no papel? Acho que sim!… Porque não publicaram o meu comentário? Porque defendia os Pastores Silas Malafaia e Marcos Feliciano?

  24. robiscley
    domingo, 24 de maio de 2015 – 22:12 hs

    OLa pessoal.

    Por favor,respeite o povo de DEUS.
    Eles quer que vc teja paz e não ser escravo de satanás.
    A BÍBLIA DIZ Não é bom tocar em um ungido do Senhor (Sl 105.15; 1 Sm 24.6,7). Ai de quem ousa tocar em alguém que tenha recebido a unção divina.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*