Governo vai oferecer 'bolsa-portuário' para evitar greve e aprovar MP | Fábio Campana

Governo vai oferecer ‘bolsa-portuário’ para evitar greve e aprovar MP

De Dimmi Amora, Folha de S.Paulo:

O governo vai oferecer aos trabalhadores portuários avulsos uma espécie de “bolsa-portuário” para tentar garantir amanhã, quinta-feira (21), um acordo para aprovação da MP dos Portos e evitar uma greve marcada para segunda (25).

Além da bolsa –que beneficiaria trabalhadores em idade de se aposentar e que não têm cobertura do sistema previdenciário–, o governo aceitou outras duas reivindicações: a manutenção da guarda portuária e que haja distinção entre sindicatos de trabalhadores de portos públicos e privados –o que beneficia as federações de portuários já existentes.

Ainda não há acordo, no entanto, em relação ao principal item da reivindicação dos trabalhadores: a obrigatoriedade de os portos privados contratem mão de obra avulsa, que é feita por meio dos órgão gestores de mão de obra (Ogmos).

Os trabalhadores entregaram nesta quarta-feira (20) uma proposta definitiva flexibilizando a posição inicial das federações de portuários. Eles aceitaram que os portos privados que transportem sua própria carga não precisam ter obrigatoriedade de contratar avulsos.

Mas, numa reunião à tarde com integrantes do governo e parlamentares, o governo estava inflexível nesse ponto: quer manter o texto da lei que desobriga os privados de contratarem avulsos e obriga apenas os portos públicos a fazê-lo.

Os trabalhadores fizeram chegar ao governo que, sem o atendimento desse ponto, não haverá acordo. Mas abriram uma possibilidade: que os novos portos privados criem seus próprios órgãos de recrutamento de trabalhadores avulsos, em uma transição ao longo dos próximos anos.

Isso evitaria que os atuais Ogmos, considerados ineficientes e que carregam dívidas trabalhistas bilionárias, atuassem nos novos portos privados.

Representantes do governo ficaram de levar a proposta à presidente Dilma Rousseff, para que ela tome uma posição antes da reunião marcada com os trabalhadores para a manhã de amanhã no Congresso. Caso não haja acordo, os trabalhadores ameaçam convocar uma greve para segunda em todos os portos do país.


5 comentários

  1. NARIZ DE FOLHA
    quinta-feira, 21 de março de 2013 – 13:13 hs

    O GOVERNO VAI SIM, COMPRAR OS PORTUÁRIOS PARA QUE NÃO ENCHAM O SACO E PERMITAM A MODERNIZAÇÃO DOS PORTOS DO PAÍS, BAIXANDO OS CUSTOS DE OPERAÇÃO, QUE ESTÁ 50 VEZES MAIS CARO DO QUE O PORTO DE ROTERDAN –

  2. BETO
    quinta-feira, 21 de março de 2013 – 16:13 hs

    PARA NARIZ DE FOLHA CUMPAR OS TRABALHADORES PELOS CUSTOS DA OPERAÇÃO É FÁCIL DIFÍCIL E BAIXAR AS TAXAS , DAR INFRAESTRUTURA PARA OS PORTOS COMO ESTRADAS OU MODERNIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS.

  3. quinta-feira, 21 de março de 2013 – 19:04 hs

    É o Mensalão II. Do Governo do PT

  4. Deutsch
    quinta-feira, 21 de março de 2013 – 21:21 hs

    MAIS UMA BOLSA-VAGABUNDO.

  5. Dieter
    quinta-feira, 21 de março de 2013 – 23:05 hs

    Mais uma bolsa-vagabundo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*