Contas de Fruet, feitas pela URBS, não são confiáveis | Fábio Campana

Contas de Fruet, feitas pela URBS, não são confiáveis

De José Fernando Nandé, Magna Curitiba:

O prefeito Fruet disse que a isenção do ICMS do diesel só vai refrescar 3 centavos do custo da passagem de ônibus. Tudo bem se esses cálculos fossem apresentados por gente dele e não por cargos de confiança do Ducci que ainda permanecem nas diretorias da Urbs. Enquanto o prefeito não abrir a caixa preta da empresa, por mais boa vontade que se tenha, fica difícil para o curitibano acreditar nessas contas. Há outras reduções de custo que podem segurar a tarifa lá embaixo, conforme mostra o movimento MOBILIDADE URBANA. Olhe:


7 comentários

  1. Escritor
    terça-feira, 12 de março de 2013 – 10:50 hs

    Algumas pessoas que participaram da campanha do Gustavo Fruet e, inclusive deram dinheiro grosso para ele poder estar ai, nos bastidores, não escondem a profunda decepção com o atual prefeito. Desde que foi eleito, Fruet não fez outra coisa que não chorar e reclamar. de concreto, apenas andou de bicicleta pelas ruas e tirou meia dúzia de cachorros abandonas das esquinas; aliás, isso nem foi ele que fez, foi sua esposa!
    Com essa choradeira toda, até posso imaginar o cenário daqui a 04 anos. Gleise que achou que teria em Gustavo um forte palanque ao governo, vai é colher frutos amargos deu ma população curitibana descontente com a incompetência administrativa do Chorão.

  2. Anonimo revoltado!!!
    terça-feira, 12 de março de 2013 – 11:23 hs

    Fabio, tudo bem? Sou Assistente Social e uma vez entrei em contato com a URBS para comunicar a farra dos cartões ISENTOS, ao informar que temos suspeita de vários usuários que vendem seus cartões e/ou emprestam para terceiros, na época questionei se haveria algum controle, como por exemplo numero de viagens por dia e para minha surpresa a atendente disse que o usuário pode entrar num ponto e descer no outro e não há como restringir isso e novamente indaguei e ser para tratamento médico (uso exclusivo) no dia e hora, e mais uma vez a resposta foi a mesma. Lamentável, enquanto muitos pagam o valor abusivo outros vivem na farra dos cartões isentos.

  3. Deutsch
    terça-feira, 12 de março de 2013 – 13:06 hs

    Mas é mais fácil por a culpa nos outros para não ficar com o onus do aumento.

  4. Roberto Santos
    terça-feira, 12 de março de 2013 – 13:08 hs

    Lança-se um desafio a abertura da “Caixa Preta” da tarifa da URBS, tira-se os Diretores que comandam ela e que estavam na Administração anteriror, chama-se os Chefes de Dept. de Enconomia da UFPR,PUC,Tuiuti, Positivo prepara uma Planilha e calcula-se o custo da tarifa. Será que o Prefeito topa? e os vereadores?

  5. Rogério Lobo Miró
    terça-feira, 12 de março de 2013 – 13:19 hs

    CAROGUSTAVO, A REALIDADE DA URBS, VC JÁ CONHECE, SÓ FALTA VIR A PÚBLICO….POR FAVOR, COLOCA PESSOAS DA SUA CONFIANÇA.ACREDITO QUE VC TENHA AO SEU LADO PARES, PARA AUDITAR ESSA EMPRESA.

  6. Jose Biggon
    terça-feira, 12 de março de 2013 – 16:59 hs

    Os numeros não mentem jamais…..

  7. Vanessa Martins de Souza
    terça-feira, 12 de março de 2013 – 23:43 hs

    Se diminuir a margem d e lucro dos empresários, que não deve ser pouca, já baixa bastante o valor da tarifa. Ou alguém acha que os empresários do transporte bancaram a campanha do Fruet para lucrarem só um pouquinho?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*