Salto alto | Fábio Campana

Salto alto

“Não tem quem nos derrote, e isso garante a nossa força.”

Dilma Rousseff


9 comentários

  1. Preste atenção dona Vana
    terça-feira, 30 de abril de 2013 – 20:33 hs

    “Então quem é você? Quem sou eu? Quem sou eu para achar que o único modo de fazer as coisas é como eu faço, que o único lugar bom pra nascer foi onde eu nasci, que a minha religião é a melhor de todas, que o meu sotaque é o correto, etc..

    Quem és tu?
    Tu és o vice-treco do sub-troço!

    Por isso que agora, todas as vezes que alguém chega até mim e me pergunta “Você sabe com quem está falando?” eu respondo “Você tem tempo? Senta aqui que vou tentar explicar com quem estou falando!”

    Mario Sergio Cortela
    Dos homens mais inteligentes e preparados do Brasil

  2. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 30 de abril de 2013 – 23:05 hs

    Mais uma frase esdrúxula. Acuma? Diria ZéBeTo.

  3. Deutsch
    terça-feira, 30 de abril de 2013 – 23:19 hs

    Os construtores do Titanic diziam que nem Deus afundava o navio…….

  4. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 1 de maio de 2013 – 0:20 hs

    Como um governo poderia ser DERROTADO por PARTIDOS que segundo o próprio FHC se AFASTARAM do POVO?!
    Dilma tem razão.
    Com essa OPOSIÇÃO não tem quem DERROTE ESTRELA!

  5. Olho Vivo
    quarta-feira, 1 de maio de 2013 – 8:07 hs

    Cuidado Dilmonha, o Eduardo Campos vem ai e já é uma grande ameaça ao projeto de poder do PT.

    Quem fala muito morre pelo tamanho da boca!

  6. Luis C. Break
    quarta-feira, 1 de maio de 2013 – 9:29 hs

    aqui no Paraná vc esta na merda politica.

  7. Cidadão Brasileiro
    quarta-feira, 1 de maio de 2013 – 9:36 hs

    Certa vez um Comandante de um famoso navio da época fez o mesmo comentário…e…Todos sabem o que aconteceu.
    Obs: Dilma e Titanic, tudo a ver

  8. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 1 de maio de 2013 – 10:43 hs

    Quem gostava de repetir essa frase, era o

    ADOLF HITLER.

    Aliás,

    Uma das providências do governo Hitler, apoiada pelo LEGISLATIVO,

    Foi Subjugar o Judiciário.

    LEIS,

    Retiraram as prerrogativas e aposentaram, de maneira COMPULSÓRIA, Ministros das Cortes Superiores, e mesmo Juízes de 1º grau, contrários à Causa Nazista

    Depois,

    Colocaram atos do “Chanceler”, fora da apreciação do Judiciário.
    Eram “atos inquestionáveis”.

  9. quarta-feira, 1 de maio de 2013 – 10:58 hs

    Com urnas eletrônicas não tem mesmo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*