Delegado não descarta envolvimento de mulher no caso Rachel Genofre | Fábio Campana

Delegado não descarta envolvimento de mulher no caso Rachel Genofre

Novo retrato falado de suspeito.

De Luiz Henrique de Oliveira, Banda B:

O delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH), há três meses tem parte de sua vida tomada pelo inquérito policial referente à morte da menina Rachel Genofre, encontrada estrangulada dentro de uma mala na Rodoviária de Curitiba em novembro de 2008. Durante o Programa Casos de Polícia deste sábado (30), com o jornalista Antônio Nascimento, Recalcatti passou novas informações sobre o caso, que assumiu no início do ano, e não descartou o envolvimento de uma mulher na morte da garota.

“Tivemos recentemente informações daquele caso que aconteceu no Rio de Janeiro e até mesmo no caso Yoki, em que mulheres mataram e colocaram a vítima dentro de uma mala. Por isto, não está descartado até mesmo que uma mulher tenha cometido o crime contra a Rachel, já que a literatura policial mostra isto. Estamos fazendo exames de DNAs em homens, porque ela deve ter sido abusada, mas pode ter uma mulher envolvida também e já trabalhamos com isto”, destacou à Banda B

O delegado disse que tem se dedicado ao máximo no caso. “Quando pegamos o caso ele já estava com quatro volumes de inquérito e em três meses estamos indo para seis volumes. Os trabalhos são feitos com a equipe da Homicídios e por inúmeras pessoas que passam informações relevantes. Não podemos deixar passar nenhuma informação”, disse.

Recalcatti descreveu que o recente retrato falado divulgado pela Homicídios foi feito por conta de possíveis erros na outra imagem. “Naquela época a exigência de uma resposta era muito rápida e quem fez o retrato estava muito nervoso e acabou fornecendo dados diferentes. Agora, passado quatro anos, com mais tranquilidade, saiu este novo retrato falado”, relatou.

Por fim, o delegado deu informações sobre o perfil do autor deste crime. “É possível que seja uma pessoa bastante conhecida da menina e pedófila. Alguém que tinha inimizade com a família da Rachel. O assassino precisa de uma motivação, estamos perto de descobrir isto”, finalizou, sem dar muitas pistas.


23 comentários

  1. LUIZ NILDE CAMPANA
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 9:53 hs

    SOU A FAVOR DA PENA DE MORTE PARA LATROCIDAS E PEDÓFILOS QUE MATAM.

  2. PAULO ROBERTO GOMES FRANCO.-
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 9:56 hs

    …QUE DEUS O ILUMINE DR. RECALCATI…..

    …ESSES FASCINORAS TEM QUE APODRECER NUMA…
    …CELA “SOLIT´´ARIA”

    PR.

  3. JULIO CESAR DE SISTI
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 12:21 hs

    Trocando um miúdos, ou melhor, falando o português claro, curto e grosso….A POLÍCIA NÃO SABE NADA!!!!!!!!!!!!!!!!!

  4. lika
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 21:29 hs

    TUDO ISSO ESTA ACONTECENDO PELO DESCASO E DESCOMPROMISSO COM A SEGURANÇA PUBLICA, QUALQUER BOTECO QUE VENDE CACHAÇA POR AÍ, TEM CAMERA DE VIGILANCIA, UMA RODOVIARIA DE UMA CAPITAL COMO CURITIBA TINHA, SE TIVESSE ESTARIA RESOLVIDO ESSE CRIME.

  5. lika
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 21:30 hs

    TUDO ISSO ESTA ACONTECENDO PELO DESCASO E DESCOMPROMISSO COM A SEGURANÇA PUBLICA, QUALQUER BOTECO QUE VENDE CACHAÇA POR AÍ, TEM CAMERA DE VIGILANCIA, UMA RODOVIARIA DE UMA CAPITAL COMO CURITIBA NÃO TINHA, SE TIVESSE ESTARIA RESOLVIDO ESSE CRIME.

  6. marco tulio cicero
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 21:33 hs

    parabéns prof. Julio cesar de sisti – és realmente raivoso e deve estar dando o maior apoio para a familia da menina que foi estuprada e morta – pessoas como vossa senhoria é que fazem a população entrar em pânico – o senhor deveria ler Edgard Alan Poe e Agatha Cristie para ter melhor raciocínio e colaborar com a policia e com a familia da vítima; seja mais coerente e peça ajuda ao Papa Francisco para te acalmar……não coloque esse palavreado churro num site de alto nível como esse e que é lido por pessoas de bem e de alto nível intelectual.

