CPI da Telefonia realiza oitivas hoje com diretores de operadoras | Fábio Campana

CPI da Telefonia realiza oitivas hoje com diretores de operadoras

Após percorrer as principais cidades do estado e recolher mais de 15 mil queixas e denúncias de consumidores, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel da Assembleia Legislativa realiza hoje (10), das 9h às 17 horas, no Plenarinho da Assembleia, audiência para ouvir diretores e representantes das empresas Oi-Brasil Telecom, TIM, Vivo, Claro e Sercomtel.

Três das operadoras conseguiram na Justiça o direito de não assinarem um documento de juramento que obriga os representantes das empresas a dizer a verdade. A liminar da Tim estende o direito de não assinar o juramento a todas as operadoras, mas representantes da Vivo e da Sercontel concordaram em assinar o documento antes do início da sessão. A liminar chegou às mãos do presidente da CPI, deputado Leonaldo Paranhos (PSC), logo após a abertura dos trabalhos na manhã desta segunda-feira.

Também participam da audiência como convidados diretores da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os promotores Expedito Schreiber e Maximiliano Deliberador, do Ministério Público de Defesa do Consumidor; Claudia Silvano, do Procon-PR; Andressa Jarletti, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR); Gutemberg Ribeiro, delegado chefe da Delegacia de Defesa do Consumidor; Biratã Giacomoni, diretor da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep); Monroe Olsen, da Associação Comercial do Paraná (ACP); Eduardo Farias Silva, da Associação dos Engenheiros do Paraná; André Hummel, presidente da Abratelecom; deputados Sandro Locutor e Silvio Dreveck, presidentes das CPIs de telefonia do Espírito Santo e Santa Catarina, respectivamente.

Durante a audiência dessa segunda-feira, antes das oitivas, será apresentado um vídeo com depoimentos colhidos durante a jornada da CPI pelo interior e um gráfico para mostrar quais são as principais queixas dos clientes da telefonia móvel.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*