Em Apucarana, homem mata mulher a facadas para ficar com a sogra | Fábio Campana

Em Apucarana, homem mata mulher a facadas para ficar com a sogra

Do CGN/Uol:

A comerciante Jéssica Carline Ananias da Costa, de 22 anos (foto), mãe de uma menina de 4 anos, foi assassinada com 25 golpes de faca desferidos pelo próprio marido, o bacharel de Direito Bruno José da Costa, de 26.

Mas, o mais surpreendente é que a própria mãe da vítima, Célia Forti, de 48 anos, teria ajudado a planejar o assassinato para ficar com o genro.

A revelação foi feita pelo delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana, Ítalo Sega, depois que o assassino confessou que traía a esposa com a sogra já fazia quatro anos, que ela “sabia de tudo” o que ia acontecer à filha e que o crime vinha sendo planejado há dias.

O crime aconteceu no dia 9 na casa do casal, na Rua Nossa Senhora da Conceição, no bairro Igrejinha, zona sul de Apucarana. Bruno confessou que a ideia era simular um latrocínio.

Célia nega que tenha ajudado a planejar o assassinato da filha, mas confessa que mantinha um relacionamento com o genro.

Porém, familiares e amigos de Jéssica afirmam que durante o velório a mãe ficava ao lado do caixão, passa a mão no rosto da filha, mas não levantava o rosto para encarar as pessoas.

Bruno José da Costa está preso, mas a amante permanece em liberdade por ter passado o prazo do flagrante.


10 comentários

  1. Genro
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 16:48 hs

    Este idiota tem que ir para a cadeia por matar e principalmente por pegar a sogra de 48 anos. É o fim do mundo.

  2. segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 17:52 hs

    Gostaria,que Voce retira se esta noticia,chocante,,nao se consegue imaginar esta situação,só Deus para perdoar esta barbaridade

  3. Mr.Scrooge
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 20:14 hs

    Perguntar não ofende, e perguntar com educação menos ainda, mas quem souber, por favor me diga, o que é que ensinam nas escolas de Direito? Volta e meia vemos estudantes de Direito envolvidos em todo tipo de crime. Será que lá ensinam com se safar? Como burlar a Lei? Fico aguardando a resposta.

  4. sergio silvestre
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 22:03 hs

    Mr scubidoo,concordo com voce.Lá é uma fabrica de 98 % de produtos piratas e 2% de produtos confiaveis.

  5. matemático
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 22:32 hs

    O maior número de formandos no Brasil, até o ano passado era em Direito, em números absolutos.
    Ah, e ensina a teoria, a má prática vem com o tempo, dependendo de cada um.

  6. Helena
    segunda-feira, 20 de maio de 2013 – 23:31 hs

    Depois reclamam das sogras!

  7. joao de cimas araujo
    terça-feira, 21 de maio de 2013 – 9:53 hs

    A NOTICIA DEVE SER ESPALHADA PARA TODOS , PARA
    QUE NAO OCORRA OUTRA TRAJEDIA IGUAL A ESTA

  8. Pedro Rocha
    terça-feira, 21 de maio de 2013 – 10:31 hs

    Mr. Scrooge! Nas escolas de direito, ensina-se já no primeiro dia, a tratarem-se mutuamente pelo falso título de DOUTOR, coisa que não existe em lugar nenhum do mundo! Salvo para aqueles, raríssimos, com DOUTORADO!
    Fica fácil imaginar o que vem depois….

  9. vivi
    sexta-feira, 7 de junho de 2013 – 12:37 hs

    Isso não pode nem se chamar de mãe isso e um monstro..

  10. TAVARES DE SOUZA
    domingo, 23 de junho de 2013 – 22:46 hs

    Não posso jamais classificar um ser humano desses como humano,e muito menos como cidadão!
    Tem que ficar preso, e responder pelas suas duas burrices:
    1ª-Matou uma linda menina, perfeita de corpo e rosto, que tinha muito o que viver!
    2ª-Se não bastasse matar, ter trocado uma princesa, por um covio do inferno,(Ô Povo Feio {Digo MULHER VÉIA E FEIA}),é o fim da picada

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*