Juíza declara aberto julgamento do goleiro Bruno | Fábio Campana

Juíza declara aberto julgamento do goleiro Bruno

Da Agência Estado, na Gazeta:

Com 40 minutos de atraso, a juíza Marixa Rodrigues declarou aberto o julgamento do ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes de Souza, de 28 anos, e de sua ex-mulher Dayanne dos Santos, nesta segunda-feira (4), no Fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O goleiro é acusado de mandar matar sua amante, a modelo Eliza Samudio, em junho de 2010, com quem teve um filho. Dayanne é acusada de subtração de incapaz ao cuidar do filho de Bruno com a modelo durante parte do período em que ela teria sido mantida em cativeiro no sítio de Bruno, em Esmeraldas também na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O julgamento começa em meio a uma nova investigação, do suposto envolvimento de dois policiais no crime. Também é grande a expectativa em relação à divulgação, pela promotoria, das informações obtidas com a quebra do sigilo bancário do goleiro. Esses dados podem confirmar ou desmascarar a versão de Bruno, de que teria dado R$ 30 mil a Eliza Samudio antes que ela fosse embora, espontaneamente segundo ele, em um táxi. Caso seja declarado culpado, o ex-goleiro do Flamengo pode pegar até 41 anos de prisão.


2 comentários

  1. tadeu rocha
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 13:12 hs

    se o mensalao nao deu em nada que foi pior coisa que aconteçeu no brasil de ruim, caso bruno, esta solto ja ja………

  2. PEDREIRA
    terça-feira, 5 de março de 2013 – 11:10 hs

    O caso do goleiro(?) Bruno já saturou a paciência, e somente está servindo como cortina de fumaça para ocultar o noticiário negativo e as mazelas do desgoverno federal. O Tribunal do Jurí decidindo o caso Bruno prejudicará ninguem, seja qual for o veredito. O povo brasileiro(maior prejudicado) deve ser constantemente informado dos desfalques e roubalheiras, pois é ele quem paga as contas, e que deve refletir a respeito, se assim continua ou se toma novo rumo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*