"Vê se aprende, Dilma" | Fábio Campana

“Vê se aprende, Dilma”

Da Miriam Leitão, O Globo:

Se a presidente Dilma quer ganhar a eleição de 2014 precisa olhar para 2013. Nos últimos dias, seus olhos estiveram em vários anos diferentes, menos no que está diante de nós para ser vivido e construído.

Olhou para 2003 e não viu o cadastro que o governo recebeu, que, aperfeiçoado, foi a base do Bolsa Família. Olhou para o período entre 1994 e 2002 e não viu a vitória sobre a hiperinflação.

É uma pena que não tenha visto o que já foi feito, porque há muito a fazer. Uma das tarefas imediatas é passar para os empresários estrangeiros, que estão sendo visitados pelas autoridades brasileiras nestes dias, a convicção de que o governo tem um rumo e que não é apenas ganhar a eleição de 2014.

Se a presidente Dilma e seus enviados afirmarem aos investidores que nada havia antes de 2003, que o Brasil era uma terra arrasada, e que tudo foi construído pelo PT, eles vão estranhar. Todos já sabem o básico sobre as evoluções das últimas duas décadas no Brasil.

A dívida externa contraída pelos militares foi renegociada. Todos os velhos papéis foram trocados por outros com novos prazos e preços sob o comando do negociador Pedro Malan. Isso permitiu ao país voltar ao mercado financeiro internacional.

A inflação que atingiu dois dígitos no começo dos anos 1940, continuou sua escalada e fugiu ao controle nos anos 1980 e 1990. Só foi domada com o Plano Real, mas antes dele passos importantes foram dados em governos diferentes, todos democratas, para derrotar esse mal que perseguiu o Brasil.


14 comentários

  1. Silva Jr
    domingo, 3 de março de 2013 – 13:51 hs

    Quem está com saudades do FHC?

    Essa Míriam tucana esquece que FHC deixou esse triste legado em 2002:

    Inflação – Baixou de 12,53%
    Taxa de juros – quase 25%
    Salário Mínimo – R$ 200,00
    Taxa de desemprego – 9,2%
    Reservas internacionais – pífios US$ 38 bilhões
    Dívida com o FMI – US$ 20,8 bilhões (hoje está paga)
    Risco Brasil – pico de 1.439 pontos (hoje é 41,2)
    Programas de transferência de renda – A soma de todos os programas de FHC totalizou R$ 2,3 bilhões, em 2002. Já o Bolsa Família, somente em 2010, destinou R$ 14,7 bilhões para as famílias mais carentes.

    Quem quer a volta do PSDB?

  2. Silva Jr
    domingo, 3 de março de 2013 – 13:53 hs

    Face os indicadores econômicos do governo FHC, peço por favor para que a Dilma não aprenda com os tucanos, entregaram o Brsil com taxas de juros e inflção com 2 dígitos.

  3. TRABALHADOR
    domingo, 3 de março de 2013 – 14:16 hs

    Queria comentar sobre o último parágrafo: de qual governo democrata antes do plano real, esta moça está falando?
    Antes de FHC, tivemos Itamar, que era vice de Collor, que foi eleito pela manipulação junto a opinião pública deste país do nosso “CIDADÃO KANE”. Antes do Collor, era o Sarney que era vice do Tancredo, um governo de eleição indireta (a emenda das diretas já havia sido derrubada no congresso). Ante de tudo tinha o governo militar que usurpou o poder em 1964.
    O 1º presidente realmente eleito pelo povo foi Fernando Henrique Cardoso em 1994, o 2º o Luis Inácio Lula da Silva, gostando ou não essa é a verdade..
    Analisando a história do Brasil, a DEMOCRACIA (ou os lampejos dela) começaram em 1995, há muito pouco tempo…

  4. Sergio R.
    domingo, 3 de março de 2013 – 16:07 hs

    E vão chover críticas a Miriam Leitão. Vão falar no povo, pobreza, classe média, etc… Todo aquele discursinho fajuto. Não conseguem enxergar o Brasil como um todo, mas só como indivíduos. Faltou ela dizer, que o PT na figura do apedeuta mor, foi o maior detonador do plano real e de todo o esforço que era feito para tirar o Brasil do caos. Sorte das pessoas de bem, que não conseguiu. Agora estão privatizando tudo, quebrando empresas estatais, detonando a saúde para trazer médicos cubanos. É o Brasil rumando para o século XIX na caravela do atraso.

