Empreiteiras pagaram quase metade das viagens de Lula ao exterior | Fábio Campana

Empreiteiras pagaram quase metade das viagens de Lula ao exterior

Lula presenteia Goodluck Jonathan, presidente da Nigéria, com camisa da seleção brasileira (Ricardo Stuckert/Institulo Lula).

Da Folha de S.Paulo:

Quase metade das viagens internacionais feitas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após deixar o governo foi bancada por grandes empreiteiras com interesses nos países que ele visitou.

Todos eles ficam na América Latina e na África, de acordo com documentos oficiais obtidos pela Folha. As duas regiões foram prioridades da política externa do petista em seus dois mandatos.

A assessoria do ex-presidente diz que ele trabalha para promover “interesses da nação” e não das empresas que bancam suas atividades.

Mas políticos e empresários familiarizados com as andanças de Lula disseram à Folha que ele ajudou a alavancar interesses de gigantes como Camargo Corrêa, OAS e Odebrecht nesses lugares.

Um telegrama diplomático de novembro do ano passado, enviado ao Itamaraty pela embaixada do Brasil em Moçambique após uma visita de Lula, diz que ele ajudou empresas brasileiras a vencer resistências locais ao “associar seu prestígio” a elas.

Desde 2011, Lula visitou 30 países, dos quais 20 ficam na África e América Latina. As empreiteiras pagaram 13 dessas viagens. Na última terça-feira, Lula iniciou novo giro africano, começando pela Nigéria, e patrocinado por Odebrecht, OAS e Camargo.

O Instituto Lula não informa os valores que recebe das empresas. Estimativas do mercado sugerem que uma palestra no exterior pode render a Lula R$ 300 mil, sem contar gastos com hospedagem, comida e transporte.

Os nomes dos financiadores das viagens de Lula aparecem nos telegramas diplomáticos obtidos pela Folha.

As empresas negam ter pago as viagens de Lula para que ele defendesse seus interesses.

Leia mais em Empreiteiras pagaram quase metade das viagens de Lula ao exterior.


20 comentários

  1. Paulo
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 9:50 hs

    A pergunta que fica é a seguinte? um cara como esse tem condições morais de, daqui para frente, se candidatar a alguma coisa? Só se o MP e a Justiça, literalmente, fecharem os olhos e os ouvidos!

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 10:16 hs

    Jatinhos, blue label, champanhe, caviar e charutos: os apanágios do lulopetismo.

  3. OCIMAR
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 10:35 hs

    É TUDO QUADRILHA,O FAMOSO TOMA CA DA LÁ,VAI VER QUANTO DINHEIRO ESSE CORRÚ–PT–O VAGABUNDO E MARGINAL DOOU PRA ESSAS EMPRESAS ENQUANTO ESTAVA NO POLEIRO,ALIÁS DINHEIRO DOS NOSSOS IMPOSTOS,O MPF DEVERIA INVESTIGAR ISSO.

  4. Iaco
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 10:39 hs

    ohhh!
    qual o problema nisso?
    por acaso Lula exerce alguma função pública?
    não, né! então isso não é notícia. isso é intriga, só isso.

  5. Constanza del Piero
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 10:56 hs

    Na opinião da rude, mas ingênua plebe petista, não há nada de errado nisso. Afinal de contas o maior enganador da nossa história, além de ex, também é Presidente Adjunto no Reino da Fantasia Petista, portanto com os mesmos direitos de outrora de morder quem, e quanto ele quiser.
    Que falta faz um poder judiciário independente.
    .

  6. Olho Vivo
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 11:00 hs

    Bem, o Lula e o pessoal do PT sendo patrocinado pelas grandes empreiteiras não é novidade pra ninguém, elas pagam desde estadias em hotéis de luxo, despesas com grandes jantares regados a vinhos caros, até aluguel de jatos e helicopteros. Não é de hoje que falo que este Lula e toda a sua corja são uma farsa, que vivem uma vida de reis e pregam a humildade. A justiça já deveria ter feito uma investigação criteriosa sobre as contas bancárias destes políticos, rastrear inclusive suas contas fora do país, pois Lula tem várias espalhadas em paraísos fiscais.

  7. Gardel
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 11:03 hs

    Essa é a cultura Petralha, fazer turismo a custa do povo. E assim vai enquanto estiverem no poder, pelo andar da carruagem, tão cedo não deixam a teta.

  8. jobalo
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 11:26 hs

    Falta de senso de ridículo muito das vezes da certo—– vejam alguns exemplos;;;;;; LULA, DILMA , REQUIÃO, TIRIRICA, PAULO MALUF, CUSTODIO,PEDRO LAURO,LUIZA ERUNDINA,VALEMIRO FALSO APOSTOLO,EDIR MACEDO E TANTOS OUTROS , Que usam o velho mote vamos tentar se der certo tudo bem eu me arrumo , se não der certo caio fora. e tudo bem.

