Candidata ao governo, Gleisi organiza encontro com prefeitos em Curitiba | Fábio Campana

Candidata ao governo, Gleisi organiza encontro com prefeitos em Curitiba

Da Folha de S.Paulo:

Provável candidata ao governo do Paraná em 2014, a ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) participará na semana que vem de um evento do governo federal no qual terá a oportunidade de conversar, apresentar propostas e ouvir demandas de todos os prefeitos do Estado.

O Encontro Estadual com Novos Prefeitos e Prefeitas, na próxima sexta-feira (17), em Curitiba, é uma iniciativa do Palácio do Planalto para “fortalecer a relação com os municípios e facilitar o acesso dos prefeitos a financiamentos federais”.

Sete Estados já realizaram os seus encontros, e o objetivo é que todos os outros sediem o mesmo evento. Além de Gleisi, estarão os também paranaenses Paulo Bernardo (Comunicações) e Gilberto Carvalho (Secretaria Geral), além de outros cinco ministros, segundo informações da AMP (Associação de Municípios do Paraná).

A ministra da Casa Civil é o principal nome do PT para disputar o governo do Paraná em 2014, contra o governador Beto Richa (PSDB), que vem percorrendo o interior do Estado e anunciou no mês passado um programa de repasses a fundo perdido para os municípios.

PRAXE E INTERESSE

Segundo a Secretaria de Relações Institucionais da Presidência, que organiza o encontro, os ministros participantes são selecionados com base nas sugestões das bancadas estaduais no Congresso e na agenda de cada um.

A pasta diz que é “praxe” que os ministros estejam nas reuniões de seus Estados de origem, já que eles têm interesse em estarem presentes.

A Casa Civil, por meio de sua assessoria de imprensa, reforçou que Gleisi também é senadora eleita pelo Paraná e “tem um compromisso de acompanhar os acontecimentos paranaenses e dar uma satisfação a respeito do seu trabalho, bem como das ações de governo”.

Para a pasta, é “natural” que os ministros acompanhem eventos em seus Estados. “Não vai faltar gente para falar que isso tem viés político, mas não é esse o objetivo”, diz o presidente da AMP, Luiz Lázaro Sorvos (PDT), prefeito de Nova Olímpia. “O objetivo maior do prefeito é buscar recursos para atender aos anseios da comunidade.”

ORIENTAÇÃO

Este é o primeiro ano em que o encontro com prefeitos é realizado nos Estados, por sugestão da presidente Dilma Rousseff. Tradicionalmente, os novos gestores municipais participam apenas de um encontro no início do ano, em Brasília.

Além dos ministros, técnicos das principais pastas do governo federal vão aos encontros para orientar os prefeitos a apresentarem convênios, parcerias ou financiamentos. Também há oficinas de capacitação técnica e atendimento individual aos gestores.

Para Sorvos, o encontro é de “extrema importância” para os municípios. “Muitas vezes, o prefeito deixa de ter acesso a programas do governo federal por falta de informação”, declara.


9 comentários

  1. Pedro Rocha
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 11:08 hs

    A petezada invade o Paraná na doce ilusão de conquistá-lo! Nossa sorte é que o bando é muito fraco, politicamente falando!
    O staff que vai aportar por aqui, não seria ministro nem nas republiquetas africanas mais atrasadas.
    Uns por absoluta falta de capacidade técnica; outros por incapacidade moral! – Falta pouco, pra nos livrarmos desse bando pra sempre.

  2. Perseu Guido 21
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 11:08 hs

    Quantas horas leva para se fazer uma costela de chão?

  3. carlos rocha
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 11:34 hs

    Dona Gleise deveria explicar aos prefeitos porque as obras do governo fereral nas diversas aréas estão parada nos municípios, os prefeitos tem as informações eles querem a liberação dos recursos, o resto blá blá

  4. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 11:54 hs

    Sempre com dinheiro público,
    Pior,

    Para dizer MENTIRAS,
    Falando de dinheiro que nunca vai chegar p/ as prefeituras.

    Quando chega,
    É “EMPRÉSTIMO”.

    Com JUROS e CORREÇÃO.

    Mais,

    Não é jurinho barato, daquele que os “companheiros” cobram de CUBA e dos amigos.

    Aliás,

    O GOVERNO DEMOCRÁTICO e TRANSPARENTE da Dilma e do LULA, emprestaram MILHÕES e MILHõES para CUBA, Angola, Bolívia, Paraguai, etc.