  5. salete cesconeto de arruda
    domingo, 3 de março de 2013 – 17:56 hs

    TSUNAMI só não consegue ver seus irmãos de pátria sorrindo FELIZES.
    Acho que MIRIAM vai perder o NOVO PARADIGMA !
    Assim como se afogou na TSUNAMI.

  6. jobalo
    domingo, 3 de março de 2013 – 20:26 hs

    O pt não governa ,ele toca pra frente tudo aquilo que pegou pronto ou quase pronto e em vez de repor os estoques , esta gastando todo o lucro , como em uma empreza desarrumada, que no final vai dar em concordata , e a popula~çao mais simples não vê ou não quer ver este tipo de coisa é uma pena.

  7. IW
    domingo, 3 de março de 2013 – 20:44 hs

    A Miriam sabe tudo. Desde a posse de Lula no primeiro mandato vem prevendo o fim do Brasil, com caos prévio e sofrimentos cruéis a todos os brasileiros nos ” dias finais”.
    Quando a crise americana explodiu, Miriam gritou:
    -Viram???? Eu avisei, agora vamos todos morrer abraçados…Depois foi obrigada a engolir o fato dos excelentes resultados economicos no Brasil enquanto o mundo tremia.
    Depois foi a mais recente crise na Europa, ela toda animada escreveu que agora era definitivamente o fim! O Brasil vivia seus últimos dias. Agora vai!
    “Só que não” Não foi e não acabou! Estamos todos empregados e consumindo…

    É… Miriam realmente sabe tudo!!!!!!

  8. Deutsch
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 0:46 hs

    Silva Jr, voce é o pior dos idiotas; o idiota cego e ignorante.
    A dívida externa não está paga, vá pesquisar direitinho antes de escrever sua baboseiras petistas.
    Quanto aos outros apontamentos, deveria explicar que o governo FHC começou do ZERO, enquanto seu deus fajuto e ladrão pegou o país azeitadinho, e mesmo assim não promoveu uma única mudança estrutural importante e necessária.
    Seu deus vagabundo só quis saber de aproveitar o que já estava pronto e
    bastou adicionar um pouco mais de dinheiro ( e falcatruas)e sua deusa ANTA tá mais perdida que bala em boca de banguela.
    Vá estudar e se informar.

  9. Pedro Gunha
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 10:36 hs

    Sr Silva Junior, voce esqueceu de acrescentar no teu relatório que a petezada recebeu o governo com 600 bilhões de dívida interna, hoje ela está em 2 trilhões, a petrobrás está quebrada, nunca antes nesse país se privatizou tanto como agora, ou não?, os escândalos não dão trégua, a roubalheira continua. É como disse o Jobalo, gastar o estoque é fácil, quero ver repor esse estoque. Quero ver o que vai acontecer quando não tiver mais como pagar o bolsa família, o filé das reeleições, daí o povão vai cair na real.

  10. ernesto
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 11:58 hs

    PÔ, FHC foi pedir socorro ao FMI 3 vezes na sua gestão e o FMI exigiu o PROER, privatizações e política de juros altos. Alguém tem saudades do FHC?

  11. Silvajr
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 18:47 hs

    Deutsch, contra fatos não há argumentos, controle seu ódio, vc só vai ficar doente, vá estudar os indicadores econômicos que FHC deixou. A Petrobras não está quebrada, quem diz isso são os tucanos, FHC entregou o pais quebrado, foi de joelhos ao FMI, isso é mentira? Desafio vc a desmentir esse fato, vai revisar a história agora? Ficou brabinho porque falei a verdade do FHC?

  12. Silvajr
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 18:49 hs

    O primeiro,presidente eleito o Collors de Mello, trabalhador, esqueceu? Depois, o próximo eleito foi FHC.

  13. Aline
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 21:17 hs

    Eu MORRO de SAUDADES de FHC, um governo SÉRIO, sem FANFARRÃO como o LULLARÁPIO e a DilmANTA, porque pessoas sérias, íntegras e honestas RECONHECEM um ESTADISTA.

  14. Silvajr
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 22:14 hs

    Enquanto isso, longe da imprensa brasileira
    Brasil sobe em ranking global de investimento estrangeiro
    Em 10 anos, o Brasil subiu 11 degraus na lista e hoje ocupa o 4º lugar. A fatia brasileira nos fluxos de investimento foi a que mais cresceu no mundo, de 1,7% em 2003 para 5% em 2012

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*