Volta de Kielse gera mal estar no PMDB | Fábio Campana

Volta de Kielse gera mal estar no PMDB


Não está sendo bem digerida pela bancada do PMDB a volta do deputado estadual Cleiton Kielse, que havia saído há um ano para integrar o novo PEN no Paraná. O regresso do parlamentar foi articulado pelo presidente estadual da legenda, o deputado federal Osmar Serráglio, sem uma consulta prévia aos deputados estaduais, que são maioria na Executiva Estadual.

“Esta história da volta do Kielse está muito mal contada. Temos que saber se ele vai fazer o nosso jogo”, diz um peemedebista, alinhado ao governador Beto Richa (PSDB). Na mesma semana que voltou ao partido, Kielse foi a tribuna da Assembleia para desancar o pedágio e de quebra o presidente da Casa, o tucano Valdir Rossoni.

“Não é este tipo de jogo que queremos para a nossa bancada”, completou o deputado.


11 comentários

  1. Everson
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 15:00 hs

    Conte-me mais sobre a bancada do PMDB? Ela existe de fato?

    Parece-me que este “B” do PMDB deixou de ser “Brasileiro” para ser de BARGANHA!

  2. Ramirez
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 15:07 hs

    Tipo de jogo? Decepção! sempre pensei que os Deputados estavam lá para DEFENDER OS “INTERESSES DO POVO”, mas, diante dessas declarações vejo que estão lá para “jogar” com a nossa sorte. Em boa hora, deixei o PMDB do qual era participante desde a Pça Ozório (MDB). A volta do Kiese melhora um partido apodrecido pelas velhas rapozas do rabo felpudo. Kielse, una-se ao Serraglio e ponha ordem na casa…

  3. sergio silvestre
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 15:12 hs

    Quem será esse deputado que disse queele tem que faser o nosso jogo.Que porcaria é esse pmdb fisiologico do Parana!
    Quando alguem com ideias de investigar alguma coisa ou é um deputado combativo não presta para os aliados do governo.Opovo está de olho em voces ,podem escrever ai.

  4. Silvania
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 15:18 hs

    Jogo?? nunca imaginei que politica fosse um “JOGO”

  5. Antônio
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 15:45 hs

    Deputado que faz jogo, nem merecia ser deputado, é muito rasteiro

  6. RISADINHA
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 16:07 hs

    O comentário deste deputado que esta incomodado, mostra claramente a mediocridade que se tornou esse PMDB.
    O nobre legislador, deixa muito claro quando fala em jogo. Diz tudo!!!

  7. Giuliano
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 19:22 hs

    É isso aí Kielse! Não seja mais um laranjão! Defenda as tua idéias, com isenção e não se entregue a essa bancada de oportunistas! Afinal não sabia que o Pmdb do Paraná decidiu e votou em reunião com todo o diretório estadual apoio ao PSDB! Se vcs souberem de algo avisem! Abaixo aos fisiologistas!

  8. marcelosegurança
    terça-feira, 28 de maio de 2013 – 22:16 hs

    O PMDB FICA MAIOR E MELHOR COM A VOLTA DO DEPUTADO KIELSE. PELO MENOS ELE, AO QUE PARECE, IRÁ DEFENDER OS BONS GOVERNOS DO PMDB DE REQUIÃO E PESSUTÃO.. POR FALAR EM PESSUTI, APENAS ELE, ORLANDO PESSUTI CUMPRIU A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL E NÃO ULTRAPASSOU O LIMITE PRUDENCIAL. por isso que sempre ouço que Pessuti em 9 meses de governo fez muito melhor que gente que ficou 4, 8, 11 anos………

  9. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 29 de maio de 2013 – 1:11 hs

    Este burguês representa o que há de pior na política do Paraná.

    Só foi eleito deputado porque “o velho ‘ ajudou muita gente e tinha personalidade carismática.

    Infelizmente, o filho não passa de um zero a esquerda.

  10. VISIONÁRIO
    quarta-feira, 29 de maio de 2013 – 5:34 hs

    A fidelidade partidária deveria ser de no mínimo dez anos aqui no
    Brasil. A “dança dos Partidos” ocorre exclusivamente para onde o
    político pode roubar mais. O ideal político já foi extinta na idade da
    pedra…

  11. sergio silvestre
    quinta-feira, 30 de maio de 2013 – 0:09 hs

    Campana,eu não fiz esse comentario 1.11 horas.
    e meu pai fez muitos filhos por ai,mas todos com nomes diferentes.
    Talvez a mãe desse gostou do meu nome.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*