Ministro da Justiça confirma veto às caxirolas na Copa do Mundo | Fábio Campana

Ministro da Justiça confirma veto às caxirolas na Copa do Mundo

Do UOL, no Rio de Janeiro:

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, confirmou, nesta sexta-feira, o veto às caxirolas, chocalho criado pelo músico Carlinhos Brown que foi apresentado como a “vuvuzela brasileira”. Segundo o político, uma análise técnica mostrou que o instrumento não é seguro e que, por isso, não poderá ser usado nos estádios da Copa das Confederações deste ano e na Copa do Mundo de 2014.

“Houve uma análise técnica sobre a segurança da caxirola e viu-se que não é objeto adequado. Essa posição vai ser mantida”, disse Cardozo, referindo-se à decisão do COL (Comitê Organizador Local), divulgada de forma preliminar na última segunda-feira.

O instrumento virou debate depois que ele virou arma de protesto na Arena Fonte Nova, no fim de abril, no clássico entre Bahia e Vitória. Irritados com a má atuação do time tricolor, os torcedores atiraram as caxirolas no gramado, forçando os jogadores a retirarem os objetos do gramado, que fazia sua estreia em estádios brasileiros.

A repercussão negativa gerou muitos protestos e, na última segunda-feira, o COL anunciou que o instrumento estava vetado. Dois dias depois, no entanto, a empresa que fabricou as peças ainda mantinha esperanças de reverter a situação.

Em contato com o UOL Esporte, a empresa The Marketing Store anunciou que produziria uma versão mais leve e flexível do chocalho, para que ele fosse menos perigoso para os torcedores.


12 comentários

  1. Palpiteiro
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 13:15 hs

    É uma picaretagem que deve ser escorraçada. Nesta copa do mundo no Brasil, só dá picaretagem. Vai ser uma vergonha mundial.

  2. Luciano
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 13:22 hs

    Graças a deus proibiram essa coisa ridícula…

  3. SPRING
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 14:20 hs

    Quem foi na Africa assistir a Copa e nos que acompanhamos oela televisão ,vimos o quanto é pertubadora esses instrumentos, enche o saco mesmo e fazem barulho desnecessário, alias esse instrumento não faz parte da cultura brasileira.

  4. Padre Aneico
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 15:08 hs

    Não é preciso muita analise para concluir que a falta de investimento em educação e responsável por esta realidade.

  5. Sergio R.
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 15:18 hs

    Mais leve, mas que cheio de água ou outro líquido se torna muito pesado. Seria mais saudável para os ouvidos poupar os torcedores desse artefato bélico musical caxirolento.

  6. DO LITORAL
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 18:49 hs

    TOMARA QUE O CARLINHOS BROW NÃO PROCESSE JOSÉ EDUARDO POR CAXIROLOFOBIA. SE QUER GANHAR DINHEIRO, QUE VÁ APRENDER FAZER MÚSICA E CANTÁ-LAS.

  7. Paulinho
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 22:19 hs

    ainda bem q nao vai pegar isso coisa ridicula, se eu tivesse a oportunidade de falar umas merdas para esse mane chamado carlinhos eu falava!!!

  8. Ferzão
    sexta-feira, 31 de maio de 2013 – 23:08 hs

    De inestimável tamanho o serviço que os torcedores do EC Bahia prestaram para esse país.

    Caxirola é tão tradicional pro Brasil quanto mulatas sambando nas esquinas de Curitiba.

  9. BOZO
    sábado, 1 de junho de 2013 – 10:09 hs

    ALÉM DESTA PORCARIA QUE SE CHAMA CAXIROLA, TAMBÉM PODERIAM VETAR ESTE CARLINHOS BROWN … VÁ MAMAR EM OUTRA TETA … FOI PRECISO INTERVENÇÃO DOS ESTRANGEIROS, CASO CONTRÁRIO TERÍAMOS QUE ENGOLIR MAIS UM LIXO … EITA BRASIL !!!

  10. Pedreira
    sábado, 1 de junho de 2013 – 12:26 hs

    Essa fusão de granada de mão com soco inglês somente pode ter sido criada por uma mente vazia. Não pegou!!! Não colou!!!
    O povo não é tão idiota como alguns entendem.

  11. Pedro Rocha
    sábado, 1 de junho de 2013 – 13:55 hs

    Deveriam ter proibido essa bosta ha mais tempo! Com certeza, muita gente ja investiu um monte na doce ilusao de ganhar dinheiro com aquela estrovenga ridicula, e vai ficar no preju!
    Nao me refiro a C.Brown, quero que ele se lixe. Refiro-me ao pequeno empresario, que muitas vezes vende aquilo que nao tem, pra lancar um produto, e depois de tudo pronto, o governo, como sempre atrasado, decidi enfiar seu bedelho, sem se preocupar com a consequencias alheias.

  12. Maritaka de Pinhais
    sábado, 1 de junho de 2013 – 17:05 hs

    Que falta de criatividade, neste pais tudo se copia, foram buscar na África essa bugiganga, a FIFA acertou em cheio em retirar de circulação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*