A aposentadoria dos Sarney e a dos sem-tomate | Fábio Campana

A aposentadoria
dos Sarney e a dos
sem-tomate

Do Josias de Souza:

Por uma dessas coincidências fatais, as duas novidades ganharam as manchetes quase que simultaneamente: 1) A Comissão de Assuntos Sociais do Senado aprovou projeto que legaliza a ‘desaposentadoria’ dos idosos que queiram trabalhar um pouco mais em troca de pensões menos ridículas. 2) Roseana Sarney beliscou no mesmo Senado uma aposentadoria vitalícia de R$ 23,8 mil mensais. Somando-se aos R$ 15,4 mil que recebe como governadora do Maranhão, fará jus a R$ 39,2 mil por mês.

O Planalto informou que mobilizará sua infantaria para derrubar no plenário do Senado o projeto da “desaposentadoria”, de autoria do petista Paulo Paim. Alega-se que a Previdência é deficitária e o Brasil, uma espécie de Maranhão hipertrofiado, não suportaria pagar benefícios acima do ridículo. O grosso da clientela do INSS –algo como 67%— recebe o equivalente ao salário mínimo: R$ 678. Quer dizer: um velhinho vale 38,5 vezes menos que uma Roseana. Não ganha nem para o tomate.

A filha de José Sarney entrou no Senado como passageira de um ‘trem da alegria’ de 1974. Tomada pelos registros, trabalhou na Casa entre 1982 e 1985. Nesse ano, foi requisitada pelo Planalto, então chefiado pelo pai. Depois, mergulhou na política. Voltou ao Senado como senadora, não como servidora. Em nota, a neo-aposentada informou que vai “devolver aos cofres públicos” o valor que ultrapassar o teto do funcionalismo, hoje fixado em R$ 28 mil.

Considerando-se os padrões familiares, Roseana será uma sub-Sarney. Em março de 2010, a Procuradoria da República protocolou na 21ª Vara da Justiça Federal no DF uma ação para tentar forçar o pai dela a devolver ao erário importâncias que recebe acima do teto (aqui, a íntegra da ação). Em valores da época, José Sarney embolsava mensalmente R$ 52 mil –o salário de senador mais duas aposentadorias (uma como ex-governador, outra como ex-servidor do Tribunal de Justiça do Maranhão).

Velho defensor dos aposentados, o companheiro Paulo Paim deveria trocar o projeto da “desaposentadoria” por outro. Por que não fixar o valor das bolsas de Roseana ou das gravatas do pai dela como parâmetros para a aposentadoria. Por lei, a menor pensão do INSS passaria a ser igual a uma Louis Vuitton ou a uma Hermés –o que fosse maior. Num mês, o índice BR (Bolsa da Roseana). Noutro, o GS (Gravata do Sarney).

Pertences à excelsa ordem dos que vivem numa Bélgica pessoal, a salvo de detalhes como o preço do tomate, os Sarney virariam, finalmente, referência para alguma coisa. A ideia é simples e boa. Mas no Brasil, paradoxalmente –esta é a terra do paradoxalmente—, o ilógico sempre se sobrepõe ao simples. Veja, a propósito, quem Dilma mobilizou para liderar a infantaria parlamentar anti-aposentados: a ministra Ideli Salvatti.

Ideli é uma feliz beneficiária de aposentadoria especial do Senado. Senadora de um mandato, passou oito anos na Casa. Hoje, morde uma aposentadoria de R$ 6,1 mil. Um brasileiro acima da média, desses que têm cacife para requerer aposentadoria pelo teto, leva R$ 4,1 mil por mês após labutar por uma vida. Dependendo da bolsa que Roseana estiver usando, vale requerer uma revisão pelo índice BR.


24 comentários

  1. guri de palmas
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 9:57 hs

    Acho que o nobre bloguista deveria fazer uma investigação mais profunda.
    No serviço público apenas o médico e o professor podem ter duas aposentadorias.
    Legalmente a governadora deverá optar por uma delas.
    Se houver acúmulo é ilegal.
    Então vamos investigar e denunciar ao MP se houver este acúmulo.
    Quem levantou a lebre que dé o tiro.

  2. sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 10:05 hs

    É por essa gente que a salete se desmancha e briga, santa ingenuidade!

  3. Helena
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 10:27 hs

    Pois é, meu marido foi aposentado com 5 salários mínimos, no decorrer dos anos esse benefício, que acho que não é benefíci, é um DIREITO de quem trabalhou 50 anos ao longo de sua juventude, vem caindo assustadoramete que em breve estará em apenas UM salário mínimo. Oras, se todos somos iguais perante à Lei, assim determina a Constituição Federal, por que para políticos e algumas classes privilegiadas, não se aplica a Lei da igualdade????

