TCE nega ter dado aval a projeto e pede editais do "Tudo Aqui" | Fábio Campana

TCE nega ter dado aval a projeto e pede editais do “Tudo Aqui”

O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Artagão de Mattos Leão, negou hoje (22) que o órgão tenha dado qualquer aval ao projeto “Tudo Aqui”, do governo estadual, que pretende implantar unidades de prestação de serviços públicos em Curitiba e no interior. “O Tribunal não foi questionado sobre a iniciativa e não autorizou ninguém a falar em nome da instituição a respeito”, reforçou o conselheiro.

O projeto, que tem licitação marcada para o próximo dia 25 de abril, numa concessão privada por 25 anos ao custo mensal de R$ 10 milhões, não foi submetido à apreciação do TCE em nenhum momento.

Por sua vez, o superintendente da 1ª Inspetoria, conselheiro Nestor Baptista, informou que está solicitando cópias para análise dos editais relativos ao projeto, através da Secretaria do Planejamento e Coordenação Geral. Após uma minuciosa avaliação dos documentos, o conselheiro deverá fazer um pronunciamento durante sessão do Tribunal Pleno a respeito do tema.

Projeto

Sabe-se, em função de informações obtidas pela imprensa, que o projeto prevê a reunião de 34 órgãos e 171 serviços, como emissão de cédulas de identidade, habilitação, emissão de contas, etc. A contratação seria feita através do sistema Parceria Público-Privada (PPP).


5 comentários

  1. Fernando Joaquim
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 14:41 hs

    hummm… este povinho que acha que o Estado do PR é uma prefeitura igual de Curitiba… O Jaime já cometeu este deslize no seu primeiro mandato. Entrou achando que iria administrar uma “prefeiturona”… o Estado é muito maior que isso… falta profissionalismo e humildade (são os sabetudo)… que diga o pessoal da Secretaria Administrativa.

  2. Cesar
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 14:51 hs

    Muito estranho a atitude deste governo, um dia fala que não tem dinheiro para contratar funcionários , pm, bm e professor, está no limite da lrf e agora vem com um projeto deste, caminhamos para o futuro acesso a internet e quer colocar terceiros para fazer o serviço do servidor?
    Richa vc está igual ao anterior desqualificando o servidor que está no estado há anos, não vc e Requião que ficam 8 anos e vão embora e deixam um legado duvidoso de administrar. Cade a escola idela, cade o professor valorizado, ou a segurança. Gasta também com propaganda ao invés de economizar e pagar os aumentos ou promoções devidas aos funcionários. Hipocrisia política.

  3. Anônimo
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 16:04 hs

    VOLTA REQUIÃO. QUE A COISA AQUI TÁ FEIA.

  4. Porva
    sábado, 23 de março de 2013 – 0:46 hs

    Depois o Beto reclama que não tem dinheiro pra investir. Isso é uma pouca vergonha!

  5. Vigilante do Portão
    sábado, 23 de março de 2013 – 11:57 hs

    Gasto INÚTIL.

    Eleitoreiro.

    CHEGA de despesas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*