"Dá pra fazer muito mais", diz Eduardo Campos | Fábio Campana

“Dá pra fazer muito mais”, diz Eduardo Campos

“Dá pra fazer muito mais”, disse Eduardo Campos (PSB) a um grupo de empresários paulistas que, conforme relato de Mônica Bergarmo na Folha de S. Paulo, terminaram o jantar com certeza que o socialista é candidato. “E isso não vai ser feito se a gente não renovar a política.

O pacto político que hoje está no centro do governo que eu defendo, que ajudei a eleger, a meu ver, não terá a condição de fazer esse passo adiante. Não vai fazer. As últimas eleições no parlamento brasileiro [em que Renan Calheiros foi eleito presidente do Senado com o apoio de Dilma e do PT] são uma indicação. É ficar de costas para tudo isso.”


2 comentários

  1. Jo Hansen
    sábado, 16 de março de 2013 – 17:07 hs

    Prezado FÁBIO, o cara já percebeu que caso continue apoiando os lulo-petistas continuará marginalizado, não participando do centro de poder, buscando promover o avanço da instalação da democracia no BRASIL, com rotação no poder, poder este que está na mão do LLULLA, e que estão de costas para o país. O atual governo lulo-petista com o gerenciamento da presidente DILMA, ilustra bem o processo em desenvoolvimento, pois, o governo atual é uma base de lançamento de programas como a base de ALCANTARA. Só lança!!!!
    De acordo com a propaganda do governo que deseja acabar com a miséria em um ano, pode-se avaliar da seguinte maneira:
    ” Um país rico e sem miséria é um pais com carro para os pobres e um sistema de transporte público adequado, eficiente, limpo e com passagens a custo justo para os ricos “. Apenas isso. Atenciosamente.

  2. salete cesconeto de arruda
    sábado, 16 de março de 2013 – 22:36 hs

    É…
    Mas faltou COMBINAR com o POVO esse mais…
    Mais REDE. Para pegar traíra.
    Mais CASA GRANDE. Para voltar a escravizar os que forem bobos
    Mais…
    Melhor parar por aqui pois para quem entende desse papo é TUDO JOGO!
    O que ele quer é garantia de ser o próximo depois da Dilma em 2018
    Mas vai ter que COMBINAR com o POVO e não apenas com as ‘zlites’ como fez o Serra.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*