Vídeo registra a transferência de presos | Fábio Campana

Vídeo registra a transferência de presos

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná e o departamento de inteligência da Polícia Federal transferiram nesta manhã 38 presos de alta periculosidade da Penitenciária Estadual de Piraquara para os presídios de Mossoró, no Rio Grande do Norte, e Porto Velho, em Rondônia. Os presos foram transferidos em aviões da Força Aérea Brasileira. Em entrevista ao Paraná TV, da RPCTV, o secretario de Segurança Cid Vasques declarou que a medida é preventiva.

“Foi detectada uma movimentação anormal em alguns setores do sistema prisional do Paraná envolvendo atividades de rua. A exemplo do que aconteceu em outros estados, e como medida preventiva, nós achamos por bem transferir esses internos para presídios federais”, disse Vasques.

A transferência dos presos ocorreu sem incidentes. Acima, vídeo mostra o momento em que os presos são levados aos aviões da FAB.

Saiba mais:
Depen transfere 38 presos da Penitenciária de Piraquara


6 comentários

  1. Rogerio
    quarta-feira, 20 de março de 2013 – 19:21 hs

    Ai, ai , ai se nao fosse a PF se meter no caso….

  2. justino bonifácio martins
    quarta-feira, 20 de março de 2013 – 19:43 hs

    Por que os aviões da Força Aérea Brasileira não transportam os doentes que estão precisando de atendimento? Tem que levar esses malacos em bursungão; se tentarem fugir, azeitona neles.

  3. João Carlos
    quarta-feira, 20 de março de 2013 – 22:04 hs

    Esse Secretário de Segurança é realmente uma surpresa. Vi agora a pouco nos jornais uma entrevista que ele deu e mais uma vez ele me surprendeu. É muito calmo e dá pra ver que nao quer aparecer, mas nao paramos de ver os resultados do trabalho que ele faz. Fala pouco e sem jeito, mas trabalha. Eh isso que precisamos! E melhro: antes das coisas ruins acontecerem. Surpresa total.

  4. Analista de Bagé
    quinta-feira, 21 de março de 2013 – 2:23 hs

    Parabéns!

    Mesmo que digam que os recursos públicos deveriam ser melhor empregados no traslado de órgãos para transplante, na remoção de desabrigados víitmas de alguma catástrofe, é inegável a existência do problema da “inteligência” criminosa das facções *também* no Sistema Prisional Paranaense…

    Uma ação rápida e eficiente, fundada em investigações, em parceria com a Polícia Federal, é tudo o que nossos irmãos Catarinenses falharam em não agir ao devido tempo e proporção…

    O atendimento às reinvindicações dos agentes penitenciários, a transferência dos “cabeças” destas “facções odiosas”, revelam uma gestão de Segurança Pública realmente voltada para a busca de soluções.

    Em suma, aqui no Paraná, JAMAIS SERÃO, NUNCA SERÃO!

  5. KAREKA
    quinta-feira, 21 de março de 2013 – 10:03 hs

    ESSES VAGABUNDOS DEVERIAM SER TRANSFERIDOS, ACORRENTADOS E A PÉ…….AVIÃO PARA TRANSFERIR E SOCORRER PACIENTES DE HOSPITAIS NÃO TEM…….BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO……NÃO ESTARIA NA HORA DE FAZER ESSES VAGABUNDOS PELO MENOS TRABALHAR?
    SALÁRIO MINIMO R$ 600,00
    SALÁRIO DE PROFESSOR R$ UMA VERGONHA
    SALÁRIO DE POLICIAL R$ UM LIXO
    SALÁRIO DE PRESO(AUXILIO RECLUSÃO) R$ 915,00.
    ISSO É DEMOCRACIA….QUE SE FOSSE BOM NÃO COMEÇAVA COM ¨DEMO¨.

  6. Policial Indignado
    quinta-feira, 21 de março de 2013 – 12:36 hs

    Sempre tem um espírito de porco de plantão!
    O trabalho foi feito todo pela SESP, pela PM e pela PC.
    A PF só fez o transporte!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*