A costura tucana | Fábio Campana

A costura tucana

Ilimar Franco, O Globo

Depois de sentar à mesa com o DEM, o candidato do PSDB ao Planalto, senador Aécio Neves (MG), conversou ontem com o presidente (em exercício) do PTB, Benito Gama. O tucano quer manter os trabalhistas na oposição e torce pelo insucesso das negociações para a integração deles ao governo Dilma. Aécio precisa do PTB para ter cerca de seis minutos de propaganda na TV.

Os articuladores de Aécio Neves avaliam que o PPS vai apoiar Eduardo Campos (PSB). E acham que isso é bom, pois temem que, sem aliados, Eduardo desista. Eles também precisam da candidatura de Marina Silva e, por isso, anteontem, votaram contra a urgência de projeto que deixava sem tempo de TV e fundo partidário novos partidos, como a Rede.

“O Aécio precisa do Eduardo e da Marina. Sem eles, os eleitores vão achar que não haverá segundo turno”, relatou um tucano. Aécio não teme o desgaste de uma guerra com Eduardo e Marina. Avalia que todos terão de bater na presidente Dilma, porque é ela quem tem intenções de voto para perder na campanha.


8 comentários

  1. Palpiteiro
    sábado, 13 de abril de 2013 – 12:58 hs

    Pobre e desgraçado país. Ser condenado a aturar esses tipos como líderes políticos, que em países civilizados estariam relegados a algum sub-emprego de segunda classe. É a predetisnação nacional. Praga de nascença.

  2. sergio silvestre
    sábado, 13 de abril de 2013 – 16:46 hs

    É a prole na politica como no judiciario,a cada geração são piores,porque os gostos agução e partem para a corrupção desenfreada.
    O que mais me desaponta é a falta de criatividade deste pessoal.Ai dou razão para espertos que fundam supostas igrejas e ficam milionários.
    Estamos vivendo o seculo dos vendedores de iluzão.

  3. Jo Hansen
    sábado, 13 de abril de 2013 – 16:48 hs

    Caro FÁBIO, concordo com a manifestação do PALPITEIRO, pois
    nenhum dos candidatos ora apresentados possui carisma,
    personalidade, determinação pessoal e intenção clara de assumir
    riscos e propostas que empolguem o eleitorado brasileiro, eles
    aguardam que a candidatura caia no colo, não vão buscar,
    conquistar o espaço, são frouxos e novamente por ausencia
    desses elementos politicos o brasileiro irá votar no LULLA /
    DILMA pois eles realmente declaram isso ao eleitor, mesmo
    patrocinando todos os tipos de falcatruas que não são
    denunciados e assumidos pela oposição. Atenciosamente.

  4. Mr.Scrooge
    sábado, 13 de abril de 2013 – 19:36 hs

    Odiamos tanto o pestismo, mas tanto que queremos que ele fique no poder para sempre.

  5. ITA-MAR
    domingo, 14 de abril de 2013 – 11:26 hs

    Acredito que o Eduardo Campos é o melhor, se ele se unir com a Marina é pareo duro.

  6. Parreiras Rodrigues
    domingo, 14 de abril de 2013 – 19:46 hs

    Diógenes esculhambava a ganância pelo poder e pelos bens materiais. De lanterna na mão, saia do barril onde dormia, à procura dum homem honesto.
    O mando é a mola que move os políticos e a honestidade, como predisse Rui, não é a virtude empregada na busca do poder.
    Como disse Dilma, para ganhar eleição se faz o diabo. Cruz Credo!
    Exceção à inviável eleitoralmente Marina Brasileira Morena da Silva, justamente por causa da inversão de valores que vivemos hoje, a palavra idealismo na boca de qualquer um dos outros, soa como blasfêmia.

  7. Ponta Grossa
    domingo, 14 de abril de 2013 – 19:57 hs

    Deus nos livre de Aécio Neves é outro playboizão igual ao Beto Richa.

  8. Silvajr
    segunda-feira, 15 de abril de 2013 – 12:48 hs

    Jô Hansen, a oposição não tem credibilidade.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*