Luiz Carlos Martins sugere 'Rodovia das Águas" para a João Leopoldo Jacomel | Fábio Campana

Luiz Carlos Martins sugere ‘Rodovia das Águas” para a João Leopoldo Jacomel

A Rodovia João Leopoldo Jacomel, principal ligação entre Pinhais e Piraquara e Curitiba será duplicada. O convênio entre o governo e a empresa que fará o serviço foi assinado napelo governador Beto Richa. O deputado Luiz Carlos Martins (PSD), apresentou uma indicação legislativa para que o nome da rodovia passe a incluir também o título de “Rodovia das Águas”, após a duplicação. O objetivo, segundo Martins é conscientizar.

“Quase toda a água que consumimos em Curitiba e região vem dessa área de nascentes e muita gente nem sabe disso. Dá aí vem a sugestão de incluir na Rodovia João Leopoldo Jacomel o nome ‘Rodovia das Águas’, para conscientizar a população”, explicou o deputado.

O projeto do governo é duplicar um trecho de 13, 9 quilômetros. De acordo com o DER, as obras de pavimentação serão feitas em duas etapas: na primeira, será construída mais uma faixa no trecho entre a Avenida Jacob Macanhan e o Expotrade de Pinhais; na segunda, a rodovia será duplicada até o contorno Leste da BR 116, em Piraquara.

Diariamente trafegam pela estrada mais de 35 mil veículos. A PR-415 é utilizada como ligação também ao município de Quatro Barras e ao Contorno Leste de Curitiba, com acessos aos estados de São Paulo e Santa Catarina e ao Litoral do Paraná.


3 comentários

  1. Tango Kid
    terça-feira, 7 de maio de 2013 – 14:10 hs

    É bem a cara dele. Quando não se tem o que apresentar, apresenta esse tipo de proposta.

  2. aline
    terça-feira, 7 de maio de 2013 – 15:47 hs

    Excelente sugestão de nome para a rodovia! realmente boa parte da água vem dos mananciais de abastecimento localizados em Piraquara. Inclusive são protegidos e delimitados por lei: Lei estadual 12248/1998 e a área dos mananciais regulamentada no decreto estadual 6194/2012 e em outros instrumentos de proteção como os decretos 1753/1996 e 2200/2000 que criou e estabeleceu o zoneamento da APA do IRAÍ e os decretos 1754/1996 e o 6706/2000 (criação e zoneamento da APA de Piraquara). Todavia (e infelizmente) a gestão e a proteção destes mananciais estão totalmente debilitadas. O desrespeito a estas leis de proteção dos nosso mananciais é uma regra em Piraquara! Neste espaço democrático tem sido levantado o exemplo do aeródromo Bonacin II, obra gigantesca, sem licenciamento ambiental, com danos ainda irreparados ao lençol freático devido as escavações para a construção de uma trincheira e aterramento de córregos por ocasião da construção da pista. Mas não é só este exemplo. A especulação imobiliária está parcelando e ocupando o solo de forma avassaladora, promovendo indiscriminadamente a ocupação de fundos de vale e banhados!!Enquanto a lei preconiza para a área de mananciais lotes com metragens mínimas de 390m² para evitar o adensamento e proteger a nossa água, a regra no município tem sido a liberação de alvarás para pequenos condomínios com lotes de 125m², 145m², 175m²!Deputado pedimos o seu apoio para intervir nestas questões!

  3. Transtorno das aguas
    terça-feira, 7 de maio de 2013 – 20:37 hs

    ‘E assim que deveria se chamar a Rodovia atual….deveriam concluir uma ligacao entre essa estrada e a av rui barbosa em SJP, pois seria um caminho alternativo ao Transtorno Leste e seus enormes engarrafamentos….Quando esse governo vai acordar para esse problema da RMC que ‘e grave, como o fato da necessidade urgente de mais pistas para o CONTORNO LESTE e vias marginais para o mesmo?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*