Prévia do PIB recua 0,52% em fevereiro | Fábio Campana

Prévia do PIB recua 0,52% em fevereiro

Da Reuters:

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma espécie de sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), reforçou o cenário de fragilidade da recuperação econômica brasileira ao recuar 0,52% em fevereiro ante janeiro, de acordo com dados dessazonalizados.

O indicador divulgado nesta sexta-feira mostrou que a atividade reverteu parte da alta de 1,43% de janeiro sobre dezembro, considerando o dado revisado –na divulgação anterior, o índice havia registrado alta de 1,29%.

Na comparação com fevereiro de 2012, o IBC-Br avançou 1,88% e acumula em 12 meses alta de 0,83%, de acordo com dados dessazonalizados.

O resultado foi melhor do que as expectativas. A mediana das previsões de analistas ouvidos pela Reuters era de um recuo de 0,80% na atividade, com as projeções de queda variando de 0,50% a 1,10%.

O resultado alimenta ainda mais as preocupações com a dinâmica da atividade econômica brasileira. Depois de sinais de recuperação em janeiro, os dados seguintes passaram a decepcionar, complicando ainda mais a posição do Banco Central para definir os rumos da política monetária.

Um dos pilares da economia, as vendas do setor varejista surpreenderam em fevereiro com queda de 0,4% ante janeiro e o primeiro recuo anual desde novembro de 2003, de 0,2%.

O resultado foi influenciado pela inflação, que acumulou em 12 meses até março alta de 6,59% pelo IPCA, estourando o teto da meta do governo.

Soma-se ao cenário a dificuldade da produção industrial em deslanchar, tendo registrado em fevereiro recuo de 2,5%, no pior resultado mensal em pouco mais de quatro anos.

Pesquisa da Reuters mostrou que a expectativa entre economistas é de que o Brasil deve crescer 3,1% em 2013, em linha com as projeções na pesquisa Focus do BC.

O mercado volta agora suas atenções para a reunião da semana que vem do Comitê de Política Monetária (Copom). A expectativa é de manutenção da Selic em 7,25% na próxima quarta-feira, e outra pesquisa da Reuters mostra que o ciclo de aperto monetária deve começar em maio.

No mercado futuro de juros, no entanto, as apostas indicam que a Selic será elevada já na próxima semana.


3 comentários

  1. TIAGO
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 10:20 hs

    QUERO VER POR QUANTO TEMPO HAVERÁ EMPREGO E RENDA PARA O POVO NESSA PAÍS,SE SUCESSIVOS PIBINHOS RIDÍCULOS VIEREM…
    SÓ NÃO FALARAM PARA O BOÇAL DO MERCADANTE,QUE,PARA HAVER EMPREGO E RENDA POR UM PERÍODO LONGO,É NECESSÁRIO QUE O PAÍS TENHA CRESCIMENTO ECONÔMICO ROBUSTO.
    MAS ISSO NÃO IMPORTA NO MOMENTO,SE ATÉ 2014 HOUVER EMPREGO E RENDA,ESTÁ ÓTIMO,GANHA-SE A ELEIÇÃO.DEPOIS QUE O POVO ESTIVER NOVAMENTE NA MISÉRIA,INVENTA-SE UMA DESCULPA ESTAPAFÚRDIA E TUDO BEM…

  2. Deutsch
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 23:18 hs

    Mas tá tudo bem, não se preocupem…A ANTA BURRA vai continuar gastando mais que arrecada…mas tá tudo bem…

  3. sergio silvestre
    sábado, 13 de abril de 2013 – 9:24 hs

    Não se preocupe Tiago,estão tentando criar mais 4 trfs e vai dar empregos para centenas de advogados ,desembargadores etc.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*