Ney propõe criação de brigadas de incêndio voluntárias no Paraná | Fábio Campana

Ney propõe criação de brigadas de incêndio voluntárias no Paraná

O deputado Ney Leprevost apresentou a Assembléia Legislativa do Paraná um projeto de lei que visa permitir a formação de Brigadas Voluntárias de Incêndio nos municípios que não possuem Grupamento do Corpo de Bombeiros.

Onde o Corpo de Bombeiros está presente, as Brigadas Voluntárias de Incêndio podem atuar na prevenção e no combate do princípio de incêndio, minimizando danos e salvaguardando vidas até que a assistência especializada esteja no controle da situação.

Além disso, a Brigada Voluntária pode dar apoio ao trabalho dos socorristas e do Corpo de Bombeiros, pois recebem treinamento e formação específica para exercer a atividade.

Os voluntários terão plenas condições de atender episódios específicos com segurança e conhecimento, utilizando-se de técnicas e procedimentos corretos, diminuindo o risco de possíveis tragédias.

“Com a criação das Brigadas Voluntárias de Incêndio os municípios sem Grupamento do Corpo de Bombeiros irão receber atendimento mais rápido, isso nesses casos significa maiores chances de salvar vidas e evitar tragédias”, afirmou Ney.


6 comentários

  1. Mr.Scrooge
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 20:11 hs

    Pelo jeito andou vendo um pouco de televisão hein amigo Ney. Isto acontece há quase um milhão de anos nas sociedades desenvolvidas. Na minha querida Joinville o corpo de bombeiros foi voluntário até pouco tempo atrás.

  2. Ficha Limpa
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 23:51 hs

    Ótimo projeto, deputado Ney. Parabéns !

  3. Sargento Sérgio
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 23:52 hs

    O Ney é um deputado que sempre prestigiou o Corpo de Bombeiros e fez esta proposta para nos ajudar a cuidar da vida das pessoas, já que não temos batalhões em muitas cidades.

  4. Elizeu
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 23:54 hs

    Este moço Ney Leprevost tem muitas ideias boas e está sempre em ação. Creio que já poderia dar vôos mais altos na política do Paraná.

  5. terça-feira, 21 de maio de 2013 – 10:31 hs

    neeeyyy e a historia do pedagio ney!!!!brigadas sem pedagio ne;;

  6. luiz
    terça-feira, 21 de maio de 2013 – 10:57 hs

    Sempre pensei, porém nunca ouvi falar na necessidade de refrigeradores de água para os bombeiros.
    Como a água a 4ºC ainda permanece líquida, nesta temperatura tem um poder maior de resfriamento nos incêndios.
    Todos sabem que são as altas temperaturas que alimentam os incêndios,
    também sabem da propriedade da água, que tem a maior capacidade de absorver energia, aumentando essa capacidade quando gelada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*