    É o BNDES, bancando obras nos países dos Amigos do Lula e da Dilma,
    Com JUROS bem baixinhos.

    Aliás II

    Dilma acaba de decretar “SIGILO” dos tais empréstimos.

    Nós, os Brasileiros, que bancamos a farra,
    NÃO TEMOS O DIREITO DE SABER AS CONDIÇÕES DOS EMPRÉSTIMOS.

    Quanto foi emprestado
    Qual é o prazo de pagamento?
    Qual a taxa de juros?

    Para Cuba, a grana é para reformar e ampliar o Porto de Havana.

    Coisa de + de U$500MILHÕES.

    OBS.

    TODAS as obras, entregues para as CONSTRUTORAS AMIGAS, como:

    OAS, Oderbrecht…

    Cuba, como sabemos,
    ESTÁ FALIDA.
    Como é que vai pagar o empréstimo?

    Vá, uma das Prefeituras do tal encontro com a Gleisi, pedir um financiamento.

    KKKK

    Colocam dezenas de obstáculos,
    É tanta certidão, tanta papelada,

    Grana, que é bom, NADA!

  5. valdir bassai
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 12:01 hs

    Será que na reta final dela no ministerio ele faz alguma coisa pelo Parana. Até agora não trouxe nenhum beneficio ao Estado e ainda menos os dois mamutes paulo bernardo e gilberto carvalho.
    Parana com 3 ministros é como se não tivessemos representantes no 1º escalão. Lamentável.

  6. Roberto Schmidt
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 12:47 hs

    Caro Campana, isso é fato. A senadora que foi eleita para defender o nosso Paraná e que nos abandonou será candidata mesmo.Hoje essa senadora só tem servido para uma coisa na casa civil. Só tem servido para tirar fotos ao lado de Dilma em eventos no palácio do planalto. Ela só não pode esquecer que nós paranaenses não esqueceremos disso. Ela apenas celou o fim da carreira política dela com essa atitude. Logo a Gleisi que na casa civil não atende ninguém. Acho uma babaquice se esses prefeitos comparecerem a esse evento em Curitiba. DUVIDO SE ESSES PREFEITOS FORAM RECEBIDOS POR ELA E SUA INCOMPETENTE ASSESSORIA NA CASA CIVIL. DUVIDOOOOOOOOOOOO……SE ALGUÉM FOI RECEBIDO POR ELA ENTÃO ENTRE AQUI E DEIXE SUA MENSAGEM. A GLEISI É UMA DOENÇA PARA O NOSSO ESTADO. VEJAM QUE NÃO SOU LIGADO A NENHUM PARTIDO POLÍTICO E NÃO DEFENDO ALGUMA CLASSE POLÍTICA OU PARTIDO. SOU APENAS UM ASSALARIADO, NADA MAIS.POR FAVOR POVO DO PARANÁ, ESPALHEM PARA TODOS QUEM É ESSA GLEISI QUE SÓ TEM CARA DE SANTA. ISSO É UM CÃO, UM DEMÔNIO EM GENTE. QUEM A CONHECE BEM DE PERTO SABE DISSO.
    ROBERTO SCHMIDT – PALMAS – PARANÁ

  7. Mr.Scrooge
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 15:25 hs

    Foi triste ver a nossa ministra loirinha ter que se explicar para os deputados. Ainda se saiu bem defendendo o Governo, mas teve que admitir que este mesmo Governo dá muitas mancadas, que a Funai não presta, coisa já sabida de toda sociedade. E para quem quer nos governar, não é com um viés tão autoritário que vai conseguir convencer o pessoal lá da região de Toledo a confiar nela. Menas ministra, menas

  8. LUIZ
    quinta-feira, 9 de maio de 2013 – 17:31 hs

    VAMOS BOTAR ESSE LIXO PRA CORRER DAQUI,AQUI NO PARANÁ BANDIDO MENSALEIRO NÃO SE CRIA.

  9. Pedro Rocha
    sexta-feira, 10 de maio de 2013 – 11:28 hs

    O Valdir Bassai declarou aí pra cima que a Gleisi não trouxe nada ainda para o Paraná!
    Não seja injusto, Valdir! – Trouxe sim: Trouxe o pai acidentado que mora em SC a bordo do helicóptero do governo estadual, e aqui teve tratamento de rei petista; enquanto isso, o sofrido povo paranaense morre nos corredores dos hospitais públicos, esperando socorro!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*