Paraná reivindica nova demarcação do mar territorial | Fábio Campana

Paraná reivindica nova demarcação do mar territorial

No mapa acima, em branco está marcada a projeção atual e em amarelo a projeção reivindicada do mar territorial.

Do Felipe Patury:

Uma nova batalha federativa começou a ser travada no Congresso. Paraná e Piauí reivindicam a redefinição de seus mares territoriais. O Piauí diz que áreas hoje atribuídas ao Maranhão e ao Ceará são suas. A confusão é maior com o Paraná, que reivindica o trecho do litoral paulista onde está o Campo de Tupi, com suas reservas de gás e de 5 a 8 bilhões de barris de petróleo. Se vencer, o Paraná abocanhará uma enorme receita de royalties.


7 comentários

  1. Tisa Kastrup
    terça-feira, 14 de maio de 2013 – 8:52 hs

    Até “desenharam” pra facilitar o entendimento. Nada mais justo e geograficamente correto.

  2. lika
    terça-feira, 14 de maio de 2013 – 8:56 hs

    É UMA BRIGA E UM PROJETO DO SENADOR SERGIO SOUZA, QUE ESTÁ BRIGANDO PELO PARANÁ, SE PRECISAR INFORMAÇÕES E ATÉ CÓPIA DO PROJETO EU POSSO TE PASSAR CAMPANA, TENHO ESTAS INFORMAÇÕES

  3. QUESTIONADOR
    terça-feira, 14 de maio de 2013 – 9:06 hs

    Como podemos notar a grande fatia das riquezas do petróleo e derivados está nas mãos dos paulistas e dos cariocas. Os paulistas se acham donos de tudo e simplesmente invadiram o mar territorial do Paraná e Santa Catarina e quanto aos cariocas exxxperrttosss tomaram uma parte do mar territorial de São Paulo.
    -A bancada do Paraná tem que lutar pelos direitos do Paraná em Brasília e reverter o quadro atual e torná-lo justo.O Paraná possui o menor litoral do Brasil e ainda tem duas baías, e ainda temos que conviver com este tipo de injustiça…..
    -De qualquer forma, se esta situação não se resolver à contento em favor do nosso estado, é fácil resolver, apenas cortar as linhas de transmissão de energia de Itaipu que vão para o resto do país….

  4. marlene reis
    terça-feira, 14 de maio de 2013 – 11:07 hs

    ENGANO, não é projeto de político nenhum, muito menos de algum
    ‘senador’ desconhecido – é um projeto muito antigo da sociedade
    paranaense – cabe acrescentar, que o desenho pode ser ainda mais
    favorável – se o Paraná vencer a disputa com São Paulo pela demarcação
    do litoral norte – aumenta em alguns quilometros a área costeira do Pr.!!!

  5. Zangado
    terça-feira, 14 de maio de 2013 – 11:49 hs

    Uma imagem expressa mais que 10 mil palavras, dizem os chineses.

    Vê-se a ignomínia que representa a demarcação antiga, com prevalencia manifesta de SP e RJ; sem dúvida herança dos parlamentares provincianos do Paraná e dos governos anteriores, sempre na rabera das reivindicações paranistas.

    É uma reivindicação pra lá de justa.

  6. Mr.Scrooge
    terça-feira, 14 de maio de 2013 – 16:05 hs

    Com a bancada federal que nós temos vamos ver esta revisão acontecer lá pelos idos de 2113. Se isto acontecer. Com senadores do tipo dos nossos, votando contra os interesses do Estado, já vamos conseguir isto. Quem sobreviver verá

  7. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 15 de maio de 2013 – 11:09 hs

    A esquadra paranaense fundeada em Caiobá sairá sob o comando do almirante Richa, em seu yacht capitânia, e do capitão Furacão para tomar de assalto as plataformas de petróleo do magnífico mar territorial do Paraná. Isso, claro, depois de um banho de piscina no iate clube e um camarão rosa regado à champanhe no bar. Afinal, ninguém é de ferro.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*