Em Guaíra, homem é multado por transportar a mãe no porta-malas | Fábio Campana

Em Guaíra, homem é multado por transportar a mãe no porta-malas

Segundo a polícia, motorista disse que sua mãe viajava no porta-malas para descansar da viagem (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação).

Do Terra:

Um homem foi flagrado levando a mãe no porta-malas de seu carro depois de ser parado por policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-272, em Guaíra, no oeste do Paraná, na última segunda-feira, dia 25 de março.

De acordo com a PRF, policiais pararam o motorista, que estava acompanhado de mais dois homens, em um Vectra. O veículo tinha placa de São Paulo, e os passageiros afirmaram que tinham como destino a cidade paraguaia de Salto del Guairá, onde fariam compras de Páscoa.

Os policiais suspeitaram do grupo e decidiram fazer uma varredura no veículo, onde encontraram uma mulher no porta-malas.

O motorista do veículo disse que a mulher era sua mãe, que estaria descansando no porta-malas devido ao cansaço da viagem.

Após confirmar a história com a mulher, os policiais multaram o motorista em R$ 191,54. Como a infração é considerada gravíssima, ele também perdeu sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).


10 comentários

  1. RISADINHA
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 17:10 hs

    Tem certeza que não era a sogra?

  2. Tonhão da Anta
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 18:04 hs

    Pelo jeito essa mulher é Sogra do motorista, colocou no porta mala para não azucrinar os ouvidos, e viajar mais tranquilo

  3. Constanza del Piero
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 18:40 hs

    Se fosse a sogra, tudo bem. Mas a mãe??

  4. juliano
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 20:30 hs

    Tenho um carro igual, e nun a passou pela cabeça.

  5. SED LEX
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 20:46 hs

    SE FOSSE A SOGRA ESTAVA PERDOADO

  6. sergio silvestre
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 21:23 hs

    Tadinha da véia,esses caras foram cagados ,não tem mãe não.

  7. Ricardo Almeida
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 21:29 hs

    Imagine onde ele leva a sogra…

  8. MARCELO ARAÚJO
    terça-feira, 2 de abril de 2013 – 1:01 hs

    A infração cometida foi por transportar pessoa em compartimento de carga, a qual não se caracteriza no caso de animal que é considerado ‘carga-viva’. Se Sobral Pinto teria invocado a Lei de Proteção aos Animais num habeas corpus em favor de presos políticos, poderia se esperar que se fosse a sogra que recebesse a alcunha de ‘jararaca’ deveriamos entender como defesa de multa. Não se pode esquecer também que a infração só ocorre se a pessoa estiver viva, pois não há infração de trânsito por transportar ‘defunto’ em compartimento de carga. Não é pidada, é Lei!
    MARCELO ARAÚJO – ADVOGADO ESPECIALISTA EM TRÂNSITO E EX-SECRETÁRIO DE TRÂNSITO DE CURITIBA.

  9. Vigilante do Portão
    terça-feira, 2 de abril de 2013 – 2:34 hs

    Tá certo,
    Fosse a SOGRA, não dava multa.

    KKKK

  10. Aikio Tare Iossu
    terça-feira, 2 de abril de 2013 – 14:17 hs

    A sogra estava embaixo, no compartimento do estepe.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*