A vida na estrada | Fábio Campana

A vida na estrada

Não tem sexta de folga ou fim-de-semana para descansar. O tempo passa, o tempo vôa, e o governador Beto Richa está na estrada. Inaugura obras, discursa, recebe lideranças e faz contato direto com a população. Estas são fotos de hoje pela manhã, em Alatamira, um dos municípios do roteiro. Os flagras, é claro, são do orlando Kissner.


9 comentários

  1. joao atento
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 15:11 hs

    Ilustríssimos é admirável a energia do Sr. Beto Richa. É um político que está sempre em campanha, isto aconteceu quando era prefeito em seu último mandato e agora como governador. Em outras épocas as obras o trabalho eram o carro chefe promocional dos políticos, atualmente promessas e nada mais. Todo o tempo de governo se resume em apenas mais um, que passa, de maneira insignificante, pelo poder. Considerando que o projeto do “cara” é ser presidente do Brasil. Tudo é possível, ainda mais que já tivemos o lula, zé dirceu e cia…..Qual o MAIOR legado do Beto Richa em seu atual governo?

  2. Décio
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 16:01 hs

    Quanta hipocrisia!
    Se metade fosse verdade o Paraná não estaria tão mau das pernas.
    E eu que votei nele, perdi meu voto!

  3. Noé da Arca
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 16:18 hs

    Não faz mais que que a obrigação, afinal colocamos no poder para executar os projetos..

  4. Sonia Assis dos Santos Andrade
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 17:19 hs

    corrigindo nome do nosso município que foi visitado hoje pelo Governandor beto Richa: Altamira do Paraná.
    Prefeita Elza reuniu aprox. 1.500 pessoas para prestigiar a visita do Governador no município. Agora é só aguardar os recursos anunciados.

  5. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 18:51 hs

    No blog do Esmael, paus e pedras…

  6. Berlarmino
    sexta-feira, 5 de abril de 2013 – 22:41 hs

    Censurar é feio e antigo.

  7. Parreiras Rodrigues
    sábado, 6 de abril de 2013 – 8:55 hs

    O João não atenta para o fato de que somente a presença dum homem educado no governo, que se veste de acordo com a ocasião, que não humilha, destrata ou esculhamba colaboradores em público, que atende corretamente a Imprensa, que não dirige ofensas a mulheres de militares, nem a professoras chamando-as de mal-casadas, e nem que agricultores enfiem faixa no rabo, já é um portentoso legado.

    E a época agora, João, não é para obras faraônicas, para transamazônicas por exemplo, nem para usinas nucleares à base de sucatas da Westhinghouse,

    Atente melhor e observe a pulverização de pequenas e médias obras e ações que atendem a todas as regiões do Estado.

    Não se entregam mais ônibus sem que estes sejam prioridades, não se constroem clínicas e hospitais regionais sem aparelhá-las e nem se guardam dólares em guarda-roupas.

    Em tempo: Não sou comissionado e nem tenho procuração do governo para postar nada.

  8. J Freitas
    sábado, 6 de abril de 2013 – 10:27 hs

    Pobres coitados desse povo, que mal sabem que políticos em sua maioria vivem às custas de sua miséria. E ainda, são amados, beijados, idolatrados…Como faz falta uma educação de qualidade…

  9. Roberto Cambé
    sábado, 6 de abril de 2013 – 18:37 hs

    se o Richa não exonerar o Hauly “gaga” e ultrapassado eu nunca mais voto nele e pronto, nem ninguém da minha família e empresa, Hauly é o retrocesso!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*