Partidos da base cobram cargos | Fábio Campana

Partidos da base
cobram cargos

De Chico de Gois e Maria Lima, O Globo:

Com a reforma ministerial praticamente fechada, partidos da base do governo se preparam para mostrar as garras e brigar por outros espaços, sobretudo nas agências reguladoras. Com o mapa da mina na mão, os aliados já identificaram pelo menos 21 cargos que já estão vagos ou assim ficarão até o final do ano.

Mas a presidente, que tem uma predileção por indicações técnicas em detrimento das puramente políticas, tem retardado a escolha de integrantes dessas agências. Dos 46 cargos disponíveis em dez agências, há cinco diretorias vagas; seis estão ocupadas por diretores interinos — alguns há quase um ano — e dez têm mandatos que vencem até o final de 2013. Ou seja: 45% dos cargos estão passíveis de indicações, o que só aguça os interesses partidários, sobretudo daqueles que não terão o espaço desejado no primeiro escalão do governo.


5 comentários

  1. NA CORDA BAMBA
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 16:44 hs

    Benefício para o país… nenhum. Para o bolso dos políticos…tudo !!!

  2. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 16:48 hs

    Vixi: Vem aí o quadragésimo ministério…

    Itamar/FHC tinha 27 – FHC, 24 – Lula foi prá 37 e Dilma criou mais dois.

    Só uns seis são relevantes, realmente produtivos. Os demais, cabidaços…

  3. Silvajr
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 17:40 hs

    Igualzinho ao que acontece aqui no Paraná

  4. Max
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 20:56 hs

    Tá certo, se são partidos alugados, o governico tem que pagar o aluguel

  5. Jo Hansen
    sábado, 16 de março de 2013 – 18:04 hs

    Caro FÁBIO, a presidente DILMA está totalmente avariada, sem comando e sem combustível. Os sinais são os piores possíveis. Está aguardando chegar a lugar seguro. Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*