Coreia do Norte diz a embaixadas para considerarem retirada | Fábio Campana

Coreia do Norte diz a embaixadas para considerarem retirada

Soldados sul-coreanos passam por revista de tropas (Reuters/Lim Hun-jung/Yonhap).

Da Agência Estado, via Gazeta do Povo:

A Coreia do Norte pediu a embaixadas em Pyongyang que queiram retirar seu pessoal em caso de guerra para apresentar planos até 10 de abril, disse a Grã-Bretanha nesta sexta-feira (5), em mais um capítulo da guerra de palavras por parte do Norte que fez subir a tensão na península coreana.

Os relatos iniciais do Ministério das Relações Exteriores da Rússia e da agência de notícias oficial da China, Xinhua, sugeriram que a Coreia do Norte havia sugerido às embaixadas que considerassem o fechamento devido ao risco de conflito.

O pedido veio em meio a uma escalada militar dos Estados Unidos na Coreia do Sul, após os avisos da Coreia do Norte de que a guerra era inevitável por causa das sanções impostas pela ONU após um teste nuclear e o que chama de movimentações “hostis” de tropas dos EUA com a Coreia do Sul.

“Acreditamos que eles deram esse passo como parte de sua contínua retórica de que os EUA representam uma ameaça para eles”, disse o Ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha em comunicado, após os relatos da Rússia e da China.

Uma autoridade diplomática britânica, que falou sob condição de anonimato, disse que as embaixadas da União Europeia em Pyongyang tinham sido convocadas a entregar os seus planos de retirada de pessoal.

Nos termos da Convenção de Viena, que rege as missões diplomáticas, os governos anfitriões devem facilitar a saída do pessoal de embaixadas em caso de conflito.

O Brasil abriu sua embaixada em Pyongyang em maio de 2009.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse que a Coreia do Norte “propôs que o lado russo considerasse a retirada de funcionários em situação cada vez mais tensa”, de acordo com Denis Samsonov, um porta-voz da embaixada em Pyongyang.

Uma reportagem da agência de notícias estatal chinesa Xinhua repercutiu o relatório russo, dizendo que Pyongyang pediu a embaixadas que considerem a retirada caso a situação se deteriore.

A Coreia do Norte, governada por Kim Jong-un, de 30 anos, não emitiu qualquer declaração indicando qual dos relatos conflitantes era verdade.

Na sexta-feira, a mídia sul-coreana informou que a Coreia do Norte colocou dois de seus mísseis de médio alcance em lançadores móveis e os esconderam na costa leste do país, em um movimento que pode ameaçar o Japão ou bases dos EUA no Pacífico.

A informação não pôde ser confirmada. Mas qualquer movimento poderá ser destinado a demonstrar que o Norte, com raiva devido a exercícios militares conjuntos dos EUA e Coreia do Sul, bem como as sanções para o seu terceiro teste nuclear, está preparado para demonstrar sua capacidade de fazer um ataque.


2 comentários

  1. Mr.Scrooge
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 16:38 hs

    Este aprendiz de ditador está de migué, ele quer forçar o Ocidente, o vizinho rico e o Japão a darem o que ele precisa, comida. E o Tio Sam faz de conta que acredita na bravata deste palhaço. A História ensina que ditador e aprendiz de ditador a gente não leva a sério, e isto foi o que Hitler nos ensinou, pediu e levou todas as vezes que pediu. Aí insatisfeito começou a Segunda Guerra Mundial. E ninguém vai querer uma Terceira, não é mesmo? Deixem o piá espernear, ele cansa logo e sossega. ACarlos

  2. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 8 de abril de 2013 – 8:48 hs

    -Esta Coréia do Norte é uma piada mesmo!!!!
    -Nunca conseguiram engolir em seco oarmistíco de cavaleiros com a Coréia do Sul, depois do empate no fima da Guerra da Coréia(Coréia do Sul apoiada pelo EUA contra a Coréia do Norte apoiada pela China e países satélites soviéticos), e até hoje, tem inveja da economia e da sociedade do Sul, mas nunca deram o braço à torcer porque a China sempre a manteve. Como a China anda de braços dados com o ocidente, a Coréia está de beicinho!!!
    -Aterroriza-me um ditador sem o menor intelecto ter armas nucleares e mísseis, pode-se iniciar uma guerra com efeitos globais…..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*