Beto Richa defende Ministério Público contra a PEC 37 | Fábio Campana

Beto Richa defende Ministério Público contra a PEC 37

Governador Beto Richa assinou petição de apoio ao Ministério Público contra o Projeto de Emenda Constitucional número 37, que deve ser votado em breve e pretende tirar o poder de investigação criminal dos MPs estaduais e federal.


27 comentários

  1. Helena
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 15:15 hs

    Quem VOTAR a favor da PEC 37 é porque tem “rabo preso” e tem medo de ser investigado, é pegar quem vai votar a FAVOR, ou melhor que tal os congressistas que votarem contra essa pec 37 e manifestarem seus votos, pois daí saberemos quem foi a favor.
    Pois, Quem deve não teme, não é???

  2. Joao Carlos
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 15:42 hs

    Parabens ao Governador Beto Richa, homem inteligente, quem nao deve nao teme…A quem interessa essa MALEFICA PEC 37 ? Vamos assinar a peticao contra essa PEC 37…Estao querendo proteger politicos corruptos..

  3. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 15:56 hs

    A PEC 37 é a mais cabal e acabada das provas da ânsia do lulopetismo de blindar as suas
    ações criminosas. E são audaciosos ao apresentar documento tão comprobatório das suas reais intenções e escarnecem da Nação.
    Sérgio Silvestre, JotaJr, Salete e o blogueiro Esmael Morais, na trincheira da defesa da PEC 37, como no apoio ao manifesto pró guerra nuclear aventada pelo demente líder norte-coreano.

  4. terça-feira, 9 de abril de 2013 – 16:26 hs

    Fábio , o Governador Beto Richa demonstra de que lado deve estar os cidadãos honestos e que não se preocupa em ser investigado por qualquer orgão da justiça , seja em âmbito Estadual ou Federal, o Ministério Público, tanto Estadual como Federal tem realizado serviços (investigações doa a quem doer ) de muita importância para sociedade Paranaense e Brasileira, os cidadãos de bem deste Estado e do Brasil precisam se mobilizar apoiando para que não tirem o poder de investigação deste importante e incorruptivel organismo de defesa dos Brasileiros , quem apoia a PEC 37, é por que deve temer ser em algum momento alvo do Ministério Público, e a sua aprovação limitando seus poderes de investigação será um retrocesso que trará um prejuizo inestimável a todos os Brasileiros. E trânquilidade para os desonestos.

  5. Zangado
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 16:50 hs

    Não deviam estar sorrindo, a coisa é séria demais!
    Até parece que é brincadeira …

  6. Zé buscapé
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 17:46 hs

    Bela atitude do governador, afinal de contas o MP tanto estadual quanto federal tem cumprido seu papel de apuração das denúncias de corrupção no governo entre outras.

  7. Analista de Bagé
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 17:49 hs

    Isto revela que, precisando o MP de apoio político dos Estados nesta celeuma, o risco Brasiliense é grande de retirarem o poder investigatório dos MPs.

  8. Policial atento
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 18:12 hs

    Na frente todo mundo tem medo desse pessoal do ministério público, investigam todo mundo e ninguém pode investigá-los, eles construiram essa pec através dos abusos e das arbitrariedades, parece a polícia do tempo da ditadura, uma pena a instituição não merecia isso.

  9. Mario
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 20:14 hs

    A PEC 37 é tão somente para ajustar uma questão incostitucional. A Constituição não fornece poderes para o MP investigar. Deve-se então mudar a consituição. Simples assim.

  10. Proteu Dela Rue
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 20:40 hs

    Enfim um ato digno de louvor, minhas homenagens ao Sr. Beto Richa.

  11. Elton
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 20:52 hs

    Essa PEC 37, na minha opinião, é uma medíocre disputa de força, de um lado Renan Calheiros e Fernando Collor e do outro o Roberto Gurgel que preside o MPU por ser o Procurador Geral da República.
    Acho que a PEC é desnecessária, mas acho que o MP deveria se pautar pelo princípio da igualdade perante a lei: tem muitas denúncias contra políticos que caem no esquecimento ou no fundo da gaveta de alguns membros dos MPs.

  12. lei e ordem
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 20:57 hs

    querem investigador todos os crimes? ou escolher o que, quem investigar, e quando a mídia der atenção; e quem vai investigar o mp?

  13. martelo
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 21:08 hs

    Só falta o poder de julgar agora para o MP.
    investigar, acusar e julgar.
    afinal pra que juízes e polícia?
    nas favelas faz tempo que nao se ve um promotor com o terninho investigando.

