Dilma anuncia R$ 33 bilhões para PAC de cidades de médio porte | Fábio Campana

Dilma anuncia R$ 33 bilhões para PAC de cidades de médio porte

Ricardo Barros representou o governador Beto Richa no anúncio dos novos projetos do PAC na manhã de hoje no Palácio do Planalto. A presidente Dilma Roussef liberou R$ 33 bilhões para obras de saneamento, mobilidade e pavimentação. O encontro foi comandado pela própria Dilma e pelo ministro das Cidades Aguinaldo Ribeiro e reuniu governadores, prefeitos e secretários de todas as regiões do país, que encheram o local da cerimônia (foto).

Dos R$ 33 bilhões, R$ 16,8 bilhões vão para saneamento, R$ 7,9 bilhões para mobilidade urbana e R$ 8,2 bilhões para pavimentação. O PAC foca nas cidades de médio porte. O Ministério das Cidades informou que já cadastrou 110 propostas de 71 municípios sobre mobilidade urbana, entre elas várias paranaenses.

Da Agência Brasil, na Gazeta:

A presidenta Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 33 bilhões para projetos de pavimentação, mobilidade urbana e saneamento básico. Dos R$ 70 bilhões previstos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para cidades de médio porte, os R$ 33 bilhões começam a ser liberados nesta quarta-feira (6). Do montante, R$ 16,8 bilhões vão para saneamento, R$ 7,9 bilhões para mobilidade urbana e R$ 8,2 bilhões para pavimentação. O Ministério das Cidades informou que já cadastrou 110 propostas de 71 municípios sobre mobilidade urbana.

“O Brasil precisa de saneamento para atender o brasileiro que está saindo da miséria e que precisará de serviços públicos no país. Essa é uma questão republicana. De todas essas áreas [cujas obras foram anunciadas], a que mais me mobiliza a colocamos maior volume [de recursos] é saneamento. Todos sabem que este é um fator que envolve também saúde pública e meio ambiente”, disse a presidenta Dilma Rousseff, em reunião com prefeitos e governadores, no Palácio do Planalto.

Segundo ela, os investimentos em mobilidade urbana também vão impactar na qualidade de vida dos brasileiros. Ela destacou que, nesse contexto, a frente de investimentos previstas para as cidades de médio porte é fundamental.

“O Brasil tem quantidade [significativa] de grandes e médias cidades. As médias representam grande volume. Portanto, precisamos tomar providências agora para que não aconteça o que aconteceu com as grandes cidades brasileiras. Para as grandes, fazer metrô é fundamental. Esse é um passo importante porque tem a ver diretamente com a qualidade de vida das pessoas”, argumentou a presidenta.

Como exemplo, Dilma citou o teleférico construído no Morro do Alemão, comunidade de baixa renda do Rio de Janeiro. “É um transporte de massa estratégico. Além de transportar moradores, que levavam até duas horas e meia para se deslocar, ele virou uma atração turística do Rio de Janeiro”.


4 comentários

  1. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 6 de março de 2013 – 19:51 hs

    MENTIRAS e mais MENTIRAS.

    Novamente, de propósito,

    O governo confunde
    EMPRÉSTIMOS

    COM

    INVESTIMENTOS.

    Estou desafiando a Gleisinha para usar esse espaço e ESMIUÇAR os R$ 33 BILHÕES.

    QUANTO a UNIÃO VAI INVESTIR?

    Quanto é Financiamento da Caixa e do BNDES?

    Qual é a fonte da grana dos “investimentos”,

    FGTS?
    FAT?
    FUNDO SOBERANO?

  2. Max
    quarta-feira, 6 de março de 2013 – 20:14 hs

    kkkkkk…..é a quarta ou quinta vez que D. Dilma faz o mesmo anúncio….dá-lhe campanha

  3. Nelson
    quarta-feira, 6 de março de 2013 – 22:18 hs

    Se voce reformar a tua casa, com recursos próprios, entra na cota do Pac.

  4. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 7 de março de 2013 – 2:45 hs

    Continuando.

    É verdade Max,

    O tal “anúncio Bombástico” é apenas midiático.

    Já foi feito outras vezes.

    Querem alavancar a campanha da Gleisi.

    Outro dia, a LOIRA reuniu vários Prefeitos anunciando verbas para os Aeroportos Regionais.

    Coisa já divulgada anteriormente.

    Dinheiro?

    KKKKKK

    Não saiu um centavo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*