Deputado ataca gays, Marta Suplicy e Erika Kokay | Fábio Campana

Deputado ataca gays, Marta Suplicy e Erika Kokay

Do Felipe Patury:

Cotado para presidir da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) expõe sua ideologia nas redes sociais. Diz sobre o casamento gay: “Porta de entrada para o caos”. Sobre a separação Igreja-estado: “Podem soltar o verbo, as frangas. O Brasil é um país laico, mas não ateu”. Sobre a ministra da Cultura, Marta Suplicy, e a deputada Erika Kokay (PT-DF): “Mulheres de sexualidade distorcida”.


27 comentários

  1. órgãos humanos em liquidação
    domingo, 3 de março de 2013 – 21:20 hs

    e ele além de homofobico, mediocre é bandido. Gosta de dar o C. o safado, só tenta esconder com essa fobia toda.

  2. sergio silvestre
    domingo, 3 de março de 2013 – 21:41 hs

    O deputado ao menos tem opinião e se fosse aqui do estado votaria nele porque fala o que pensa e que muitos pais queriam que assim fosse.Essa balela que o casamento de dois homens é normal,isso pode ser lá nas novelas da globo,e que duas mulheres vão viver felizes até o resto do seus dias sem filhos e serrando com outra mulher é outra mentira.
    Isso é o medo de todo pai ,de um dia um filho seu ser disvirtuado sexualmente,e não sou hipocrita para dizer que acho bonito isso.
    O mundo caminha para um monte de mutilados,e uma quase maioria de disvirtuados sexualmente.Voces apoiam isso?

  3. verdade
    domingo, 3 de março de 2013 – 21:52 hs

    Meu Deus! Quem eh este doente mental? Imbecil de carteirinha? Retrogrado nojento?

  4. Escritor
    domingo, 3 de março de 2013 – 22:20 hs

    Nunca ouvi tanta verdade sobre esses temas em tão poucas palavras. O pastor me surpreendeu, apesar de não ser do seu rebanho.

  5. OCIMAR
    domingo, 3 de março de 2013 – 22:22 hs

    VALEU DEP.CONTINUE DEFENDENDO O LADO CERTO.

  6. Rambo
    domingo, 3 de março de 2013 – 22:24 hs

    Falou alguma mentira?

  7. TRABALHADOR
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 5:18 hs

    Porque ele falou que a Marta tem a “sexualidade distorcida”? Só porque ela entende mais do assunto do que ele.
    Ele é representante dos evangélicos, que são cerca de 42 milhões no país e a forma de pensar da grande maioria é essa, seus fiéis o apoiam. E eles tem o direito de se expressar. E os Gays também tem…
    E agora? Será que vão entrar na porrada?

  8. @deMoura__
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 7:25 hs

    O DEPUTADO ESTÁ CORRETO. NADA DE PRIVILÉGIOS AOS LTBG

  9. policialatento
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 8:33 hs

    Qual o problema ? é a opinião do cara, absolutamente normal dentro de uma democracia.

  10. jobalo
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 8:45 hs

    DO DO DÔ , o maorrrrr apoio pelo menos disse o que a maioria pensa .

  11. ELEITOR CURITIBANO
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 8:48 hs

    Esse deputado é legitimo Cristão,Homem de Deus.Nosso pais foi criado por Deus,e não precisa para existir mudar a lei de Deus.Ele criou Homem e Mulher,Adão e Eva,fora disso é distorção da verdade,é dominio das trevas.

  12. Analista de Bagé
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 9:12 hs

    Não há de ver que tem eleitor para eleger “isso” também? A bancada evangélica e Bolsonaro abriram a porteira, agora vão aparecer cada vez mais “defensores da moral e bons consumes”.

    Sou hetero, sequer sou simpatizante LGBT (daqueles que comparecem a passeatas e outros movimentos) mas admitir e defender este tipo sórdido de preconceito é o fim do mundo.

    A pergunta que não quer calar: aonde estão as entidades públicas e privadas exclusivamente dedicadas à defesa destes direitos, de forma competente e intransigente?

