CPI do Tráfico de Pessoas aprova quebra de sigilo da ONG Limiar | Fábio Campana

CPI do Tráfico de Pessoas aprova quebra de sigilo da ONG Limiar

Deputado Francischini traz a CPI ao Paraná para investigar o caso das adoções internacionais em São João do Triunfo

A CPI do Tráfico de Pessoas aprovou na manhã desta terça-feira (02) os requerimentos do Deputado Federal Fernando Francischini (PEN-PR) com objetivo de investigar as adoções internacionais em São João do Triunfo (PR). O município teve quase quatro dezenas de menores adotados por casais estrangeiros nos últimos anos, sendo sete de uma mesma família. Esses e outros casos serão analisados por membros da Comissão, que virão ao Paraná.

Foi aprovada a quebra de sigilos bancário, telefônico e fiscal da ONG Limiar – apontada como intermediadora das adoções internacionais, inclusive com suposto ganho financeiro – e de seu administrador, Adelino de Souza (Lino). Agora, Banco Central, Receita Federal e outros órgãos governamentais poderão investigar os bens da ONG, movimentação financeira no Brasil, recebimento de valores do exterior e outros fatos que ajudem a esclarecer se houve efetivamente tráfico de crianças paranaenses.

Outro requerimento aprovado é para que membros da CPI venham a Curitiba (PR) para ouvir in loco as testemunhas de vários casos de adoções suspeitas já levantadas pela mídia e outros que chegaram ao conhecimento do deputado. Francischini. “Temos que investigar esses fatos e garantir que a verdade venha a tona, pois já recebemos diversos contatos com detalhes estarrecedores sobre essas adoções”, afirma ele.

No caso de São João do Triunfo, já levantado pela mídia, sete crianças de uma mesma família foram adotadas por uma família norte-americana. Segundo veiculado na imprensa, a ONG Limiar intermediou as adoções e recebeu dinheiro para isso, supostamente na forma de doações. Uma das crianças adotadas, agora adulta, conseguiu retornar ao Paraná e narrou em entrevista à imprensa a falta de acompanhamento por parte do governo americano e, inclusive, que sofreu abusos por parte da família adotiva, com quem as outras crianças permanecem, o que é ainda mais preocupante.

A CPI do Tráfico de Pessoas é uma Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a investigar o tráfico de pessoas no Brasil, suas causas, consequências e responsáveis no período de 2003 a 2011.


4 comentários

  1. laisa lopes
    terça-feira, 2 de abril de 2013 – 19:55 hs

    Parabéns deputado Fransichini, homem sério experimentado e com certeza, se houver maracutáia, tudo virá a tona. A despeito, por que Beto Richa não aproveita Francischini na Secretaria de Seguranca, que aliás esta vivendo de soro.

  2. Aparecido
    terça-feira, 2 de abril de 2013 – 20:06 hs

    Parabéns Deputado, o Parana tem orgulho pelo seu trabalho em Brasilia, sentimos que não perdemos nosso voto, e que na politica ainda existem homens sérios.

  3. Gardel
    quarta-feira, 3 de abril de 2013 – 9:28 hs

    O Deputado Federal Fernando Francischini vem fazendo um bom trabalho a frente dessas investigações. Mas, precisa ir fundo nessa questão, pois, o trafego internacional de pessoas tornou um negocio muito rendoso. Se não punir com rigor os envolvidos, essa mafia continuara agindo a todo vapor.

  4. ALCIONE ALVES DO NASCIMENTO
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 18:13 hs

    Caro Deputado Francisquini

    Parabéns pelo trabalho….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*