Dom Odilo está sendo queimado | Fábio Campana

Dom Odilo está sendo queimado

De Maurício Savarese, O Globo:

A imprensa italiana é a única lida por todos os 115 cardeais que votarão no conclave a partir de terça-feira. São os especialistas daqui que acompanham em fartura toda a glória e o infortúnio da igreja, enquanto a maioria dos grandes veículos de comunicação deixa no Vaticano uma equipe pequena, capaz de repercutir bem menos o que se passa por estas bandas.

Quando os diários italianos especulam sobre candidatos a papa, a leitura não pode ser tatibitate. Pode até haver convicção de quem planta notícia. Mas não se descarta lobby de assessores e, sem dúvida, uma disfarçada tentativa de inviabilizar um adversário. Muitas vezes, por os holofotes sobre um papabile serve exatamente para cristalizar impressões e evitar novas adesões.

Angelo Scola, cardeal de Milão.

Pois neste domingo, dois potenciais oponentes nas votações rezaram missas pré-conclave diante de mais jornalistas do que fiéis. Já são citados como os líderes da corrida para a sucessão do papa emérito Bento 16. O que pregaram não importa muito, nada saiu do roteiro. Mas os relatos dos jornais locais certamente não ajudam o arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer.

Na agência italiana Ansa, a mais dedicada na cobertura do Vaticano, e nos jornais “La Reppublica” e “La Stampa”, dom Odilo é citado como “candidato da Cúria”, enquanto o arcebispo de Milão, Angelo Scola, faria parte de uma corrente reformista. O mesmo tom usou o canal de notícias 24 horas da TV estatal, a RAI, que exibiu um longo perfil do brasileiro depois de ignorá-lo até aqui.

A Cúria Romana, envolvida em uma série de denúncias de corrupção, é tudo o que a maioria dos 115 votantes quer evitar. O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, um dos pivôs de um escândalo de desvio de verbas da igreja, é tido como o apoio mais tóxico do conclave: quem ele apoiar, quase certamente será derrotado, dizem os especialistas italianos.

Pois depois de Scola e Scherer aparecerem como papabiles mais intensamente, o brasileiro ganhou um carimbo de candidato do status quo, ainda que o potencial rival italiano tenha tido uma relação muito mais íntima com os membros da administração da Igreja Católica – foi um conselheiro próximo de Joseph Ratiznger (Bento XVI) por muitos anos.

O grupo de membros da Cúria que votarão no conclave é formado por 38 cardeais. As denúncias de corrupção só dividiram mais a patota que governa o Vaticano. Dificilmente ela votará unida.

Enquanto o cardeal Scherer, menos próximo dos bastidores da Santa Sé, entrará no conclave com uma impressão a desfazer, o purpurado Scola é citado como dono de votos, inclusive, de latino-americanos.

Dom Odilo reagirá ao cheiro de queimado no ar?

Maurício Savarese, jornalista, está em Roma como enviado especial do Blog do Noblat para cobrir a eleição do novo papa


6 comentários

  1. Christiano Fernandes
    domingo, 10 de março de 2013 – 23:26 hs

    A Escolha do próximo Papa é algo muito mais complexo que quaisquer analises que possamos todos fazer juntos. Seria nós, simples mortais, vencedores contra toda uma força “profética” que vem sendo anunciada há mais de 500 anos. As perguntas a se fazer, são demais intrigantes: Escaparemos da profecia de “São Malaquias”? Escaparemos da profecia anunciada por Nossa Senhora de Fátima? Essa escolha nos leva a ler também, o que está anunciado nas Escrituras Sagradas do Novo Testamento: S.Lucas (Capitulo 21, versos, 5:11, 12:19, 20:20, 29:33); Na Carta de São Paulo ( Capitulo 3, 8-14 ); O Profeta Isaías ( Cap.40, 1: 5: 9 )…A pensar…

  2. segunda-feira, 11 de março de 2013 – 0:22 hs

    Seduziste-me Senhor e Eu me deixei seduzir!
    A fé no espirito santo de Deus precisa ficar alem do ego de uma imprensa ladina, manipuladora se colocando além do bem e o mau!

  3. Tuta
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 8:09 hs

    Não parece o nosso Requião??

  4. Anônimo
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 12:29 hs

    O cardeal Dom Odilo Scherer será o nosso próximo papa, para expulsar essa quadrilha do PT que está instalada no governo – os terroristas e guerrilheiros do PT, terão que fugir para Cuba, Venezuela e outros – como aconteceu na Polônia, durante o papado de João Paulo II, com os comunistas daquele país; Brasileiros, com o Dom Odilo Scherer, papa, o próximo presidente do Brasil será o atual governador de São Paulo, o Geraldo Alckmin! VAMOS TORCER PARA QUE ISSO ACONTEÇA, POIS DEUS É BRASILEIRO!

  5. PORTUÁRIO
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 12:32 hs

    O cardeal Dom Odilo Scherer será o nosso próximo papa, para expulsar essa quadrilha do PT que está instalada no governo – os terroristas e guerrilheiros do PT, terão que fugir para Cuba, Venezuela e outros – como aconteceu na Polônia, durante o papado de João Paulo II, com os comunistas daquele país; Brasileiros, com o Dom Odilo Scherer, papa, o próximo presidente do Brasil será o atual governador de São Paulo, o Geraldo Alckmin! VAMOS TORCER PARA QUE ISSO ACONTEÇA, POIS DEUS É BRASILEIRO!

  6. terça-feira, 12 de março de 2013 – 15:31 hs

    seja escolhido um papa que siga o ensinamento de cristo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*