    Até o infeliz do Bolsonaro já teve de se explicar por sua declarações imbecis e homofóbicas!

  13. Pedro Gunha
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 10:14 hs

    Sergio Silvestre, voce falou e disse tudo.

  14. Rossi
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 10:17 hs

    Todo cuidado é pouco, afinal…a língua não tem osso e nenhum de nós está livre de ter um filho gay. Inclusive…o pastorzinho!!

  15. Constanza Del Piero
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 10:20 hs

    O pastor foi áspero além da conta, mas que suas palavras estão corretas, certamente estão!
    O resto é balela.

  16. José
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 10:33 hs

    Sérgio Silvestre, até que enfim uma opinião corajosa, centrada e carregada de verdade. Vamos aos fatos:
    Se DEUS tivesse feito dois homens no Jardim do Éden, ou só duas mulheres a raça humana teria se acabado. Se, colocarem homem com homem e, mulher com mulher, a raça humana daqui há milhões de anos também irá se acabar.
    Bom, se esse pessoal não é criacionista e sim, evolucionista, vamos à ciência: existem dois cromossomos, um masculino e, um feminino, isso representa que até a ciência explica: não existe terceiro sexo.
    Querem sexo livre, que seja entre quatro paredes, sem expor à família.
    Aos violentos que vão me xingar, larguem dessa intolerância, e sem essa de código pra esse grupo. Contra a discriminação tem tem a CF, contra agressão tem o Código Penal.
    Sérgião, parabéns pela coragem, pois essa GLOBO só ensina, adultério, traição e homossexualismo.

  17. OCIMAR
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 11:14 hs

    SR SÉRGIO SILVESTRE,SOU OBRIGADO A LHE DAR NOTA 10 PELO SEU COMENTÁRIO,PARABÉNS POR ESTAR DO LADO CERTO.

  18. Maria fuxiqueira CWBmacumbeira
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 12:21 hs

    Mais um falso moralista ,estes deputados evangélicos crentes,são crente e na desgraça dos outros,são travestidos de moralismo e bons costumes,será que o povo ainda nao abriu os olhos que estes são os maiores ladroes do Brasil,ilidem os ignorantes e muitos outros trouxas ,esta raça e a pior praga atualmente.

  19. JULIO CESAR DE SISTI
    segunda-feira, 4 de março de 2013 – 14:19 hs

    Caro Pastor…saia do armário!!!!

  20. pablo
    quarta-feira, 6 de março de 2013 – 16:35 hs

    Adorei a escolha, ele é o homem certo para o cargo.

  21. alef santos
    quinta-feira, 7 de março de 2013 – 1:14 hs

    sei que é o fim dos tempos!!!

    mas e mundo se curvando ea igreja de pé!! jesus tenha misericordia de seu povo na terra grande vaii ser daqui pra frente…

    entre com libretaçao pois eu creio no deus do impossivel que faz o que o homem naum pode fazer na vidas desses homens!!!

    DEUS ABENCOIS A TODOS…

  22. DiegoR
    segunda-feira, 11 de março de 2013 – 8:02 hs

    É tenso falou, o que todos pensam e queriam falar, mas como as coisas no Brasil se torna hostil e ameaça e processo, diante da verdade calamos. E claro nossa Ministra da Cultura deve fazer o papel dela, ela nao tem como ter a boca livre, se nao,perde ate o cargo, duvida? Mas olha heteros são eternos, e homossexualismo nao, tai o porque as vezes da tolerancia que o povo tem.
    Mas parabéns! A fala de qualquer forma falou e muita gente gostou.