  4. sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 10:56 hs

    Dizer ok dessas crias ?

  5. LENZA TOLEDO
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 11:22 hs

    P’ra isso é que nós precisamos pagar altos impostos.

  6. Luiz Porto
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 12:33 hs

    Enquanto isso 90% dos trabalhadores brasileiros que contribuíram por 35 anos à previdência, recebe uma aposentadoria de pouco mais de um salário mínimo. EITA Brasil!!!

  7. Sulista
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 13:29 hs

    Para esses chupins do Estado brasileiro, as benesses da Lei.
    Para o povão, os rigores da Lei.
    Eita povão besta, sô!
    Enquanto se contentam com um “valezinho” mequetrefe, os chupins . . .
    Aliás, acho que se deveria substituir o sobrenome Sarney para Chupim. Ficaria mais adequado.

  8. ASSESSOR
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 13:39 hs

    ETA COISA BOA DINHEIRO PÚBLICO NAO TEM DONO FAMILIA QUE ROUBA UNIDA PERMANECE UNIDA ATÉ OS CONFINS DOS INFERNOS.

  9. Mr.Scrooge
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 13:58 hs

    Quem pode, pode. E quem não pode puxa o rabo do bode. Pena que tanta caridade é financiada com a nossa grana.

  10. FUI !!!
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 14:05 hs

    É uma pouca vergonha mesmo. Uma aposentadoria destas em um
    país onde a grande maioria vive com um salário mínimo…

  11. sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 14:07 hs

    Olha, essa familia Sarnei já foram tarde, já fizeram carreira na politica e o povo estão abandonados, pelo amor de Deus, alguem apresse de uma vez a aposentadoria de toda a familia, assim quem sabe as coisas no senado melhore, e a vida das familias naquele estado possa melhorar.

  12. teo lima
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 14:09 hs

    por essa e por outras Maria Antonieta perdeu a cabeça

  13. sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 16:42 hs

    Abutres do povo

  14. carlinhos noute
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 21:20 hs

    Vergonha, vergonha, vergonha.
    Com essa patifaria, nós simples cristãos nos deparamos com o desejo de ver essa gente morta para parar de receber benefícios tão injustos.
    A que ponto chegamos. Que alguns desses patifes morram de uma vez.

  15. pereira vieira
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 22:04 hs

    mais conhecida como Roseangana, segundo http://www.jornalpequeno.com.br que faz oposição ao grupo sarney no maranhão.
    a famiglia não tem o menor pudor. o pai é aposentado como funcionario do tj-ma, como ex-governador e recebe como senador. o Ministério Público Federal a anos tenta, em vão, cancelar as aposentadorias visto que ultrapassa em muito o teto do funcionalismo publico.
    A queridinha governa um Estado pobre onde a mortalidade infantil chega a 33 por cada 1000 nascimentos. fazem anos que não se constroi uma unica sala de aula; hospitais não existem no Estado. uma vergonha nacional.
    Fazem 30 anos que governam esse Estado sem a menor preocupação com a população miserável. Um dos menores IDH do Brasil.
    Só pensam no próprio bolso!

  16. pereira vieira
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 22:10 hs

    No ultimo pleito colocaram Lula a tiracolo foram até uma cidade chamada Bacabeira-Ma e anunciaram um projeto da petrobras chamado refinaria premium (para processar gasolina e derivados) com a promessa de gerar milhares de empregos aos maranhenses.
    Eleição ganha, o projeto não passou de um canteiro de obras recentemente abandonado na fase de terraplanagem. era mentira! Graça Fortes, presidente da petrobras mandou rever essa loucura de implantar uma refinaria longe dos poços de petróleo a um custo astronômico!
    Usaram a petrobras e o proprio lula que para eleger Dilma fez acordo com Deus e o Diabo.

  17. pereira vieira
    sexta-feira, 12 de abril de 2013 – 22:17 hs

    Duvido que essa moça trabalhou 30 dias seguidos como funcionária do legislativo!
    Como senadora e deputada federal nunca ouvi falar de um projeto apresentado.
    O Jorge Bonrausen imaginava que ele poderia ser presidente do Brasil; ainda bem que FHC mandou a PF investigar o esquema que estava patrocinando sua pré-campanha e encontrou 1,3 milhão em especie no escritório do marido dela, frustando o sonho dela de comandar o nosso País.
    Como governadora, comanda um Estado pobre, sem industria, sem comércio ou turismo.
    Noticias dão conta que ela vive em las vegas nas mesas de poquer nos mais requintados cassinos.
    Farras custeadas agora pelo Congresso Nacional!
    Causa-me espécie saber que ainda existam oligarquias e coronéis mandando e desmandando na politica!

