MP apreende documentos na casa de assessores de Nelson Justus | Fábio Campana

MP apreende documentos na casa de assessores de Nelson Justus

Da Gazeta do Povo:

O Ministério Público do Paraná (MP-PR)cumpriu nesta quarta-feira (27) 13 mandados de busca e apreensão nas casas de 11 funcionários e ex-servidores da Assembleia Legislativa que trabalharam no gabinete da presidência da Casa na gestão do deputado Nelson Justus (DEM) – de 2007 a 2010. Entre os alvos, estão Sérgio Roberto Monteiro, atual chefe de gabinete do parlamentar, e Luiz Alexandre Barbosa, que é assessor no gabinete de Justus.

A operação faz parte da investigação criminal aberta pelo MP que tem como alvo o ex-presidente e é relacionada ao caso dos “Diários Secretos”, revelado pela Gazeta do Povo e a RPCTV. Como Justus tem foro privilegiado, por ser deputado estadual, o procedimento tramita no gabinete do procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia, e os pedidos de busca e apreensão foram autorizados pelo Tribunal de Justiça.

Durante a operação, foram apreendidos documentos na casa dos 11 alvos e duas pessoas foram presas por porte ilegal de arma. Elas foram soltas após pagar fiança. O MP não se manifestou oficialmente sobre a operação porque a investigação é sigilosa.

Fantasmas e laranjas

A promotoria estadual investiga indícios da contratação de funcionários fantasmas no gabinete da presidência da Assembleia na gestão de Justus. Existem ainda suspeitas do uso de “laranjas” num suposto esquema de desvio de dinheiro público – o que configura crime de peculato. O material apreendido nas casas dos investigados já começou a ser analisado e deve ajudar na apuração do caso.

Além da investigação criminal, o MP apura ainda um possível ato de improbidade administrativa de Justus durante a gestão como presidente da Casa. O deputado já responde a seis ações de improbidade propostas pelo MP por causa das denúncias de irregularidades mostradas na série “Diários Secretos”.

A Gazeta do Povo não conseguiu localizar até 20h desta quarta Justus e os funcionários dele Sérgio Monteiro e Luiz Alexandre Barbosa. Por causa do horário, eles não foram encontrados na Assembleia Legislativa.

Esquema

As primeiras denúncias do caso foram feitas pela Gazeta do Povo e pela RPC TV na série de reportagens “Diários Secretos” . Em 2010, as reportagens mostraram um esquema de desvio de dinheiro público dentro da Assembleia do Paraná. Na época, foi revelada uma montada por Justus usando-se de cargos na presidência da Casa — só Sérgio Monteiro teve 20 parentes empregados no gabinete de Justus e na presidência.


17 comentários

  1. Juro Lere
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 7:01 hs

    E voltou a pirotecnia da Gazeta do Povo?

  2. Sherlock Holmes
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 7:43 hs

    E o Rossoni?
    E o Nereu?
    Vão escapar ileso?
    É preciso que todos os corruptos do Diarios Secretos
    sejam enquadrados.
    Joaquim Barbosa neles!!!

  3. Silvania
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 10:48 hs

    Juro Lere, o Ministerio Publico vai na casa do cara, e, a Gazeta do Povo é a culpada ??? não entendi !!!

  4. nestor rodrigues
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 11:18 hs

    TA DEMORANDO ESTE RAPAZ SER PRESO E OS OUTROS

    KURI, HERMAS, ROSSONI,

  5. Curitibano
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 12:28 hs

    Esta eh a gazeta do povo, deve estar com vendas em baixa, ai ataca para ver se consegue tirar um pouco $$. Como o Justus nao pagou, o jornal escracha seu nome. Tinha razao o Requiao em nada pagar a imprensa paranaense.

  6. Rubinho
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 14:13 hs

    O Ministério Público que anote aí : investiguem o Sérgio Monteiro na Assembléia Legislativa e aqui em Guaratuba o Carlos de Carvalho que vocês descobrem todas as tramoias desta oligarquia dos Justus.

  7. Tio Quim
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 15:47 hs

    Se o carteiro lhe traz uma carta com notícias ruins, você bate no carteiro…..toda vez o povo culpa a imprensa por divulgar fatos de terceiros. Não é assim. Claro que precisa filtrar, mas notícia deve ser publicada, doa a quem doer. Os inocentes se defendem e, caso sofram abusos, ingressam com as devidas medidas. Fácil ou difícil, melhor assim do que com censura.

  8. Paulo
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 15:52 hs

    Ladroes do dinheiro publico…deveriam sim estar atras das grades…..Enquanto existirem maus eleitores essas pragas de politicos mal intencionados ,continuarao dancando e gozando com dinheiro que nao lhes pertence…Acordem eleitores.

  9. BARON D'ARQUE
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 16:08 hs

    Agora sim, começaram a puxar o rabo do gato, se fizerem uma forçinha aparecerá o gato inteiro, mas ainda estou cético, pois para certas figuraças que têm no Paraná, quem puxa o rabo do gato na continuação passa vaselina na mão.

  10. quinta-feira, 28 de março de 2013 – 16:59 hs

    Neuson justo deve estar com dor de barriga.

  11. quinta-feira, 28 de março de 2013 – 17:52 hs

    Desde quando uma noticia,sobre nossos políticos,devem ser repreendidos,o mal de maioria de nossa Imprensa ,e de muitos jornalistas,estarem constando na folha de pagamento do caixa dois dos políticos.Parabens Gazeta do Povo!!

  12. José Jobim
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 18:41 hs

    Esse Sérgio Monteiro é aquele que foi preso na operação IPEM na época do Alvaro Dias junto com o Mauro Baruque, a filha esta no mesmo caminho na prefeitura de Guaratuba. Os filhos do Nelson Justus estão mamando no governo lá na Cohapar. Um bando de chupim só ladroagem da família Justus.

  13. Matraca da lapa
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 20:05 hs

    O esquema sempre existiu e muito ainda esta para acontecer.

  14. De olho nas notícias!
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 20:10 hs

    Não esqueçam que a mãe de Nelson Justus, tem como pai Plácido e Silva, fundador da Gazeta…. acho que o Diário Oficial da PMC está mal mesmo….

  15. Cajucy Cajuman
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 20:28 hs

    O jornal fez a sua parte denunciando os fatos. O MP faz a sua: investiga e dá satisfação a sociedade. Simples assim. Independente do jornal que denuncia.

    Aliás, o mesmo fazia o jornal O Estado do Paraná nos aureos tempos. Mesmo tendo no comando do jornal, um político de carreira.

    A propósito: como anda o tal Bibinho? Nenhum fato novo do andar da velha carruagem?!

  16. LUIZ NILDE CAMPANA
    sexta-feira, 29 de março de 2013 – 10:35 hs

    O QUE SERÍA DO POVÃO SE NÃO TIVESSEM JORNALISTAS PARA DENUNCIAR OS DESMANDOS DE POLÍTICOS CORRUPTOS? PARABÉNS!

  17. Valter Antonio Pereira
    sexta-feira, 29 de março de 2013 – 13:32 hs

    Será que foram tambem na casa do japones, ele controlava diversas contas. Basta requerer as imagens da agencia ITAU da Assembléia que vai ver o cara sacando com diversos cartões, anos de 2005 e 2006. se tiver imagem do posto do Itau da pra provar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*