Plano define ações para estimular exportação | Fábio Campana

Plano define ações para estimular exportação

O plano foi entregue, em Brasília, pelo secretário-executivo adjunto do MDIC, Ricardo Schaefer, ao diretor-geral da Secretaria, Horácio Monteschio

O Paraná recebeu o Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE), edição 2013. O documento – desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) em parceria com a Secretaria da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul (SEIM) e outros órgãos – aponta ações a serem executadas este ano para estimular as vendas do Estado ao exterior. O plano foi entregue, em Brasília, pelo secretário-executivo adjunto do MDIC, Ricardo Schaefer, ao diretor-geral da Secretaria, Horácio Monteschio.

O PNCE foi lançado em 2012 para diversificar a pauta de exportação brasileira, já que apenas três estados (Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo) respondem por 50 % das exportações. O documento identifica potencialidades, define ações de acordo com a realidade econômica e social de cada Estado e seguindo cinco eixos: cultura exportadora, inteligência comercial competitiva, ambiente de negócios, diversificação e qualificação da pauta exportadora e promoção comercial.

AÇÕES NO PARANÁ – O documento paranaense traz 46 ações para 2013, algumas delas já executadas ou em execução, para capacitar gestores públicos, empresários e profissionais de comércio exterior. São exemplos a realização de cursos, consultorias e oficinas sobre comércio exterior, além de atividades para participação em feiras e eventos internacionais de exposição de produtos e rodadas de negócios.

O plano também aponta como setores potenciais no Paraná para a exportação: agroindústria, artesanato, bonés, confecção, equipamentos médico-odontológicos, madeira e móveis, máquinas e equipamentos agrícolas, metais sanitários e tecnologia da informação. “São setores estratégicos que terão atividades para potencializá-los”, salientou Monteschio.

Entre as entidades parceiras estão os Correios, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Banco Nacional de Desenvolvimento, Econômico e Social (BNDES), a Confederação Nacional da Indústria (CNI) entre outros. “Vamos trabalhar juntos para desenvolver e difundir a cultura exportadora em todo Paraná”, afirmou Monteschio.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*