Dilma liga para o presidente eleito do Paraguai e se diz disposta a retomar relações | Fábio Campana

Dilma liga para o presidente eleito do Paraguai e se diz disposta a retomar relações

De Fernanda Odilla, Folha de S.Paulo:

A presidente Dilma Rousseff ligou para cumprimentar o novo presidente do Paraguai, o colorado Horacio Cartes, no início da tarde desta segunda-feira (22).

O telefonema foi feito às 15h e durou cinco minutos. Segundo nota divulgada pela Presidência, Dilma “desejou um governo bem- sucedido e ressaltou a disposição para recompor as relações bilaterais e do Paraguai como Mercosul”.

Ainda de acordo com o governo Dilma, Cartes agradeceu, disse estar pronto para trabalhar pela normalização das relações e demonstrou interesse em conhecer a experiência brasileira de combate à fome e à pobreza.

Entre os países fundadores do Mercosul, bloco do qual o Paraguai está suspenso desde junho passado por causa do impeachment-relâmpago de Fernando Lugo, o Brasil foi último país a reconhecer a vitória de Cartes.

Pelo Twitter, a argentina Cristina Kirchner anunciou que telefonou para o novo colega e disse esperá-lo no Mercosul. O uruguaio, José Mujica, também telefonou para o vizinho e o convidou para o próximo encontro do bloco em junho, em Montevidéu. Até a Venezuela, que entrou no país depois do bloco reconheceu Cartes como presidente.

No governo brasileiro, há quem defenda atrelar a volta do Paraguai ao Mercosul à aprovação da entrada da Venezuela no bloco pelo Congresso paraguaio.

A avaliação é de que é necessário também uma análise por parte dos países que integram o Mercosul antes de sacramentar o retorno do Paraguai. Observadores brasileiros baseados no país vizinho acreditam na readmissão, mas avaliam que isso deve acontecer em agosto, mês da posse de Horacio Cartes.

TWITTER

Em seu Twitter, a presidente argentina, Cristina Kirchner, felicitou na noite de ontem o colorado e disse “esperá-lo no Mercosul”.

“Seu lugar está ali no Mercosul junto a todos nós, como sempre”, disse Cristina. “De novo estamos completos na América do Sul. É preciso.”

Ela disse ter telefonado para o novo presidente paraguaio na noite de domingo. “Do outro lado da linha, escuto a voz de Horacio Cartes saudando-me com muita alegria”, afirmou.

O presidente uruguaio, José Mujica, também telefonou para o vizinho. Segundo um comunicado da Presidência, Mujica convidou Cartes para a próxima cúpula do Mercosul, que será em junho, em Montevidéu. Disse ainda que pretende estar na posse do colorado.

“É muito importante que se tenham celebrado estas eleições com normalidade e que o país-irmão viva a democracia em sua plenitude”, disse Mujica, segundo o comunicado.

O governo de Nicolás Maduro, na Venezuela –país que entrou para o Mercosul enquanto o Paraguai estava suspenso–, parabenizou Cartes e espera a volta da democracia no país e que o novo governo “retome o caminho da democracia e da justiça social”.

O candidato colorado venceu com 45,8% dos votos, contra 36,9% obtidos pelo liberal Efraín Alegre, do partido do presidente Federico Franco.


Um comentário

  1. Silva
    terça-feira, 23 de abril de 2013 – 0:15 hs

    O Paraguay já quer que o novo presidente aumente o preço da energia de Itaipu ! Mais uma vez a Barbie paranaense vai ajudar ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*