  14. Caio
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 21:34 hs

    Acredito que antes mesmo de se discutir se as pessoas são a favor ou contra a PEC37, deveriam discutir se são a favor ou contra os membros do ministério público serem passíveis de serem investigados. Muita gente não sabe, mas um promotor de justiça somente pode ser investigado por um outro promotor. Aí está a quase inexistência de punição a promotores (corporativismo). As policias civil e federal são investigadas pelas suas corregedorias, e fiscalizadas rigorosamente pelo ministério publico e judiciário. O Ministério publico pode até reivindicar o poder de investigar também, mas antes DEVEM perder o privilégio, que beira inclusive atos da ditadura, de somente serem investigados pelos seus colegas de trabalho. Vocês sabiam que um promotor de justiça somente pode ser preso a pedido de um outro promotor de justiça? Que justiça é esta? Porque esta diferença dos outros cidadãos? Qual o motivo? Para que dar o poder de investigar para quem não pode ser investigado por ninguém??? Primeiro tratem de aprovar uma lei para que estes “Demostenes Torres” incorruptíveis possam ser investigados, para depois darem a eles o poder de investigar. Poder tem limites. Abra o olho Brasil!

  15. macte
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 21:42 hs

    Parabens ao governador Beto Richa, que com essa atidude demonstra respeito a democracia e aos paranaenses…

  16. Marvado
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 21:54 hs

    Esse ato nada mais é que o desprestígio da polícia judiciária paranaense. Vê-se então que a segurança pública do estado é tratada com total displicência, pois se esta fosse realmente uma de suas preocupações não abonaria essa tentativa do MP de desqualificação da polícia judiciária. A maioria das operações engendradas pelo MP resultam em abusos, nulidades, arbitrariedades, dentre outras barbaridades. O MP não tem no hall para executar esse serviço privativo da polícia judiciária. Tanto que toda a engenharia das citadas operações são elaboradas por policiais e não pelo MP. É necessário fortalecer a polícia judiciária, resgatar a confiabilidade da instituição, remunerar decentemente seus policiais (de base, diga-se de passagem), proporcionar meios adequados para execução da atividade técnico-policial, fortalecer a polícia técnico-científica, pois só assim, o objetivo esperado será alcançado. Chega de ingerência política. O desconhecimento da população em geral sobre o papel do MP a faz pensar em grandes feitos, o que não é verdade. Exemplo recente disso é o encaminhamento do pedido do MPF à Polícia Federal para que realize a investigação sobre o ex-presidente Lula. O que se vê no Brasil são membros do MP satisfazendo seus egos diante de câmeras de TV, falando, abusando, falando, abusando e falando. Enganando o povo, pois quem realmente tem o poder para concretizar tudo o que é entornado guturalmente por estes Superstars da Tv brasileira é o MAGISTRADO. Esqueceram de avisar a esses popstars de que vivemos num Estado Democrático de Direito onde as garantias constitucionais devem e sempre deverão serem respeitadas. Não são palavras para a impunidade e sim para a legalidade.

  17. Marvado
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 21:57 hs

    Há de salientar que no Brasil não existe organismo incorruptível e sim pessoas incorruptíveis. Vale salientar que a honestidade provém do caráter da pessoa e não da instituição da qual faz parte.

  18. sergio silvestre
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 22:45 hs

    Tem muita gente que vai na casa do compadre,toma café e joga truco com ele e quando o compadre dorme senta a pua na comadre.
    Curitiba sendo um penico politico e com muita dor no coração e meio a contra gosto,apoio a pec 37.
    Palavras minhas ,não cara,do governador

  19. Keith
    terça-feira, 9 de abril de 2013 – 23:46 hs

    Uhé estão todos sorridentes,já contam com a vitória.

  20. BOZO
    quarta-feira, 10 de abril de 2013 – 7:40 hs

    O MINISTÉRIO PÚBLICO É UM GRANDE ENGANO, POIS, AO INVÉS DE FORTALECER AINDA MAIS TAL ÓRGÃO, DEVERIAM É FORTALECER AS POLICIAIS, POIS, QUANDO O BICHO PEGA, NINGUÉM SABE ONDE ESTÃO OS PROMOTORES. SOU A FAVOR DA PEC 37, POIS, NÃO HÁ QUALQUER REGRA PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGAR … É PRECISO TER LEGALIDADE E NÃO ESCOLHER OS CASOS DE REPERCUSSÃO PARA APARECER NA MÍDIA.

  21. MONICA TODESCHINI
    quarta-feira, 10 de abril de 2013 – 9:11 hs

    LOGO O MP COMEÇARÁ A FAZER TAMBÉM O TRABALHO DOS MAGISTRADOS, AÍ EU QUERO VER SE ELES VÃO GOSTAR…
    O MP ACHA QUE SABE E PODEM TUDO, E AINDA NÃO TEM QUEM OS REGULE.
    ELES SÓ INVESTIGAM O QUE QUEREM, AS COISAS IMPOTANTES. PORQUE O MP TAMBÉM NÃO INVESTIGA CRIMES NORMAIS???? HOMICIDIO DE PESSOAS POBRES , ROUBOS? aHHH ISTO ELES NÃO QUEREM..NÃO DA IBOPE.ISTO É PRA POLICIA MESMO…
    O QUE TEM QUE ACONTECER É DAR CONDIÇÕES PARA A POLICIA TRABALHAR E CUMPRIR A CONSTITUIÇÃO.

