"O Brasil não precisa de mais advogados", diz Mercadante | Fábio Campana

“O Brasil não precisa de mais advogados”, diz Mercadante

De Teresa Perosa, Época:

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que o Brasil não precisa de mais advogados. A frase foi dita em evento do Grupo de Líderes Empresariais (Lide) durante a apresentação do ministro sobre os indicadores de educação do Brasil e os projetos futuros de seu ministério. Mercadante comemorou o aumento do número de engenheiros formados no país. “Nós temos um excesso de advogados. Quando um país começa a crescer, precisa de engenheiros”. Ao ouvir um protesto bem-humorado vindo da platéia, o ministro respondeu sorrindo. “Algum doutor honoris causa protestou, mas digo isso quando comparamos o Brasil a outros países e advocacia a outras áreas, naturalmente”, disse. No último dia 22, o Ministério da Educação (MEC) anunciou que não autorizaria, em caráter temporário, a abertura de novos cursos de Direito, além do cancelamento de vestibulares para todos os cursos que não tenham atingido a nota mínima no Conceito Preliminar de Curso (CPC); “90% dos estudantes não passa na prova da OAB. A pessoa estuda, paga o curso e não passa no exame da Ordem, é um absurdo”, afirmou. João Dória, presidente do Lide, brincou com o ministro afirmando que Mercadante “ainda receberia uma homenagem dos advogados ali presentes”.


18 comentários

  1. José
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 18:16 hs

    Me formo ano que vem,mas desisto hoje, viro sindicalista, pelego e, viro ministro do PT.

  2. LUIZ
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 18:36 hs

    QUEM É ESSE LIXO PARA QUESTIONAR ISSO.

  3. Zangado
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 18:37 hs

    É preciso conviver com opiniões diversas.
    O ensino superior (decorrente da indigência dos graus inferiores) peca pela falta de qualidade geral.
    Enquanto não tivermos prioridade na educação em geral, mas na sucessão de eleições a cada dois anos, sem consequência prática para as necessidades da sociedade, tudo é possível afirmar, porque no ensino existe de tudo e sem efetivo controle.

  4. segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 20:48 hs

    E o Brasil tambem não precisa deste LIXO de politico

  5. Max
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 22:14 hs

    …o Brasil precisa é de mais analfabetos né, PETRALHAS ? para facilitar a manobra

    ” O governo que também está mudando o Brasil.”………………………..para pior, né, PETRALHAS ?

  6. Lee
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 22:41 hs

    Entendo que:

    Sim, é verdade. Mas é que não dá de enrolar cinco anos em um curso de biológicas, exatas e correlatas. O paciente morre, a ponte cai…

    Responda, então, onde as “facurdades” caça-níquel do FHC e do Lula, concebidas para aumentar o percentual de universiotários e falsear o IDH, vão concentrar os pagantes playboy-baladeiros e bolsistas-supletivo à distância.
    Nas ciências:

    ( ) ocultas
    ( ) humanas
    ( ) tabajaras
    ( ) por edital

  7. sergio silvestre
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 22:54 hs

    Lixo é este monte de porta de cadeia e de sindicato.É muito advogado para o corporativismo da justiça.Ai inventam alguma coisa para tomar dinheiro de aposentados,monte de entra e sai de politicos.
    Teria que ter 1 advogado para cada 5 medicos.

  8. Maria Flor
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 23:21 hs

    O que você tem contra os advogados? Você fez alguma pesquisa com os outros cursos? Me desculpe, mas o Sr. está muito equivocado!

  9. CAPPO DA SILVA
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 9:15 hs

    E NEM DO PT

  10. advogado
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 9:52 hs

    E de quem é a culpa Excelência?
    respondo: do MEC, que permitiu a abertura de nos cursos de uma forma desenfreada.
    Cambada de incompetentes. Agora arquem com suas devidas responsabilidades.

  11. LENZA TOLEDO
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 10:21 hs

    Vejam bem o que esse ser falou e jura que falou coisa importante. Qual é mesmo o seu partido político?

  12. Policial atento
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 10:49 hs

    Evidente que respeitamos a opinião do Ministro, porém, trata-se de um entendimento tacanho, curto e altamente pernóstico. Só faz sentido quando vem do filho de um general em um estado policialesco.

  13. Sergio R.
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 11:35 hs

    E o cidadão é ministro da educação. Como fala bobagem.

  14. QUESTIONADOR
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 13:11 hs

    -Mas como ficam os donos de estabelecimentos de ensino superior que são apadrinhados políticos????
    -É bem o ditado: o estudo enriquece….enriquece os donos de estabelecimentos de ensino!!!!
    -O País precisa de corpo técnico e os futuros advogados pertencem à este grupo. Precisamos de profissionais capacitados perante os desafios que estão por vir!!!
    -O ensino superior precisa se fortalecer e especializar para suprir as demandas que a sociedade pede!!!

  15. Helena
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 19:05 hs

    Ele só sabe sobre dossiê falso…

  16. terça-feira, 9 de abril de 2013 – 19:21 hs

    Em parte concordo com o Ministro, senão vejamos: Existe no País grande falta de Médicos e principalmente especialistas, Engenheiro civil, Professores, Odontologistas e outros, realmente advogados temos demais, tanto é que o que estão se formando estão sentindo dificuldade em entrar no mercado de trabalho, muitos estudam direito só para fazer concurso publico.

  17. De olho nas notícias!
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 20:35 hs

    E também não precisa de tantos ministros…..

  18. Marcos Reis
    segunda-feira, 8 de julho de 2013 – 1:23 hs

    Esse país não deve ser levado a sério mesmo. Hoje somos quase 5 milhões (entre bacharéis em direito) e 1 milhão (entre advogados)… não há mercado que absorva tais números, e ainda por cima, vem essa incompetência de gestão chamada de PT e autoriza em seus 10 anos de governo centenas de cursos (FHC também liberou suas centenas também) e o no fundo o que vemos? Milhões de pessoas sem preparo advogando ou pretendendo advogar. Se vocês fez o mínimo de um curso de Direito, conseguirá passar no Exame de Ordem, quem não consegue, sugiro que pense melhor e analise onde está o problema… talvez seja o curso que não o preparou devidamente e se conhecer alguém que também virá para esse área, faça ela pensar um pouco, afinal, não existe mercado mais saturado que o nosso, podem ter certeza!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*