  7. joao atento
    segunda-feira, 1 de abril de 2013 – 22:32 hs

    A falta de câmeras na rodoviaria de Curitiba é algo inexplicável.
    A impunidade deste crime hediondo é extremamente assombroso. Vamos imaginar que tal crime tivesse sido cometido contra a filha de um político, embora, não seja o que desejamos. O que também nos deixa perplexo é a falta de câmeras nas escolas. Esse crime é diabólico e foi bem arquitetado por alguém que vigiava e acompanhava os movimentos na extremidade da escola. A vulnerabilidade desta criança era marcada por estar sempre desacompanhada, oportunizando a maneira de atraí la e ganhar confiança. É revoltante, irão gastar 3 BILHÕES DE REAIS, no tudo aqui do taniguchi, a nossa polícia técnica sofre com a falta de recursos materiais.

  8. RUBENS
    terça-feira, 2 de abril de 2013 – 21:08 hs

    O SR JULIO CESAR DE SISTI, DEVE SER UM GRANDE ENTENDEDORDE TUDO. PARABENS PELA SUA EXPRESSIVIDADENEGATIVISTA, SE O SR SABE ALGUMA COISA, DEVE ESTAR ESCONDENDO.

  9. simone
    terça-feira, 30 de abril de 2013 – 14:48 hs

    Se o crime estivesse relacionado quem alguem de muito dinheiro ou a familia de uma autoridade, com certeza já estaria esclarecido “Brasil”

  10. Sherlock
    quinta-feira, 23 de maio de 2013 – 23:51 hs

    Sinceramente, acreditar que o crime foi cometido por uma mulher tendo como base um crime anterior comentido por um mulher ou por um histórico de crimes cometidos por mulheres recentemente, é muito fora de contexto! Creio que a polícia seja mais capacitada pra imaginar o porque de uma mulher comenter um crime bárbaro como esse do que ficar se baseando em crimes anteriores! 1º seria muito mais fácil da garota ser persuadida por uma mulher do que por um homem.2º a roupa de cama em qual a garota estava enrolada era composto por uma fronha e um lençol ambos de cor verde claro e florida! Um homem ainda mais com perfil de pedofilo não usaria esse tipo de roupa em sua cama, sendo mais caracteristica femina. 3º A mochila em qual a menina foi encontrada tinha a parede flacida! Sua base era firme por causa das rodinhas mais as laterias flácidas! Uma pessoa sozinha seria dificil de colocar uma garota daquele porte dentro da mochila ainda mais a enrolada em toda a roupa de cama, creio eu para evitar o cheiro da ( putrefação) , sem alguem estar abrindo a mochila para o assassino ou assassino! Na minha opinião os dois. Enfim a muitas mais evidências para analisar!

  11. iara
    domingo, 26 de maio de 2013 – 20:13 hs

    Esse crime mostrou bem o quanto é nefasta a sociedade brasileira. Se a polícia fosse séria, se as pessoas fossem sérias não passando informações falsas, se as pessoas que sabem exatamente quem é o criminoso deixassem de passar a mão sobre esse crime horrível, não teriam sido vendidas as fotos do cadáver da menina para sites de sádicos nem estaria no ar essa onda de insegurança pública.

  12. Anonimo
    quarta-feira, 10 de julho de 2013 – 13:25 hs

    em 2011 um homem branco, grande, meio parecido com esse da foto tinha dito que ele e sua ex-esposa tinha matado a rachel, ele tava bebado em um bar em uma cidade no norte do paraná.

  13. Gláucia
    sábado, 7 de setembro de 2013 – 23:34 hs

    Gente, esse crime ocorreu em Curitiba em 2008, + ou – 1 anos depois que Natanael Bufalo confessou o estupro e assassinato de Marcia Constantino em Maringá… Nos dois casos houve estupro, estrangulamento e sufocamento com sacola plástica, onde o agressor desovou as vítimas em algum lugar, no aso de Márcia num milharal ateando fogo e do de Raquel na mala na rodoviária… Pra mim é claro que ele pode ter cometido o assassinato de Raquel também.. Isso merece uma perícia apurada.