  22. Cleópatra
    quarta-feira, 10 de abril de 2013 – 11:33 hs

    Não tenho nada contra as investigações do GAECO, até porque eles precisam dos investigadores, delegados e policiais militares para trabalharem, mas notem e vejam dessas operações todas que o MP investigou quantos deles foram condenados e estão presos??????Qual o resultado final??? Quantos políticos estão presos das investigações que eles fizeram???? quantos???? esses números eles não publicam na mídia!!! E o pior ainda é passar a toda população que as polícias são corruptas e somente eles são os honestos. Porque não buscam parceria e também não dão auxílio para que o governo fortaleça as polícias ao invéz desse discurso de que ninguém mais presta!!! Gente vejam quantas prisões em todo país as polícias fazem todos os dias, o gaeco não investiga o traficante que está na porta da escola vendendo drogas para os nossos filhos, eles não trocam tiros nas ruas com os bandidos fortemente armados!!!! Vale a pena refletir, o bom bom policial paga pelos maus, quem ampara esses policiais de bem???? Quem???? ninguém, e ainda levam o rótulo passado pela mídia de que são corruptos e ainda são mau remunerados e discriminados na sociedade. Todos os policiais corruptos devem ir pra cadeia sim, mas com provas condundentes e fatos reais, todos tem direito a ampla defesa e são inocentes perante a lei até que se prove o contrario. Quando um político corrupto realmente ficar preso de verdade, aí sim esse país vai pra frente.

  23. Helena
    quarta-feira, 10 de abril de 2013 – 11:56 hs

    Fábio, é inacreditável, os criadores e autores da PEC 37 são da Comissão de Constituição de Justiça, da qual fazem parte os RÈUS DO MENSALÃO, condenados pelo STF, os deputados JOSÉ JESUINO E PAULO CUNHA. Quer dizer que além destes estarem livres leves e soltos, ainda participam de uma comissão super importante e se utilizam desta, criando mecanismos legais para se auto protegerem e protegerem e ficarem todos os corruptos do poder público,principalmente os petitas e seus apoiadores, livres de quaisquer investigação???
    QUE RUMO O BRASIL ESTÁ TOMANDO!!!!!!

  24. LUIZAO
    quarta-feira, 10 de abril de 2013 – 18:01 hs

    gracas ao mp.que muitos politicos.. delegados enfim ..funcionarios publicos..estao atras das grades…parabens Beto..e isso ai,so nao apoia o MP.aqueles que sao coruptos.

  25. Sidnei Belizário de Melo
    quarta-feira, 10 de abril de 2013 – 18:03 hs

    A PEC 37. SOBRE A VERDADE DOS FATOS
    No Brasil temos quatro instituições conhecidas: a Policia, a quem compete proceder o inquérito policial, o Ministério Público, que oferece a denuncia, os advogados na defesa dos réus, e os Juízes que julgam a ação. O Ministério Publico pode requisitar da Policia investigações complementares, novas investigações, depoimentos e busca de provas…porém não tem estruturas para investigar por conta própria e utilizam de Delegados da Policia Civil e Policiais para Investigar, e com apoio operacional de PMs. O MP e seletivo na escolha de suas ações, e a alegação que não tem influência politica e algo que hoje não acontece a maioria dos estados hoje tem Promotores atuando como Secretario de Segurança, e cargos políticos em gabinetes com influência dos Governadores. Na questão alegada pelo MP que sofremos constrangimento politico, e que nossos Delegados não tem à inamovibilidade e outras garantias asseguradas aos Procuradores e Promotores então sim deveria ser revisto. Um exemplo e São Paulo que os Procuradores possuem cargos no Governo. A PEC 37 somente regulamenta, e jamais proibirá o MP de continuar fazendo parcerias com as Policias Estaduais. Sidnei Belizário de Melo – diretor de Assuntos Parlamentares do Sinclapol Paraná – Investigador de Policia/PR

  26. Sidnei Belizário de Melo
    quarta-feira, 10 de abril de 2013 – 18:51 hs

    “O Ministério Público foi vítima de seu sucesso e de seu prestígio inicial. A independência funcional de seus membros e a autonomia administrativa da instituição, que eram seu maior capital, acabaram se revelando, também, como sua maior fragilidade. No mais, ao longo dos anos, parte dos membros passou a se encantar com seu poder de admoestação administrativa. O idealismo orgânico do momento constituinte foi dando lugar à atuação frequentemente individualista, politizada e corporativista”. Eugênio José Guilherme de Aragão, subprocurador-geral da República e atualmente exerce a função de corregedor-geral do MPF”

  27. Luiz Antonio de Souza
    terça-feira, 16 de abril de 2013 – 18:38 hs

    Aos policiais presentes:

    Quem deveria ter fortalecido as policiais não era o MP, mas sim os delegados!

    Durante décadas eles só viram o lado deles, até se desvincularam salarialmente das demais cargos, agora tencionam em ser “carreira jurídica”, pra que?

    E os demais policiais vão se iludindo na defesa da Pec 37!

    É melhor um MP- investigador do que um delegado – “juiz”!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*