Sinal vermelho | Fábio Campana

Sinal vermelho

Do Ilimar Franco, O Globo:

A ministra Ideli Salvatti identificou quatro medidas provisórias que perderão a validade caso o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), cumpra a exigência de que as MPs cheguem à Casa com sete dias de folga.


2 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 21 de maio de 2013 – 10:41 hs

    Nada a ver.
    Na coluna do Cláudio Humberto, hoje, tá que a acompanhante de executivo, Rose Noronha, foi a única a perder emprego por causa da investigação chamada de Porto Seguro.
    Querem apostar que logo logo a coluna de cargos do Diário Oficial da União abre uma coluninha prá moçoila?

  2. Mr.Scrooge
    terça-feira, 21 de maio de 2013 – 13:28 hs

    E fez o que ministra? Ficou só na lembrança? Eta Luluzinha folgada esta.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*