O que ganha o Paraná com três ministros?, pergunta Mazza | Fábio Campana

O que ganha o Paraná com três ministros?, pergunta Mazza

Luiz Geraldo Mazza, em sua coluna desta sexta-feira, 15, na Folha de Londrina, propõe indagação para lá de válida. É o que segue:

Ministros – O que ganha o Paraná com seus três ministros? Nas vezes anteriores eles não eram tão fortemente partidários. Pergunta-se: tivemos ganhos ontem e hoje? Valeria a pena ocupar esses espaços ou há mais ônus do que bônus?


10 comentários

  1. Law
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 18:45 hs

    no minimo, eles deveriam lutar por anseios legítimos e antigos do PR: efetiva criação do TRF do PR e nomeação de paranaense de nascimento para o STF na vaga de Ayres Britto.

  2. sergio silvestre
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 19:55 hs

    Os ministros paranaenses são ministros do Brasil,e o que parece os paranaenses ,principalmente os do sul,não dão suporte politico para candidatos que os ministros apoiam.
    Até parece torcida de futebol,nós eleitores e formadores de opinião contra os ministros.
    Se sai uma postagem por exemplo do Londrinense Giberto Carvalho,é só cacete.Até parece que somos sadomasoquistas,batemos nos nossos e louvamos os forasteiros.
    Curitiba é uma cidade penico,pois seus politicos são como copos de cristal,quebram as promessas a cada promessa de cargo,e a boa vida que levavam no tempo do Lerner,fazem deles pensar que os nossos ministros são da mesma linha fisiologica,e não o são.
    O dia que o paranaense começar a valorizar nossos ministros em Brasilia,e os politicos da provincia fazerem bons projetos,talvez sejam mais aquinhoados com verbas e afagos.

  3. Max
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 20:54 hs

    Boa pegunta, porque os que temos lá não servem para nada
    Pelo contrário só prejudicam o Paraná
    COM P.Bernardo, Glesi e Gilbertinho ou SEM eles não faz diferença e ainda atrapalham por viver de politicagem partidária e nada para e pelo povo

  4. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 15 de março de 2013 – 21:47 hs

    Pelo contrário. Para moer o adversário, lascam todo o Estado.

  5. Anônimo
    sábado, 16 de março de 2013 – 14:11 hs

    É só fazer um retrospecto e ver o que, os dois que aí estão a mais de dois anos, fizeram pelo Paraná! Até agora eu não vi nada, a não ser prejuízo.

  6. Parreiras Rodrigues
    sábado, 16 de março de 2013 – 16:34 hs

    Sérgio: Menos infantilidade, Silvestre.

    Os outros ministros são ministros lá dos estados deles.

    Puxam o que podem para os seus estados, as sobras, pros outros.

    Autofagia é propriedade nossa ou se esqueceu que Requião, semanas idas, votou contra a concessão de empréstimo pro Paraná e aprovou os dos outros estados?.

  7. NARIZ DE FOLHA
    sábado, 16 de março de 2013 – 18:49 hs

    PARA NOSSO ESTADO OS MINISTROS DAQUI, NUNCA SERVIRAM PARA NADA.

  8. Vigilante do Portão
    domingo, 17 de março de 2013 – 1:29 hs

    “AQUILO que a Mariazinha ganhou nos fundos da Igreja”.

    KKKKK

  9. Analista de Bagé
    domingo, 17 de março de 2013 – 4:16 hs

    A família paranaense não vai esquecer do descaso que estes 3 e seus líderes tiveram com investimentos no Estado do Paraná, durante todo o chamado “indecênio”…

  10. Indignado
    domingo, 17 de março de 2013 – 9:08 hs

    Prá fazer campanha para as eleições de 2014,uai!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*