  23. André
    quarta-feira, 13 de março de 2013 – 23:20 hs

    Ridículo como a intolerância a minoria, não só quanto a gays, mas também a negros é presente no discurso dos deputados. Sei que o Brasil é teocrático, e nem de longe laico, pois não separa Igreja de estado. Isso está bem claro… Agora, vamos ser racionais: NEM PRESBÍTEROS SÉRIOS ACREDITAM NO MITO DE ADÃO E EVA, pois estudam filosofia, vc ainda acredita????? Difundir o preconceito é comum no Brasil, e como a maioria da população é iletrada, gosta mesmo. Desrespeitar pessoas, ser intolerante, são qualidades divinas agora? Mais uma vez peço: sejam racionais pelo menos! Acredito que pelo andar da carruagem a justiça será feita e essa pessoa medíocre que comanda a comissão sairá do cargo, pois, para infelicidade deles, o Brasil está tendo acesso à educação e percebendo seus direitos…

  24. BRASILumPAÍSdeLOUCOS
    quinta-feira, 14 de março de 2013 – 12:57 hs

    Héteros são eternos. kkkkkkkk
    Eternos são os deuses do Olimpo, animal!
    Não se deve impor uma maneira de viver (piégas, medíocre e hipócrita) a quem não quer servir a ela, isso é viver num lugar livre. Mais, vocês aí “babando ovo” da gangue evangélica tão se lascando pagando dízimo enquanto os “pastores” fazem “traquinagens” com a grana que devia encher o bucho dos tontos! No Congresso, fazem isso duas vezes, com o dízimo e o dinheiro público.
    Continuem, imbecis, carregando nas costas esse inúteis que adoram inflar o ego e berrar meia dúzia de palavras de intolerância que são sim contra o Deus cristão – que é o amor, e nada mais! – e fazer vocês acreditarem que compram um pedaço do céu com essa balela intolerante sem sentido.
    Terreno no céu se forja com amor.

  25. Voz da razao
    domingo, 17 de março de 2013 – 6:24 hs

    Concordo com o pastor, respeito a orientação sexual de cada um mas segundo a Biblia tal pratica é pecado, e se os homosexuais descem o cacete nos evangelicos pq não podemos nos manifestar e expressar nossa opiniao????

  26. Brito Franco
    sábado, 11 de maio de 2013 – 13:07 hs

    Estou com o Sérgio Silvestre, José e todos que pensam da mesma forma. Tendo a acrescentar, que o termo “orientação sexual”, NÃO É CORRETO, é um eufemismo, uma hipocrisia. Nínguém em sã consciência orientaria seu filho ou sua filha para ser homosexual. O correto é dizer: “CONDIÇÃO SEXUAL”. Ninguém é “orientado” a ser homosexual, a pessoa já nasce com essa predisposição, portanto não é “orientação”, se fosse “orientaçao”, os pais não ficaram chocados e perplexos quando descobrem essas “características” em seus filhos. A medicina sempre considerou essa “condição”, como um “desvio de comportamento”, ou seja: um distúbio mental (doença), sendo que por muito tempo foi tratado pelos médicos e pela medicia. Entretanto, após o advento da constituição federal de 1988, o Supremo Tribunal Federal, impos “de cima para baixo”, em consequência de muita “pressão” desses grupos, de pessoas simpatizantes, de pessoas defesoras em causa própria, etc., obrigando as pessoas a aceitarem uma coisa que vai de encontro aos valores da sociedade organizada e instituida em bons costumes e moral, desde a milhares de anos, tendo que “aceitar”, sobre pena de processos, discriminação, preconceito, etc. Isso é um absurdo. Por certo que cada um vive como quer, desde que não atinja os direitos de outrem. Mas atentar contra a moral e os bons costumes, é outro absurdo ainda maior. O brasil transformou-se no País do Eufemismo e da hipocrisia. Estamos vivendo em uma sodoma e gomorra., que tudo pode, tudo é permitido e o pior, com o aval da Lei e prisão e processo para quem pensar diferente e ainda querem chamar o Brasil, livre e democratico. Ora, a opinão de cada um é garantida constitucionalmente e ninguém é obrigado a gostar do que não lhe convém, por certo que também não deve incitar violência ou discriminação, etc.

  27. sexta-feira, 7 de junho de 2013 – 3:02 hs

    Satanas sai da vida do Jean wylis ….

    em nome do Senhor Jesus Cristo….

    Meu Deus vai queima o Satnas que tá na vida do jean wylis…

    Para gloria do Meu Deus….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*