  18. TROLL
    sábado, 13 de abril de 2013 – 4:12 hs

    È a “bolsa políticos” corroborando com a inclusão social!

  19. Helena
    sábado, 13 de abril de 2013 – 9:14 hs

    É por isso e outras coisas mais, é que o Maranhão é um dos Estados mais pobres do País, e dá-lhe família Sarney!!!!!!

  20. sergio silvestre
    sábado, 13 de abril de 2013 – 9:15 hs

    Então Helena,quem inventou essa engrenagem para roubar o aposentado,foi os DEMOS PSDBISTAS.
    Quem é acostumado baixar a renda dos empregados e aposentados,não precisa nem dizer né.
    Quem aumentou a renda do aposentado com a elevação para o salario minimo foi o Lula e a Dilma.
    Lembra se Helena daquele salario do tempo do FHC.
    CHEGOU A FANTASTICA SOMA DE 40 DOLARES OU 4 LITROS DE AZEITE GALO.
    E voces ainda tem uma saudade dele né.

  21. Helena
    sábado, 13 de abril de 2013 – 9:48 hs

    S E TODOS SÃO IGUAIS PERANTE À LEI, entãooooo, todos deveriam trabalhar no mínimo uns 25 anos para ter o direito a elas, e a classe política não deveria ter aposentadoria, AFINAL, SER POLÍTICO-PARTIDÁRIO E EXERCER UM PODER, JÁ TEM MUITOS PRIVILÉGIOS ARQUITETADOS POR ELES EM BENEFÍCIOS PRÓPRIOS.
    PRÁ QUE MAIS??? QUANTA AMBIÇÃO??? QUANDO MORREREM FICARÃO TODOS IGUAIS!!!

  22. sábado, 13 de abril de 2013 – 11:15 hs

    Querem fazer as custas do erário público federal o que sempre fizeram e desfizeram no Maranhão… Porquê num caso desses o MPF não se manifesta? Porquê os partidos não exigem investigação? Porquê não vão as praças, as ruas fazer manifestções?…

  23. Helena
    sábado, 13 de abril de 2013 – 12:48 hs

    SÉRGIO, concordo com vc, é por isso que entrei no PT no primeiro mandato, PORÉMMMM, hoje não acredito em mais ninguém, e muito menos no PT porque prometeu consertar as coisas erradas do passado, MASSSS,somente as ampliaram, naõ o fez as mudanças necessárias, e ainda fez muito pior,mentiu para o povo, enganou-nos com suas falsas promessas e estão metendo a mão no cofres públicos, e além de tudo não assume o que faz de errado e ainda jogam a sujeira para debaixo do tapetes. Você acha que o PT, se fosse oposição hoje, deixaria um JOSÈ JESUINO E UM PAULO CUNHA PARTICIPAR E COMPÔR DE UMA COMISSÃO TAÕ IMPORTANTE COMO A DE CCJ ???? É claro que não! Portanto tenho capacidade e experiência suficientes para opinar sobre quem quer que seja, aos meus 65 anos de idade.
    Para completar, ainda querem acabar com o poder de investigação do criando a PEC 37, e a REGULAÇÃO DA IMPRENSA, tudo I são alicerces para uma DITADURA DE ESQUERDA E ACABAR DE VEZ COM A NOSSA DEMOCRACIA, AINDA QUE SEJA MEIO CAPENGA…
    Ah! tem mais uma a ajuda que tem dado aos “pobres” deveria ser transformadas em EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA, TRANSPORTE PÚBLICO DE QUALIDADE E HABITAÇÃO, mas a juda SÈRGIO, tem somente o cunho de permanecerem no poder PORQUE OS POBRES SÃO A MAIORIA E OS GARANTEM NO PODER….
    O PSDB deixou o melhor legado para o PAÌS ser o que é hoje, ACABOU COM INFLAÇÃO, ESTABILIZANDO A MOEDA, e o PT deitou e rolou e agora está acabando com estabilização porque só pensam no SOCIAL, e sem investimentops para o BRASIL crescer eles esqueram, e todos nós já estamos pagando a conta – A VOLTA DA INFLAÇÃO.

  24. sergio silvestre
    sábado, 13 de abril de 2013 – 17:15 hs

    Puxa Helena,se fosse a 40 anos atráz ,iria atravessar o Mar Egeu e te
    levar para Troia

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*