Grupo de cardeais quer d. Odilo Scherer como sucessor de Bento XVI | Fábio Campana

Grupo de cardeais quer
d. Odilo Scherer como sucessor de Bento XVI

D. Odilo Scherer, cardeal-arcebispo de São Paulo (Márcio Fernandes/AE).

Do Estado de S.Paulo:

Cardeais americanos e parte dos prelados da Europa e de países em desenvolvimento começam a promover manobras para dar força a uma candidatura do cardeal-arcebispo de São Paulo, d. Odilo Scherer, na sucessão de Bento XVI.

O Estado apurou que, embora não se apresente como um concorrente ao cargo, o brasileiro é citado em conversas que vêm ocorrendo em restaurantes discretos em Roma, casas e encontros informais entre cardeais. Um dos grupos que apoiariam d. Odilo seria o dos Estados Unidos, que há anos vem destacando a necessidade de o pontificado sair da Europa para que a Igreja tenha sua força renovada.

O problema, no caso das eleições que devem começar na semana que vem, é que escândalos de abusos sexuais praticamente frearam qualquer chance de que um dos cardeais dos EUA ganhe um amplo número de votos. A escolha de vários deles, portanto, seria d. Odilo Scherer.

Em Roma, esse grupo já começou a buscar apoio de outros cardeais para que, na primeira votação no conclave, Scherer apareça com um número significativo de votos. “Isso será fundamental na primeira rodada. Depois, só Deus saberá o que vai ocorrer”, disse uma fonte próxima aos cardeais americanos.

A estratégia é encontrar apoio na Europa, o que ajudaria a romper uma eventual coalizão no Velho Continente em torno de um nome local.

Perfil adequado. O brasileiro é visto como tendo vários dos elementos do perfil que a Igreja busca no futuro papa. Com 63 anos, é um dos mais jovens do grupo – e, apesar de jovem, é considerado como alguém de grande confiança pela cúpula do clero em Roma. Prova disso é que foi reconduzido ao cargo de inspetor das contas do Instituto de Obras Religiosas, o Banco do Vaticano. Isso em meio a uma profunda crise na instituição.

Scherer também serviria como um “relações públicas” para a Igreja, que mostraria que está disposta a ter um papa de fora da Europa, como críticos vêm pedindo. Outra vantagem seria o alinhamento do brasileiro ao pensamento teológico da cúpula e o fato de que uma eventual eleição não representaria uma “revolução”.

O grupo de apoio a d. Odilo Scherer também espera que o brasileiro tenha chances graças à divisão cada vez mais profunda entre os cardeais italianos. Desde o anúncio da renúncia de Bento XVI, um lobby pró-italiano tem feito parte das especulações sobre o novo papa. Para muitos no Vaticano, o país precisaria recuperar o trono de Pedro, depois de mais de 30 anos de ausência.

Mas, à medida que o conclave se aproxima, os 23 cardeais italianos com poder de voto não conseguem chegar a um acordo para o lançamento de um nome único. Angelo Scola, de Milão, é o favorito de Bento XVI. Mas sofre a resistência de parte do clero italiano, que preferiria alguém com um perfil menos conservador.

Outra prova de que Scherer sabe que está sendo citado amplamente como um dos favoritos é o fato de ter evitado dar entrevistas, algo visto dentro do clero como autopromoção.

Na semana passada, em conversa rápida com a reportagem do Estado enquanto entrava apressado em sua residência, afirmou que a decisão de Bento XVI de renunciar ao cargo mostrava “uma grandeza de alma” e uma enorme “honestidade” com relação à Igreja.

De acordo com dom Odilo, Bento XVI demonstrou ter a consciência de que já é um homem idoso, sem condições de levar adiante a difícil missão de liderar a Igreja. “É um gesto que nos surpreende e, ao mesmo tempo, um gesto de grandeza.”


15 comentários

  1. TRABALHADOR
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 9:57 hs

    Legal, ele tem só 64 anos, poderia fazer um longo papado. Imagine o papa do apocalipse ser brasileiro.

  2. luis
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 11:00 hs

    Mas e o LULA? Não vai concorrer?

  3. sexta-feira, 1 de março de 2013 – 11:29 hs

    Quero acreditar na lucudês do Ex – Papa Bento XVI, diante dos problemas que a Igreja católica enfrenta, é preciso alguém que tenha saúde agilidade na condução da difíicil missão de liderar a Igreja. É sem dúvida um gesto que supreende o mundo.E que sirva de exemplo aos grande gestores mundiais, colocando a vaidade em segundo plano.

  4. aldemir flores
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 12:00 hs

    Essa indicação é motivo de orgulho para o povo brasileiro. Eu, em particular conheço Dom Odilo e seus familiares. Grande representante do nosso sul do país.

  5. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 12:25 hs

    Chutes, palpites, prognósticos. Áugures, arúspices e adivinhos. Chamem o Oswald de Souza. Ninguém acertou previsões papistas nos últimos trinta anos.

  6. Polako
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 13:06 hs

    Pode escrever ae … o proximo Papa, será um Cardeal Brasileiro.

  7. patobranquenseirritado
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 16:17 hs

    Esse é o cara

  8. sergio silvestre
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 18:37 hs

    Começamos a exportar politicos prá Italia,agora pode ser que mandamos o PAPA.

  9. ELEITOR CURITIBANO
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 19:24 hs

    Tá tudo consumado,o Apostolo Valdemiro Santiago,da Mundial,cabe bem como Papa.e já tá eleito.E zé finiiiiiiiiiii……..

  10. Isa
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 19:56 hs

    SERIA UMA ESCOLHA “DIVINA”! DOM ODILO OCUPARIA A CÁTEDRA DE PEDRO COM A GRANDEZA QUE ESTA EXIGE. HOMEM DE FÉ, QUE MUITO FEZ, FAZ E FARÁ PELO POVO DE DEUS. ESTÁ CREDENCIADO A LEVAR “A BARCA DE PEDRO” PELAS ÁGUAS AGITADAS DO PRESENTE MOMENTO VIVIDO NA IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA.

  11. Fui II
    sexta-feira, 1 de março de 2013 – 22:52 hs

    Ele é do PT ? salve-se quem puder

  12. Proteu Dela Rue
    sábado, 2 de março de 2013 – 11:41 hs

    O Sergio Silvestre está certo, exportamos a deputada Renata Bueno, vai ser a Musa do parlamento italiano e a menina não é só beleza tem sua competência, sim. Já imaginaram Dom Odilo Papa e Renata Bueno será o Brasil tendo o respeito que merece.

  13. sergio silvestre
    sábado, 2 de março de 2013 – 16:36 hs

    A barca de Pedro é um luxuoso iate nos dias de hoje ISA

  14. sábado, 2 de março de 2013 – 22:48 hs

    Dilficilmente teremos um papa fora do continente europeu, pois a europa tem o maior numero de cardeais eleitores, aposto no Cardeal Angelo Scola

  15. sergio silvestre
    domingo, 3 de março de 2013 – 0:12 hs

    Proteu,ela vai ser a cereja do bolo do BERLUSCONI.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*