Menos carisma | Fábio Campana

Menos carisma

Do Ilimar Franco, O Globo

Nas cerca de 9 horas que passou em Caracas, quinta-feira, a presidente Dilma manifestou “preocupação” ao corpo diplomático brasileiro na Venezuela com o futuro do país deixado por Hugo Chávez.

Segundo acompanhantes de Dilma na viagem, ela avaliou que Nicolás Maduro deverá se eleger com um percentual altíssimo de votos por conta da comoção que tomou conta do país vizinho. Mas Maduro não tem o mesmo carisma e o apelo popular de Chávez.

Mais do que nunca, disse a presidente, a Venezuela precisará do Brasil, que deverá ajudar o governo para evitar que haja uma eventual decepção com o novo presidente, seguida de convulsão social.


13 comentários

  1. domingo, 10 de março de 2013 – 13:33 hs

    Presidenta, que tal cuidar de casa primeiramente !

  2. salete cesconeto de arruda
    domingo, 10 de março de 2013 – 13:55 hs

    Ah!
    Entendí.
    Foi o cara lá da globo que disse que “DILMA DISSE”. Rsrsrsrsrsrsrs
    VIVA A BLOGOSFERA que não fica no disse me disse…
    O resto?:
    O diabo que o carregue!
    Com dizia minha avó quando se referia aos jagunços do Paraná.
    Tempos tristes aqueles…
    Mas passou!

  3. Palpiteiro
    domingo, 10 de março de 2013 – 14:04 hs

    O governo chavista se espelhou no programa Chavez da tv mexicana: Girafales, seu Barriga, seu Madruga, o Kiko, estão todos ali. A diferença é que os originais tem muito mais graça.

  4. Previsão
    domingo, 10 de março de 2013 – 14:15 hs

    Preocupante…

  5. Ed
    domingo, 10 de março de 2013 – 14:57 hs

    Falta essa tola querer tirar da boca do povo brasileiro para ajudar a manter o chavismo na Venezuela!

  6. Aline
    domingo, 10 de março de 2013 – 15:11 hs

    Ah, ela vai se METER no governo alheio???? Mas é PICARETA mesmo!!!!. Quando convém se mete. Quando os TIRANOS cometem barbaridades, mas se tem afinidade IDEOLÓGICA diz que não intervém nos governos alheios.

  7. Sergio R.
    domingo, 10 de março de 2013 – 17:34 hs

    Se a oposição teve 45% dos votos na última eleição o que significa um percentual altíssimo? Será que a oposição vai se deixar levar pela emoção? Agora, o que o governo brasileiro vai fazer para evitar que o povo venezuelano se decepcione com o novo governo, se o mesmo for um fracasso? Mandar o exército para ajudar em caso de guerra civil? Como se o Brasil fosse um oásis de prosperidade na américa do sul. E não tivesse problemas.

  8. Mad Men
    domingo, 10 de março de 2013 – 18:58 hs

    Então vamos lá:
    Este senhor e um indicado pelos irmãos Castro!
    Sem ele Cuba esta liquidada!
    Os senhores Castro já entenderam que este motorista de ônibus nao passara de um mandato e consequentemente o tempo deles acabou e portanto o Castrito já disse que vai se aposentar.
    A pergunta que nao quer calar e a seguinte:
    Como ficaremos com os nossos irmanos se o Papa for americano?
    Nao entendeu????

  9. sergio silvestre
    domingo, 10 de março de 2013 – 22:41 hs

    O outro governo o do FHC,se metia com o menem,aquele que pode ser preso.Enquanto isso aqui na terra do Barbosa e o Gilmar,ninguem prende ninguem,só alguns chafurdam na lama.

  10. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 7:48 hs

    O mesmo regime que critica o intervencionismo americano é o mesmo que intervirá na Nicarágua.

  11. Constanza Del Piero
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 10:31 hs

    A Dilma e a petezada mensaleira deviam se preocupar é em cobrar a grana que o embusteiro Chávez, aquele que já foi tarde, prometeu e não pagou, para a construção da refinaria em conjunto com a Petrobrás, naquela negociata fajuta entre o caudilho morto, e o milongueiro lulla.
    Aliás, é por essas e por outras, desses “amigos” do lulla, como o índio ladrão da Bolívia, e esse canalha venezuelano, e mais a gasolina entregue quase de graça pros demais membros da curriola vermelha subamericana, que a Petrobrás, outrora uma das empresas mais saudáveis do universo, hoje em mãos petistas, vive uma situação pré-falimentar!

  12. Anônimo
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 12:13 hs

    Na balada do inferno a música da estação, Disco Inferno, foi dedicada a Chavez: Burn, Burn, Burn…diz o refrão.

  13. Helena
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 20:37 hs

    É o Lula aprendeu com o Cháves, agora irá retribuir, ensinando o sucessor “chavista”, poderia ir todos para lá, a turma do mensalão vai dar “show” em Caracas, CARACA!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*