  9. ZE DA BOTA
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 11:28 hs

    corrupção uma vez , corrupção sempre

  10. HENRY
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 11:38 hs

    PARTINDO DOS QUADRILHEIROS corruPTos DO pt “partido do trambique”, NÃO CHEGA SER NOVIDADE NENHUMA, ESTA DESCOBERTA.

  11. Luciano
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 12:02 hs

    Não vejo nada de errado Lula é um cara conhecido no mundo todo e sabe falar o que precisa la fora pra vender nossos serviço, então acho justo que as empresas além de pagarem as passagens paguem a ele um cache também porque elas conseguindo pegar o serviço vão ganhar muito mais. Vamos parar de pensar pequeno e aproveitar as oportunidade de crescer la fora e se temos um cara bom nisso deixa o homem trabalhar. Ou será que apenas o Lula não pode ganhar o dele???

  12. Anônimo
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 14:13 hs

    De “proletário” Lula nao tem nada, há mais de quarenta anos. Desde que deixou de ser metalúrgico para ser líder sindical ele leva uma vida tranqüila e confortável. Depois que ganhou notoriedade e virou líder de partido político, então, a boa vida instalou-se definitivamente. Suas origens ” operárias” sao hoje apenas lembranças e parte da sua ladainha retórica para fazer de si mesmo um ícone, um semideus.

  13. Trouxa
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 15:04 hs

    Por que será que houve o pagamento depois de deixar o cargo? Imaginem durante!!!!!

  14. Anesio
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 15:14 hs

    È ilegal..??? A reportagem se desfaz ao dar parecer de procuradores da República dizendo que não há ilegalidade. Um reportagem que não tem nenhuma justificativa de ser manchete ou algo assim. Qual o interesse???

  15. joaquim rodrigues da silva
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 15:29 hs

    as empreiteiras favorecidas,,,

  16. ernesto
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 16:51 hs

    Lula defendendo os interesses do Brasil e das empresas brasileiras no exterior, enquanto a tucanada defende os interesses estrangeiros no Brasil (por exemplo, na privataria que promoveram)

  17. ernesto
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 16:55 hs

    Aquilo de que a Folha acusa Lula – mas não conseguiu provar – FHC fez comprovadamente em 2007 através do Instituto Fernando Henrique Cardoso.

    Em 17 de janeiro de 2007, foi o portal Terra quem fez a denúncia de que uma grande empresa estatal, a Sabesp (empresa de saneamento básico de São Paulo, Estado governado pelo PSDB, partido de FHC), doou QUINHENTOS MIL REAIS (!) ao Instituto Fernando Henrique Cardoso (IFHC).

    Como se vê na matéria do Terra, outro ex-presidente recebe benefícios imensos de empresas públicas e privadas brasileiras de todo tipo, mas isso não vira escândalo.

    O jornal que acusa Lula com tanto destaque por seus negócios privados, que não têm relação alguma com empresas estatais ou públicas, em 2007 repercutiu a matéria do Terra no dia seguinte à sua publicação, no dia 18 de janeiro.

    Porém, o que escandaliza é que a Folha, à diferença do que faz com Lula em um caso sem gravidade, não repercutiu o caso de FHC, que é grave, com mínimo destaque. E, claro, sem chamada alguma na primeira página.

    A notinha diz que “A Folha não conseguiu falar com a Sabesp”. E, como mostram os arquivos do jornal, nunca mais tentou. Ficou por isso mesmo. Até porque, o jornal nunca tivera ímpeto de investigar. Apenas repercutira matéria do Terra.

    Assim, vale repetir: no caso de FHC, não se trataram de negócios privados dele, mas de ter recebido DOAÇÃO de dinheiro público feita pelo governo de São Paulo, que à época – como continua sendo até hoje – era do seu partido.

    Imagine, leitor, se a Folha ou algum outro veículo da mídia atucanada, parcial, golpista, mentirosa e chantagista tivesse descoberto que a Petrobrás – que, como a Sabesp, é uma empresa pública dirigida por grupos políticos – doou dinheiro público a Lula.

  18. Luiz Porto
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 20:37 hs

    O sr. Lula tem algum cargo no governo federal? Como deixam ele falar em nome do governo brasileiro, e apresentar construtoras como se fosse uma parceria?

  19. fiscal de realeza
    sexta-feira, 22 de março de 2013 – 21:45 hs

    e dai ele nao é nada nem presidente do partido essa a tucanada vao ter que engolir o LULA só nao aceitaria a tucanada de companheiro que com certeza elels estariam traindo no resto ele pode tudo

  20. RANCIARO
    sábado, 23 de março de 2013 – 11:36 hs

    Olha é bom ele utilizar o Instituto LULA, como empresa de negócios, sem envolver o Governo. Se ele foi designado pelo Governo e bancado por empreiteiras é crime.

    Que aproveite a chance que a política lhe deu, mas como empresário. Poderá pedir orientações ao Palocci e José Dirceu, que são mestres nas coligações e do jeitinho brasileiro de conseguir informações previlegiadas no Governo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*