Paraná fecha acordo com Microsoft | Fábio Campana

Paraná fecha acordo com Microsoft

Do Felipe Patury:

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB-PR) assina no próximo dia 9 um protocolo de intenções com o presidente da Microsoft Brasil, Michel Levy. Segundo o acordo, a companhia vai disponibilizar conteúdos de capacitação básica em TI e apoiar startups locais por meio de softwares de alta tecnologia, suporte técnico e treinamento de negócios. Além disso, professores e diretores de escolas públicas serão registrados no portal de colaboração mundial do setor desenvolvido pela Microsoft, a rede Parceiros na Aprendizagem. Cerca de 120 alunos da rede pública serão beneficiados pelo programa.


16 comentários

  1. Marta Siqueira
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 10:13 hs

    Até que o Betinho é bonitinho, não?

  2. Zé buscapé
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 10:21 hs

    Que legal, quem sabe assim o governo do estado resolve colocar um pouco de tecnologia no Porto de paranaguá. Tá precisando, o sistema operacional usado é o mesmo de 30 anos atrás, os navios quando atracam no local programado, o espaço é medido em passos, para ver se está no lugar certo, acredite se quiser, e o chefe deste setor é engenheiro, imagine se não fosse.

  3. raphael
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 11:05 hs

    adeus ao software livre. vamos doar dinheiro a micro$oft agora sendo que poderíamos desenvolver soluções aqui mesmo e gratuitas, que poderiam ser utilizados gratuitamente por outras instituições.

  4. Marcão
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 11:37 hs

    Beto é o cara, conectando o Paraná com o mundo. Se fosse o anterior estariamos conectados com os chavistas via telegrafo…

  5. Anonimo revoltado!!!
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 11:50 hs

    Não seia mais vantajo$o continuar com software livre como dantes?!?!?!?!?!

  6. ze
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 12:34 hs

    Indo na contramão, todo poder público deveria, por lei, instituir o uso de software livre. são milhões jogados fora só em licença de uso.

  7. Karl Marx
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 13:04 hs

    Eita….Entregou de vez a escola pública para a Microsolft

  8. Zé buscapé
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 14:22 hs

    O que acontece com os comentários que enviamos?

  9. Zangado
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 15:53 hs

    Tudo grátis … pela amizade … ora, ora …

  10. luiz
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 17:09 hs

    Como o Governador nomeou um montão de munícipes para trabalhar no Estado e eles não estão treinados para usar o Software Livre.
    Então o negócio será treinar a turma ou jogar fora essa coisa de pobre.

  11. Silva Jr
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 22:37 hs

    Uau, 120 alunos? Tudo isso?

  12. Bill
    sábado, 6 de abril de 2013 – 9:44 hs

    Ótima notícia. Agora os profesores terão uma ferramenta decente para acessar o Facebook e jogar Paciência.

  13. carlos.
    sábado, 6 de abril de 2013 – 10:19 hs

    Pago é melhor que gratuito.Nada de usar coisa livre no governo do Betão.

  14. Curitibano
    sábado, 6 de abril de 2013 – 10:50 hs

    Até que demorou, todos sabem que a Microsoft (Sofhard) sempre foi financiadora de campanha do grupo (Jaime, Greca, Taniguichi, etc…). Ja que deu furo no ICI e tudo aqui…. Tem de ser reativados os famigerados contratos SELECT. O software livre é totalmente viável, provado em 10 anos. Agora vamos voltar às licensas de uso, tempos de Android, não se justifica pagar pelo que se pode ter gratuito.

  15. Saulo Santos
    sábado, 6 de abril de 2013 – 17:26 hs

    Como professor da rede publica, e com conhecimento avançado em tecnologia, posso dizer que essa notícia é boa para nossas escolas. O sistema utilizado atualmente é péssimo, limita os professores e é cheio de brechas para usos inadequados em sites impróprios. é muito mais fácil controlar uma sala com windows do que com linux.

  16. Sergio Nascimento
    quarta-feira, 7 de agosto de 2013 – 20:24 hs

    Com software livre, multiplica-se o acesso ao mundo digital, pois com o mesmo recurso se consegue compra quase o dobro dos micros.

    Esse acordo ainda persiste?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*