Foragido desembarca em Curitiba e acaba preso com 15 quilos de explosivos | Fábio Campana

Foragido desembarca em Curitiba e acaba preso com 15 quilos de explosivos

De Felipe Ribeiro e Juliano Cunha, Banda B:

Um foragido da justiça foi preso no início da noite desta sexta-feira (31) após desembarcar em um ponto da BR-277 na região do bairro São Brás, em Curitiba, com cerca de 15 quilos de explosivos. De acordo com o tenente Cleverson, ele vinha de Guarapuava, na região centro-sul do estado e, assim que eles receberam uma informação da possibilidade do transporte desse material, uma força-tarefa das polícias Federal e Militar agiu e conseguiu realizar a prisão do suspeito.

“Além dos explosivos, encontramos espoletas e o cordel detonante, ou seja, tudo para que ocorresse a detonação. Ele responde por um roubo em Ponta Grossa e não teve nenhum cuidado no transporte”, comentou.

Segundo o tenente, o detido chegou a comentar que o material seria utilizado para arrombar caixas eletrônicos, mas que não seria ele. “Segundo o relato, ele recebeu um dinheiro para trazer de Ponta Grossa e entregar ali mesmo no viaduto onde desceu, mas agora vamos investigar o envolvimento dele”, disse.

O foragido foi preso e encaminhado à sede da Polícia Federal em Curitiba.


4 comentários

  1. Vigilante do Portão
    sábado, 1 de junho de 2013 – 20:10 hs

    Foragido?

    Vamos ver, se pela gravidade do crime (portar explosivos), o bandido vai ficar preso.

    Aliás, venho insistindo na tese:

    A Polícia está fazendo a sua parte.

    Podem notar.

    Quando um bandido é preso, logo a mídia noticia que ele é Foragido, está em liberdade, fugiu do sistema carcerário…

    Significa dizer que A POLÍCIA Já HAVIA PRENDIDO O CRIMINOSO.

    Ele está SOLTO, por conta de fatores outros..

  2. mauri
    sábado, 1 de junho de 2013 – 23:23 hs

    policia eficiente só com serviço de inteligencia e com presos em penitenciárias, dando ao policial condições de trabalhar. Parabéns.

  3. Peter Bad Harthes
    domingo, 2 de junho de 2013 – 10:47 hs

    Que tal um acidentezinho ali pelo Viaduto dos Padres, sem esquecer de levar junto o “jovenzinho” que matou o cobrador de ônibus, o cara que atirou no ex-prefeito Saul Raiz, aquele outro que matou a mulher que voltava do casamento da filha. Se precisa dar um medo nessa corja, ao contrário de paparicos por parte da Legislação, dos Direitos Humanos.

  4. sergio silvestre
    domingo, 2 de junho de 2013 – 10:56 hs

    Isso ai daria para derrubar a assembleia?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*