Dilma anuncia Afif como ministro da Micro e Pequena Empresa | Fábio Campana

Dilma anuncia Afif
como ministro da Micro
e Pequena Empresa

De Priscilla Mendes, G1 Brasília:

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta segunda-feira (6) que o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos (PSD), será o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa. A nomeação ocorre quase 40 dias após a criação do ministério, o 39º do governo. A posse está marcada para a próxima quinta-feira, às 10h.

Pela manhã, Dilma prestou uma homenagem a Afif e fez diversas referências a ele em discurso durante cerimônia de posse das diretorias da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e da Associação Comercial de São Paulo. A confirmação oficial da indicação de Afif saiu no final da tarde.

“Afif tem tido papel relevante em todos os processos que, nos últimos anos, resultaram no estímulo e na valorização das micro e pequenas empresas no país”, diz nota assinada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

Afif será o primeiro ministro filiado ao PSD a integrar o governo. Mas, em março, o presidente do partido, o ex-prefeito Gilberto Kassab, disse que, se Dilma escolhesse Afif, seria na cota pessoal da presidente. Na ocasião, ele afirmou que, embora apoiando o governo, o PSD manteria uma posição de “independência”.

A nova secretaria terá status de ministério. Segundo prevê a lei que a criou, a pasta formulará políticas de apoio a microempresas e empresas de pequeno porte e de artesanato. Cuidará, por exemplo, de promover a qualificação, aumentar a competitividade e incentivar as exportações de bens e serviços.

O projeto de lei que previa a criação da secretaria foi enviado pelo governo ao Congresso Nacional no início da gestão de Dilma, em 2011. Passou primeiramente pela Câmara e foi aprovado no início de março pelo Senado.
A nova secretaria terá 68 cargos, incluindo o ministro de Estado e o secretário-executivo, número dois na hierarquia dos ministérios. A estrutura será composta pelo gabinete, pela secretaria-executiva e por até mais duas secretarias, conforme determina a lei.

A pasta será vinculada diretamente à Presidência da República, a exemplo da Secretaria de Direitos Humanos e da Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Atualmente, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior é quem cuida da área de micro e pequenas empresas no governo. A lei prevê que o acervo patrimonial e o quadro dos servidores dos órgãos que tiveram suas competências absorvidas pela nova pasta serão transferidos para a secretaria.

Leia abaixo a íntegra da nota divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República:

Nota à imprensa

A presidenta Dilma Rousseff convidou Guilherme Afif Domingos para chefiar a Secretaria da Micro e Pequena Empresa. O Ministério vai formular políticas de apoio às micro e pequenas empresas, segmento fundamental para a geração de empregos e o desenvolvimento da economia brasileira.

Por duas vezes presidente da Associação Comercial de São Paulo, ex-presidente do Conselho do Sebrae, ex-Deputado Federal Constituinte e atual vice-governador de São Paulo, Afif Domingo tem tido papel relevante em todos os processos que, nos últimos anos, resultaram no estímulo e na valorização das micro e pequenas empresas no país.

A presidenta desejou sucesso a Guilherme Afif Domingos e manifestou sua confiança no desempenho do novo ministro à frente da pasta. A posse será na próxima quinta-feira, dia 9, às 10h.

Secretaria de Imprensa da Presidência da República


6 comentários

  1. segunda-feira, 6 de maio de 2013 – 19:59 hs

    Afif ou Malif,quando foram candidatos a PRESIDENCIA do Brasil.Maior cara de PAU DO BRASIL,este TURCO,malandro,esta afim de,se promover e achou a ocasião em um governo ,em declive.

  2. Albert
    segunda-feira, 6 de maio de 2013 – 20:34 hs

    Que pena. Mais um que abre as pernas. Vai ser difícil moralizar esse país.

  3. Bagrinho
    terça-feira, 7 de maio de 2013 – 9:16 hs

    Eu me lembro que na campanha para Presidente da República em 1989, Lula e o Partido dos Trabalhadores encontraram nesse cidadão um dos seus mais ferrenhos opositores. Eu acho que essa “direita rançosa” definitivamente já jogou a toalha e sabe que nunca mais voltará ao poder, então procura aninhar-se ao lado daqueles políticos que ainda tem credibilidade.

  4. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 7 de maio de 2013 – 12:05 hs

    Vai-se mais uma pomba, como poetizou Coelho Neto.

    Muita gente o tinha em conta com íntegro, sério.

    Ledo Ivo engano…

  5. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 7 de maio de 2013 – 13:13 hs

    O velho ex-liberal cansado de guerra, rende-se ao lulopetismo. No Brasil, princípios são como o orgão sexual: lavou, tá novo.

  6. cesar - eu mesmo
    terça-feira, 7 de maio de 2013 – 23:56 hs

    Mais em, em Fábio. Os criticos acima, estão acima de qualquer suspeita. Sabem de tudo e de todos. Creio que eles não se conformam com a democracia, e nem conhecem nada de politica. Parecem os tolos dos comentaristas da Globo de economia e de esporte.
    Há muito tempo, o Chico Anisio já fez uma boa piada sobre comentaristas.
    O Presidente Figueredo perguntou a um estudante do jardim da infância o que ele queria ser quando crescesse, ele respondeu que queria ser comentarista para dizer coisas inteligentes como só eles sabem dizer. ou seja, nunca dizem nada que se aproveita, isto S.M.J.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*