  14. Maria
    segunda-feira, 26 de maio de 2014 – 21:05 hs

    O assassino pode ter trabalhado em locais em que teve a chance de ver cadáveres, IML, hospitais…pela maneira como embalou a menina. A roupa de cama ele pode ter tirada da casa da mãe, ou de outro conhecido. Talvez a mãe seja colecionadora de sacolas. A aparência da menina pode lembrar alguém para ele: rostinho sério, boa aluna, deixou a camiseta, a garota morreu identificada como estudante. Alguém da infância, uma irmã, alguém que o rejeitou… O assassino deve ter viajado algumas vezes ou trabalhado na rodoviária, observou com astúcia o local. É muito esperto e ressentido. Deve ser alguém que passa despercebido, é tratado com indiferença ou provoca pena. Usou isto. Pode ter alguma deficiência. Ou sofreu abuso quando criança, ninguém o socorreu. Procurou os locais de caça e desova em locais bem movimentados. Pode ter tido uma oportunidade de ocupar um imóvel no litoral, viajado de carro e retornado de ônibus. Talvez seu alvo original tivesse sido um menino, e não uma menina.

  15. Antonio
    segunda-feira, 25 de agosto de 2014 – 10:24 hs

    Acho que a polícia está fazendo tudo o que pode. Confio muito no trabalho do Delegado. Foi um crime que me comoveu muito. Não sei explicar o porquê. Acho que ela foi morta por um ASSASSINO EM SÉRIE muito perigoso.Espero do fundo do meu coração que esta pessoa seja presa e que todos, ou quase todos seus crimes sejam descobertos. Não sou nenhum especialista, mas esse assassino em série guarda pertences de suas vítimas como um troféu. É uma hipótese que acredito ser bem real. Então em algum lugar ele deve ter guardado peças de roupas, um sapato, etc… coisas assim.

  16. Anonimo
    segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 – 10:14 hs

    Tenho quase certeza que ja vi esse rosto na rodoviária, certa vez, em 2006. Ele trabalhava no guarda volumes, era alto e porte físico forte. Coitada da Rachel. Deus a tenha.

  17. Anônimo
    terça-feira, 6 de janeiro de 2015 – 11:05 hs

    FAÇA EXAME NO PAI DA MENINA

  18. Roberto Oliveira
    quarta-feira, 7 de janeiro de 2015 – 21:23 hs

    Todos os parentes e até conhecidos próximos passaram pela prova do DNA, inclusive o pai. A polícia executou mais de uma centena de exames e visitou outros Estados em busca de suspeitos. Nada foi provado.

  19. Rosa
    sábado, 10 de janeiro de 2015 – 17:02 hs

    Já foram feitos exames de DNA em todos os acusados de abuso infantil que se encontram nas mãos da Promotoria? É importante esse procedimento.

  20. Roberto Oliveira
    domingo, 1 de outubro de 2017 – 23:26 hs

    Com sua licença, prezado Fábio Campana… MARIA, que comentou em 26 de maio de 2014, caso seu mecanismo de notificação esteja ativado e você consiga ler essa mensagem, saiba que consideramos tudo que você disse muito pertinente e embasado, inclusive sobre um provável defeito físico do assassino… gostaríamos que você se manifestasse novamente aqui, ou na nossa Página no Facebook, “Justiça Para Rachel Genofre”. Obrigado.

  21. segunda-feira, 2 de outubro de 2017 – 11:13 hs

    SE CUTUCAR BÉM, ESSE EXÚ DO LODO SERÁ DESCOBERTO.
    SALVE JORGE!!!!

  22. Anna Zalinsk
    segunda-feira, 2 de outubro de 2017 – 13:11 hs

    É verdade que ele possui um defeito genético? Anomalia cromossômica? Uma monossomia?

  23. Anna Zalinsk
    segunda-feira, 2 de outubro de 2017 – 16:02 hs

    O retrato falado condiz com a análise do DNA, pois lembro-me, que na TV (se não me engano foi no dia 01/12/2016), a delegada disse que foi constatado que o assassino tem Sindrome de Cushing, uma das principais características dessa síndrome é o rosto redondo, também conhecido como rosto de lua cheia (igual do retrato), pode ocorrer vermelhidão também nas bochechas, e sobrepeso. Também foi dito que ele possui uma deficiência genética, alteração na quantidade de cromossomos, defeito genético nos cromossomos (alteração numérica), geralmente esses defeitos são visíveis, só de olhar na pessoa já sabe que tem algo diferente. Espero que a justiça seja feita!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*